Cabos

Quando as redes Wi-Fi começaram a se popularizar, visualizei o dia em que absolutamente todas as conexões à internet seriam atendidas apenas por tecnologias wireless. Mas eu não sou bom com profecias. A verdade é que sistemas com e sem fios se complementam. Tecnologias baseadas em cabos precisam evoluir, portanto. O Docsis 3.1 está aí para provar que esse trabalho está sendo feito.

Não se preocupe se você nunca tiver ouvido falar nesse nome. O Docsis 3.1 vai soar bem aos seus ouvidos quando você descobrir o que essa versão é capaz de fazer: transferir dados em velocidades de até 10 Gb/s (gigabits por segundo) no download e 1 Gb/s no upload. Não soa bem?

Docsis é a sigla para Data Over Cable Service Interface Specification, um padrão de comunicação por cabo que está no mercado há quase 20 anos: a primeira versão da especificação data de 1997.

O Docsis 1.x possibilita velocidades de até 38 Mb/s (megabits por segundo) no download e 9 Mb/s no upload, tendo se mostrado muito importante para operadoras de TV e internet que utilizam infraestrutura do tipo HFC (Hybrid Fiber Coax), ou seja, redes que combinam cabos ópticos e coaxiais.

Sim, isso significa que há boas chances de você já ter usado (ou usar) conexões baseadas no Docsis. Só para citar um exemplo, a Net utilizou até 2013 o Docsis 2.0 aqui no Brasil — versão que oferece até 38 Mb/s de download e 27 Mb/s de upload — e, depois disso, passou a adotar massivamente o Docsis 3.0, versão que deu as caras em 2006 trazendo até 152 Mb/s de download e 108 Mb/s de upload.

Internet - conexões

Também foi em 2013 que a CableLabs, organização responsável pelo padrão, anunciou o Docsis 3.1. É o bom ficando melhor, muito melhor: são até 10 Gb/s para baixar dados e 1 Gb/s para enviá-los, como você já sabe. Dificilmente uma operadora oferecerá toda a capacidade disponível, mas mesmo assim a novidade favorece a entrega de conexões bem rápidas.

Mas não termina aí: a CableLabs passou os últimos meses trabalhando em um modo full-duplex simétrico no Docsis 3.1. Isso significa que a tecnologia permitirá velocidades de até 10 Gb/s tanto no recebimento quanto no envio de dados, simultaneamente.

Só precisamos ter um pouco de paciência (ou, no Brasil, muita). Os testes em laboratório geraram resultados animadores, mas agora é necessário avaliar as especificações em condições reais, por assim dizer. Esses testes devem começar dentro de um ano, espera a CableLabs.

Diversos aspectos precisam ser considerados para que a tecnologia seja considerada pronta e viável, como a contenção da interferência, problema relativamente comum em conexões full-duplex.

É questão de tempo. Não por menos, operadoras de todo o mundo já estão bem atentas ao Docsis 3.1. A Vodafone, por exemplo, espera oferecer velocidades de até 1 Gb/s a partir de 2017 com base na tecnologia. Comcast, Verizon, Net (no Brasil) e várias outras companhias já estão testando o padrão.

A Abi Research estima que, em 2017, 9 milhões de usuários serão atendidos por conexões baseadas em Docsis 3.1. De um ponto de vista global, é pouco, mas esse total, se alcançado, representará um primeiro e importante passo. Ou seja, estamos falando de uma especificação para o futuro, mas um futuro próximo, ao menos para quem puder pagar por isso.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Yan Minari

"É o bom ficando melhor”

Mas se tentar upar um simples arquivo o ping vai pra casa do caralho. Deixem o cabo morrer em paz, por favor.

Yan Minari
"É o bom ficando melhor” Mas se tentar upar um simples arquivo o ping vai pra casa do caralho. Deixem o cabo morrer em paz, por favor.
Maurício Mmp

Enquanto isso no Brasil... Depois da internet limitada, Congresso propõe a volta da linha discada.

tropaR

"Franquia de dados promocionalmente ilimitada até 31/12/2016."
Isso não é pra todo mundo. Informe direito, por favor..
A própria Vivo mantem em seu forum um aviso que essa franquia é para assinantes de ADSL que contrataram o serviço a partir de 05/02/2016 e novos assinates Vivo Fibra e banda larga GVT de 02/04/16 em diante. Ou seja, os contratos antigos continuam iguais, prevendo uso ilimitado de internet.
https://www.vivo.com.br/por...®ional=SP#
Jogar informação de qualquer modo como você fez só serve para criar pânico. Se em 2018 a Vivo irá tentar o mesmo com assinates antigos aí é outro papo.

tropaR
"Franquia de dados promocionalmente ilimitada até 31/12/2016." Isso não é pra todo mundo. Informe direito, por favor.. A própria Vivo mantem em seu forum um aviso que essa franquia é para assinantes de ADSL que contrataram o serviço a partir de 05/02/2016 e novos assinates Vivo Fibra e banda larga GVT de 02/04/16 em diante. Ou seja, os contratos antigos continuam iguais, prevendo uso ilimitado de internet. https://www.vivo.com.br/portalweb/appmanager/env/web?_nfls=false&_nfpb=true&_pageLabel=P10920025171460743457730&cliente=1&cltype=c291Y2xpZW50ZQ&regional=SP# Jogar informação de qualquer modo como você fez só serve para criar pânico. Se em 2018 a Vivo irá tentar o mesmo com assinates antigos aí é outro papo.
la_gomes

Espero que também se pesquise a transmissão de internet na rede elétrica, mesmo sabendo que é uma solução para redes locais, mas quem sabe os transformadores elétricos evoluam para algo diferente baseado no silício

la_gomes
Espero que também se pesquise a transmissão de internet na rede elétrica, mesmo sabendo que é uma solução para redes locais, mas quem sabe os transformadores elétricos evoluam para algo diferente baseado no silício
Silvio Ney

é Gbps pra caralhos ein!?! aheiuaheiuaheoiuhae

Silvio Ney
é Gbps pra caralhos ein!?! aheiuaheiuaheoiuhae
Wellington Gabriel de Borba

E eu feliz com meus 35 Mbps para ver meus vídeos Full HD.

Wellington Gabriel de Borba
E eu feliz com meus 35 Mbps para ver meus vídeos Full HD.
doorspaulo

100Gbps de franquia, nem o servidor do YouTube iria dar conta de acabar xD
Vai dar uns 30 PB de dados no mês, nada mal.

doorspaulo
100Gbps de franquia, nem o servidor do YouTube iria dar conta de acabar xD Vai dar uns 30 PB de dados no mês, nada mal.
collerli

Enquanto isso na VIVO:
Franquia de dados promocionalmente ilimitada até 31/12/2016.

Pow Tecnoblog vamo reviver o assunto ai e fazer o senado aprovar logo a lei proibindo tal pratica.

Ps: vcs são os únicos que se importam com nossa opinião

Collerli
Enquanto isso na VIVO: Franquia de dados promocionalmente ilimitada até 31/12/2016. Pow Tecnoblog vamo reviver o assunto ai e fazer o senado aprovar logo a lei proibindo tal pratica. Ps: vcs são os únicos que se importam com nossa opinião
Exibir mais comentários