Início » Demais assuntos » França inaugura primeira estrada com painel solar

França inaugura primeira estrada com painel solar

Paulo Higa Por

Lembra das Solar Roadways? Uma ideia semelhante foi colocada em prática na França: uma pequena vila de 3.400 habitantes na Normandia ganhou nesta quarta-feira (21) a primeira estrada do mundo com painel solar, capaz de gerar energia elétrica para abastecer a rede de iluminação pública da região.

O trecho com painel solar tem 1 km de extensão e custou 5 milhões de euros (aproximadamente R$ 17 milhões). Mais de 2.000 motoristas devem passar pela Wattway todos os dias, e a tecnologia será testada pelos próximos dois anos para verificar se realmente é viável. A ministra da ecologia, Ségolène Royal, diz que um dos planos é construir 1 km de painéis solares a cada 1.000 km de estradas francesas.

Nem todo mundo gostou da ideia: segundo o The Guardian, os Países Baixos fizeram um projeto parecido em 2014, só que em ciclovias. O painel solar tem 70 metros de extensão e gerou 3.000 kWh, o que é suficiente para abastecer uma casa familiar durante um ano. O problema é que o projeto custou 3 milhões de euros (o equivalente a R$ 10 milhões). Com todo esse dinheiro, seria possível pagar 520.000 kWh de energia.

Os motivos da rejeição são simples. Primeiro, a tecnologia é cara demais: os painéis solares precisam ser mais resistentes para que milhares de bicicletas, carros ou até caminhões passem diariamente sem danificá-los. A estrada solar da Normandia é coberta com uma resina contendo folhas finas de silício, o que teoricamente permite o trânsito de caminhões de mais de 3.500 kg.

Além disso, justamente por estarem no chão, sem possibilidade de mudança de angulação para acompanhar o movimento do sol, esses painéis solares geram 30% menos energia do que se estivessem num telhado — mesmo custando bem mais. No caso da pequena vila francesa, a situação é ainda pior porque há apenas 44 dias de sol forte durante o ano (contra 170 em Marselha, por exemplo).

É um belo avanço, mas talvez a tecnologia tenha que melhorar muito para ser realmente interessante.

Tecnocast 016 – Pane no sistema

O Brasil passou por uma situação nada simples no setor energético, que se agravou por conta de uma crise hídrica, política e econômica. Neste episódio conversamos sobre como chegamos aqui e citamos alternativas de energias renováveis.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

SiouxBR
Pois é... o Brasil (em especial o nordeste e o centro-oeste) teria as condições ideias para esse experimento. Embora acredito que colocar os painés em cima das casas seria mais barato e produtivo (ou então em cima das estradas para gerar sombra para o pessoal que viaja nelas).
Bruno Pinho
Uma fonte de energia, para ser viável, precisa ser módica e ter escala para atender a população. Essa reprovou nos dois quesitos, mas serve como estudo para entendermos o que não fazer. Em tempo: o Brasil é o país com a energia mais limpa e barata (falo da produção) do mundo.
Keaton
Se fizessem isso no Brasil, seria a estrada mais esburacada de todas, de tanto que roubariam os paineis.... E chegaria uma outra turma e reclamaria do desperdicio de dinheiro e etc...
Melocoton Loko
Facebook não dá para comentar.
Mateus Souza
O Dave/EEVBlog já fez vários vídeos explicando muito bem o quão ineficientes são essas 'estradas solares', recomendo ver. https://youtu.be/obS6TUVSZds
Emanuel Schott
Fui comentar isso em uma matéria do O Globo no Facebook e encheu de vira-lata dizendo que eu devo gostar é do Brasil e mimimimi.
Emanuel Schott
O vidro que cobre as células deve ser absurdamente resistente. Um vidro temperado comum (que fazem parte dos painéis normais) não deve aguentar o peso do trafego.
Flavio Toledo
rsrsrsrsss bem lembrado as sombras dos carros iam deixar mas por outro fizessem isso naqueles varios km de ciclovia talvez vale apena.
Wellington Gabriel de Borba
Se fizerem em Goiânia vai gerar energia elétrica para o Brasil inteiro e vai acabar com os buracos do asfalto.
Melocoton Loko
Obra de propaganda política, e legalzinha mas custo-benefício é muito baixo.
ochateador
Não seria mais viável gerar energia através do impacto ? Os veículos passariam em cima e a placa acionaria um mecanismo que geraria energia.
Thiago Elias
Se essa idéia vier para Cuiabá, Não vamos precisar pagar energia nunca mais! Ooh lugar pra ter sol! kkkkkkk
Ricardo - Vaz Lobo
Qual o material que poderia deixar os painéis solares menos caros?
PPKX XD ?????????
E num congestionamento? Todos carros parados tampando os painéis? Em Sampa não ia gerar nada... kkkk
Trovalds
Prova de conceito. Infelizmente custa caro.