A Lenovo anunciou nesta quarta-feira (28) seus notebooks ThinkPad com processadores Intel Core de 7ª geração. Os laptops possuem telas de alta resolução, opção de armazenamento rápido e trackpad melhorado. Mas o mais interessante é que eles rodam o Windows 10 Signature Edition, ou seja, não trazem nenhum bloatware de fábrica.

Isso é ainda mais importante no caso da Lenovo, que já foi acusada de vender PCs com adware pré-instalado: o software indesejado injetava propagandas de terceiros nos resultados de busca do Google e outros sites, sem a permissão do usuário. E a gente sabe que a Lenovo não tem bom histórico em segurança: uma vulnerabilidade permitia infectar o firmware de laptops ThinkPad, desativando proteções do Windows 10.

ThinkPad X270: tela de 12,5 polegadas

Um destaque é o ThinkPad X270, o menor da turma, com tela de 12,5 polegadas, peso de 1,3 kg, RAM de 4 a 16 GB e armazenamento de 2 TB (HD) ou 512 GB (SSD). A Lenovo vai oferecer duas opções de bateria, sendo que a maior é capaz de manter o notebook por 21,4 horas longe da tomada. Chega aos Estados Unidos em março, custando a partir de US$ 909.

ThinkPad 13: o mais acessível

A opção acessível é o ThinkPad 13, que custará a partir de US$ 674, mas continua relativamente fino (19,1 mm de espessura) e leve (1,4 kg). A Lenovo não divulgou as especificações de hardware da versão de entrada, mas sabemos que será possível colocar até 32 GB de memória DDR4, tela sensível ao toque de 1920×1080 pixels e 512 GB de armazenamento em flash PCIe.

ThinkPad T470p: processador de alta performance

Do outro lado está o ThinkPad T470p. O “p” significa “performance”, já que ele traz CPU Kaby Lake de 45 watts, não os chips econômicos da série U (yay!) — entenda a sopa de letrinhas que a Intel anda fazendo nos nomes de processadores. Ele possui GPU GeForce 940MX, até 32 GB de memória DDR4 e bateria de 12 horas, custando a partir de US$ 1.049.

Outra novidade em certos modelos é o Optane, tecnologia de armazenamento ultrarrápida da Intel que funciona como cache e tem velocidade até mil vezes mais rápida que o SSD — nós já explicamos em detalhes o funcionamento do 3D XPoint. Além disso, os notebooks suportam o Precision Touchpad, da Microsoft, que melhora o reconhecimento de gestos nos trackpads.

Ao todo, nove laptops foram apresentados, mas a maioria é formada por pequenas atualizações de hardware de modelos que já existiam. Você pode conferir os detalhes de todas as máquinas no AnandTech.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno Correia
Esse design "Clam Shell" é o que faz um Thinkpad ser um Thinkpad, adiciona robustez ao chassis, é um equipamento de perfil profissional e semi-rugged, se for comparar com outros equipamentos de mesmo nicho o desenho deles também não difere muito disso, um bom exemplo disso são os Dell Latitude, que inclusive também ainda tem um Trackpoint no meio do teclado, assim como os TPs.
Bruno Correia
Muita gente gosta e usa o trackpoint, dê uma olhada na repercussão que os botões virtuais na linha xx40 teve, que fez com que a Lenovo retornasse com os botões físicos na linha xx50 em diante.
ochateador

Tenta usar o pool.ntp.br para as horas. Pelo menos para mim parou de ter horário errado em minha casa e na empresa (o horário desregulado fodia com 90% dos sistemas).

ochateador
Tenta usar o pool.ntp.br para as horas. Pelo menos para mim parou de ter horário errado em minha casa e na empresa (o horário desregulado fodia com 90% dos sistemas).
ochateador

Chamar de mouse é muito otimismo.

ochateador
Chamar de mouse é muito otimismo.
Gertrudes, a Lhama Morta

Opa, faltou colocar as aspas no comentário anterior. Não vejo nada no Ubuntu pelo menos que exija um conhecimento avançado do usuário, não comparado ao Windows pelo menos. Geralmente o pessoal sabe mexer no Windows pois é o mais usado e aprendeu nele.

E sobre o suporte, é bem relativo cara, mas o fato é que o usuário leigo não vai conseguir se ajudar em nenhum deles. Procurando soluções pra alguns probleminhas com o Wine no Linux, achei solução bem mais fácil do que pra alguns problemas que tive no Windows. Como por exemplo aquele bug do disco nos 100%, há solução pra isso? Nunca encontrei, me livrei apenas comprando um SSD. Sobre Mac, nunca tive então não posso opinar. Mas a comunidade open source é super bacana e prestativa, é fácil achar ajuda.

No final, cada um usa o sistema que quiser, infelizmente para algumas coisas ainda somos escravos do Windows (eu ainda precisarei ter por causa do Visual Studio), mas para o resto fico feliz de ter me livrado dele.

Um bonus interessante de usar Linux é que quando os parentes pedem pra eu arrumar o PC eu digo que não sei porque não uso o Windows, e mostro o Linux pra eles. Já me livrei de várias hauahauaga

Gertrudes, a Lhama
Opa, faltou colocar as aspas no comentário anterior. Não vejo nada no Ubuntu pelo menos que exija um conhecimento avançado do usuário, não comparado ao Windows pelo menos. Geralmente o pessoal sabe mexer no Windows pois é o mais usado e aprendeu nele. E sobre o suporte, é bem relativo cara, mas o fato é que o usuário leigo não vai conseguir se ajudar em nenhum deles. Procurando soluções pra alguns probleminhas com o Wine no Linux, achei solução bem mais fácil do que pra alguns problemas que tive no Windows. Como por exemplo aquele bug do disco nos 100%, há solução pra isso? Nunca encontrei, me livrei apenas comprando um SSD. Sobre Mac, nunca tive então não posso opinar. Mas a comunidade open source é super bacana e prestativa, é fácil achar ajuda. No final, cada um usa o sistema que quiser, infelizmente para algumas coisas ainda somos escravos do Windows (eu ainda precisarei ter por causa do Visual Studio), mas para o resto fico feliz de ter me livrado dele. Um bonus interessante de usar Linux é que quando os parentes pedem pra eu arrumar o PC eu digo que não sei porque não uso o Windows, e mostro o Linux pra eles. Já me livrei de várias hauahauaga
João Silverado

Ai que está, no Linux, o usuário tem que entender do sistema se quiser usá-lo. Se der problema, vai saber se virar e arrumar. E dá problemas da mesma forma, não existe sistema perfeito. O SO é livre, vc não paga por ele, mas o suporte é por sua conta.
Já no Windows e Mac, o usuário pode ser noob no SO que consegue usá-lo, só que quando dá problema, o usuário tem que saber no mínimo ligar para o suporte. E a maioria não sabe nem fazer isso. Daí complica. Se alguém aqui tem o SO de forma original, ñ tem pq ter medo de ligar no suporte se ñ consegue resolver sozinho.
Outra coisa é que tem os drivers das fabricantes dos PCs, as OEMs (no caso do Windows). E se essa fabricante faz merda, não há sistema que rode. Só faz uma pesquisa aí pra saber em que hardwares (quais OEMs) o Windows roda bem e quais tem problemas. Vai se surpreender em saber que até mesmo rodando o Windows no MAC, ele roda perfeitamente. Méritos pra Apple que fez um sistema de instalação dos drivers necessários desde o início e de forma decente. Tbm vai encontrar hardwares e versões do SO que tem problemas ou foram corrigidos recentemente. A culpa disso é do Windows ou da Microsoft? Será se o sistema falhar no Surface, do mesmo jeito que um Mac e Iphone tem por obrigação rodar perfeitamente pois a proprietária fabrica o hardware e o software.
Enfim, espero que tenha entendido desta vez.

João Silverado
Ai que está, no Linux, o usuário tem que entender do sistema se quiser usá-lo. Se der problema, vai saber se virar e arrumar. E dá problemas da mesma forma, não existe sistema perfeito. O SO é livre, vc não paga por ele, mas o suporte é por sua conta. Já no Windows e Mac, o usuário pode ser noob no SO que consegue usá-lo, só que quando dá problema, o usuário tem que saber no mínimo ligar para o suporte. E a maioria não sabe nem fazer isso. Daí complica. Se alguém aqui tem o SO de forma original, ñ tem pq ter medo de ligar no suporte se ñ consegue resolver sozinho. Outra coisa é que tem os drivers das fabricantes dos PCs, as OEMs (no caso do Windows). E se essa fabricante faz merda, não há sistema que rode. Só faz uma pesquisa aí pra saber em que hardwares (quais OEMs) o Windows roda bem e quais tem problemas. Vai se surpreender em saber que até mesmo rodando o Windows no MAC, ele roda perfeitamente. Méritos pra Apple que fez um sistema de instalação dos drivers necessários desde o início e de forma decente. Tbm vai encontrar hardwares e versões do SO que tem problemas ou foram corrigidos recentemente. A culpa disso é do Windows ou da Microsoft? Será se o sistema falhar no Surface, do mesmo jeito que um Mac e Iphone tem por obrigação rodar perfeitamente pois a proprietária fabrica o hardware e o software. Enfim, espero que tenha entendido desta vez.
João Silverado

A questão não é o sistema operacional, ñ to falando q o Windows é melhor q Linux e Mac, ñ é isso. O problema é que o cara está errado e não consegue saber o pq. Mas enfim.

João Silverado
A questão não é o sistema operacional, ñ to falando q o Windows é melhor q Linux e Mac, ñ é isso. O problema é que o cara está errado e não consegue saber o pq. Mas enfim.
Hugo Vinícius

É justamente o design deles que maz querer um. Usei um Thinkpad em um lugar onde trabalhei e vi como são robustos e esquentavam bem menos. Esse T470p é quase um sonho, só fala colocar uma GTX 1050Ti no lugar da 940MX pra ficar perfeito.

Hugo Vinícius
É justamente o design deles que maz querer um. Usei um Thinkpad em um lugar onde trabalhei e vi como são robustos e esquentavam bem menos. Esse T470p é quase um sonho, só fala colocar uma GTX 1050Ti no lugar da 940MX pra ficar perfeito.
Gertrudes, a Lhama Morta

Eu fiz uma piadinha que não podia perder e o pessoal começou a xingar gauahauag então eu resolvi chorar minhas mágoas aqui.

Perdi mó tempo ontem por causa dessas atualizações obrigatórias :(

Exibir mais comentários