Início » Mobile » Galaxy A3, A5 e A7 (2017) são os novos aparelhos intermediários da Samsung

Galaxy A3, A5 e A7 (2017) são os novos aparelhos intermediários da Samsung

Resistência contra água e poeira, conexão USB-C e câmeras frontais de alta resolução

Por
1 ano atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Direto de Las Vegas — Samsung anunciou nesta segunda-feira (2) a nova geração de smartphones da linha Galaxy A. Os aparelhos intermediários mantêm o design de alumínio e vidro dos antecessores, trazendo boas novidades: todos possuem resistência contra água e poeira (IP68), suportam o Samsung Pay e têm leitor de impressões digitais.

Por serem os primeiros smartphones da Samsung em 2017, dá para sentir um pouco do que está por vir no restante dos aparelhos da marca. O primeiro detalhe é que o calombo na traseira foi embora, mesmo sendo bem finos (7,9 mm). O Micro-USB também saiu de linha, inclusive no Galaxy A3, dando lugar ao USB-C. E as câmeras frontais têm alta resolução, de 16 megapixels, nos Galaxy A5 e A7.

Em vídeo

Estas são as especificações:

Galaxy A7 (2017)

  • Tela: Super AMOLED de 5,7 polegadas (1920×1080 pixels);
  • Processador: octa-core de 1,9 GHz;
  • RAM: 3 GB;
  • Armazenamento: 32 GB (com entrada para microSD de até 256 GB);
  • Câmeras: traseira e frontal de 16 megapixels (f/1,9);
  • Android: 6.0.16 (Marshmallow);
  • Extras: sensor de impressões digitais, NFC, MST, barômetro e IP68.
  • Bateria: 3.600 mAh com carregamento rápido.

Galaxy A5 (2017)

  • Tela: Super AMOLED de 5,2 polegadas (1920×1080 pixels);
  • Processador: octa-core de 1,9 GHz;
  • RAM: 3 GB;
  • Armazenamento: 32 GB (com entrada para microSD de até 256 GB);
  • Câmeras: traseira e frontal de 16 megapixels (f/1,9);
  • Android: 6.0.16 (Marshmallow);
  • Extras: sensor de impressões digitais, NFC, MST, barômetro e IP68.
  • Bateria: 3.000 mAh com carregamento rápido.

Galaxy A3 (2017)

  • Tela: Super AMOLED de 4,7 polegadas (1280×720 pixels);
  • Processador: octa-core de 1,6 GHz;
  • RAM: 2 GB;
  • Armazenamento: 16 GB (com entrada para microSD de até 256 GB);
  • Câmeras: traseira de 13 megapixels (f/1,9) e frontal de 8 megapixels (f/1,9);
  • Android: 6.0.16 (Marshmallow);
  • Extras: sensor de impressões digitais, NFC, MST, barômetro e IP68.
  • Bateria: 2.350 mAh (nem precisa de carregamento rápido).

Em relação à geração anterior, as baterias estão maiores, os processadores estão mais potentes e a conectividade foi atualizada, com Bluetooth 4.2 e Wi-Fi 802.11ac. Galaxy A5 e A7 finalmente entraram em 2017, com 32 GB de memória interna, o dobro da geração anterior. E o Galaxy A3 finalmente têm quantidade de RAM aceitável — o modelo de 2016 ainda trazia inexplicáveis 1,5 GB.

Como as traseiras estão arredondadas, como no Galaxy S7 e Galaxy Note 7, a ergonomia melhorou bastante: os modelos anteriores eram blocões retos, o que dava uma sensação de serem trambolhões mesmo com telas não muito grandes, de 4,7 a 5,5 polegadas. O software continua com bastante lixo, pelo menos na versão russa que tive contato — embora a Samsung tenha limpado seu Android nos aparelhos mais caros, os aparelhos mais básicos permanecem com bloatwares.

Galaxy A3, A5 e A7 (2017) serão lançados em todo o mundo a partir deste mês, começando pela Rússia, nas cores preto, azul, rosa e dourado. A Samsung ainda não divulgou os valores, mas espere algo mais caro que a média, já que os preços de lançamento dos modelos de 2016 foram bem salgados no mercado brasileiro, por R$ 1.399, R$ 2.199 e R$ 2.499.

Paulo Higa viajou para Las Vegas a convite da Huawei.

Publicado originalmente em 2 de janeiro de 2017. Atualizado para incluir as primeiras impressões.

Mais sobre: , , , , , , ,