Início » Computador » Legion é a nova linha de laptops para games da Lenovo

Legion é a nova linha de laptops para games da Lenovo

A companhia também revelou um headset de realidade virtual e um assistente parecido com o Amazon Echo

Por
03/01/2017 às 13h18
A nova extensão do Tecnoblog está pronta.Baixe agora!

A Lenovo é tida como a maior fabricante de PCs do mundo, mas mesmo assim não tem presença muito expressiva no segmento gamer. Mas isso pode mudar: nesta terça-feira (3), na pré-abertura da CES 2017, a companhia anunciou a linha de notebooks Legion, que vem para competir com marcas como Alienware (Dell) e Predator (Acer). De quebra, a Lenovo também revelou um headset de realidade virtual e a sua versão do Amazon Echo.

Lenovo Legion

Todo laptop gamer deve ter design exótico e iluminação LED com cores chamativas, certo? Bom, não sei se isso é regra, mas a Lenovo decidiu não ser exceção: os dois modelos que marcam a estreia da família Legion têm linhas externas ousadas e opção de teclado com retroiluminação vermelha ou, no notebook mais avançado, colorida.

Lenovo Legion Y520

O Lenovo Legion Y520 pesa 2,4 quilos

O primeiro deles é o Lenovo Legion Y520. O modelo tem tela IPS de 15,6 polegadas com resolução full HD. Dentro do equipamento há uma GPU Nvidia GeForce GTX 1050 Ti, até 16 GB de DDR4, SSD de 128 GB, 256 GB ou 512 GB (ou HD de até 2 TB), Wi-Fi 802.11ac, Bluetooth 4.1, porta Ethernet Gigabit, porta HDMI, quatro portas USB (sendo uma USB-C) e saídas de áudio Harman.

Lenovo Legion Y520

A Lenovo não revelou qual é o processador, mas sabe-se que será um Intel Kaby Lake (sétima geração). Já a bateria não foi tratada com tanta prioridade: no Legion Y520, o componente tem 45 WHr, o que deve garantir até quatro horas de autonomia, segundo a fabricante.

Já o Lenovo Legion Y720 é um notebook mais avançado, com design ligeiramente mais ousado. O modelo também tem tela de 15,6 polegadas full HD (com opção de resolução 4K), mas oferece processador Intel Core i5-7300HQ ou Intel Core i7-7700HQ (sétima geração), GPU Nvidia GeForce GTX 1060 com 6 GB de memória GDDR5, além de bateria de 60 WHr (até cinco horas de autonomia).

Lenovo Legion Y720

Lenovo Legion Y720

As demais especificações são quase as mesmas que encontramos no Legion Y520, com alguns diferenciais. Por exemplo: a porta USB-C também é Thunderbolt 3; as saídas de áudio são da JBL e contam com subwoofer.

Lenovo Legion Y720

Headset para realidade virtual

Um headset para realidade virtual tipo o Oculus Rift, só que um pouco mais compacto e leve — algo em torno de 350 gramas. Essa é a proposta do dispositivo da Lenovo que, por estar em desenvolvimento, ainda não tem nome oficial.

Felizmente, o protótipo que a Lenovo está exibindo na CES revela algumas características importantes, apesar de não ser funcional. Já sabemos, por exemplo, que o headset usa dois painéis OLED de 1440×1440 pixels e conta com duas câmeras frontais para gerar mapas 3D do entorno.

Headset para realidade virtual da Lenovo

Outro detalhe relevante: o headset terá como base a futura plataforma Windows Holographic, da Microsoft. Com isso, o dispositivo será compatível com aplicações de realidade virtual desenvolvidas para o Windows 10. O vídeo abaixo dá uma noção de como a Windows Holographic deve funcionar:

Lenovo Smart Assistant

Talvez o título de anúncio mais inusitado fique para o Lenovo Smart Assistant, uma versão do Amazon Echo, digamos assim. A comparação não é exagero: além de também ter formato de torre, a novidade conta com a Alexa, a assistente de voz que está presente no Echo.

Lenovo Smart Assistant

A própria Lenovo destaca que desenvolveu o equipamento graças ao apoio da Amazon. O modo de funcionamento é similar ao do Echo, portanto: o usuário pode pedir, via comando de voz, que a Alexa toque uma música, marque um compromisso na agenda ou faça as vezes de um despertador, só para dar alguns exemplos.

Mas há diferenciais, é claro. O Smart Assistant vem com oito microfones de campo (contra sete do Echo) com supressão de ruído e cancelamento de eco que permitem ao equipamento ouvir comandos em distâncias de até cinco metros, segundo a Lenovo. Além disso, a companhia promete uma versão com saídas de áudio Harman Kardon para quem faz questão de um som mais claro e potente.

Lenovo Smart Assistant

Quando? Quanto?

A ser lançado em fevereiro, o notebook Legion Y520 custará a partir de US$ 899,99 e, assim como os demais produtos revelados, será disponibilizado em “países selecionados” — a companhia não informou se o Brasil estará entre eles (mas eu acho pouco provável). Já o Legion Y720 chegará em abril com preço inicial de US$ 1.399,99.

Lenovo Legion Y720

Lenovo Legion Y720

Como ainda não foi finalizado, o headset não tem data de lançamento, mas deve chegar ainda em 2017 com preço entre US$ 300 e US$ 400.

Por fim, o Lenovo Smart Assistant será lançado em maio com três opções de cores — cinza claro, verde e laranja — e preço de US$ 129,99. A versão com áudio Harman Kardon custará US$ 179,99.

A Lenovo promete lançar ainda, por US$ 139,99, o Smart Storage, uma espécie de NAS com 6 TB de capacidade que tem entre seus atrativos um app de reconhecimento facial para classificação automática de fotos.

  • O Y520 já me supriria excelentemente bem. Pena q se um dia vier para cá custará quase 6K tranquilamente.

  • Mickael Fernandes

    Eu me interesse pelo Legion Y720. Estou querendo um note “gamer”, pena que, se chegar, será caro e não tenho tempo hábil (vou no PY em fevereiro ou comprarei no Brasil mesmo).

    • Anakin

      no PY você pretende comprar qual?

      • Mickael Fernandes

        Então, cara, eu precisava ver pessoalmente, só vi algumas opções pela net.

        Todos estão na faixa de 4k. O que estou mais tentado é um HP Omen, com GTX965m 4gb, i7 6700HQ,12gb, 1TB+SSD, 17″ (4K) e áudio Bang&Olufsen (deve ser animal, tive um HP com Beats e realmente era melhorzinho que os comuns) por $1070.

        Vi alguns da Acer com a configuração semelhante acima, porém GTX960m, HD 1 ou 2TB+256SSD e tem alguns com tela 4K. Tem um da Predator que fiquei interessado, mas perdi o modelo, talvez acabou.

        Pelo mesmo preço tem um Alienware também, i5 e 8gb. Esse está descartado pela config, mas compensa para fazer lucrinho, visto o preço dele no Brasil.

        Contudo, estou aberto a sugestões e elas seriam muito bem vindas

        • Melocoton Loko

          Esse é o preço no PY? Está bem bom.

          • Mickael Fernandes

            Sim. Esse Omen que citei está me deixando louco, achei o preço muito bom pela config e ainda falta um mês para ir lá :/

            Fiquei gamado num da MSI, com I7 7700HQ+SSD+16gb+GTX1060 6gb+Mochila+Teclado SteelSeries, mas foge bem do orçamento. Está $1900, modelo GS63VR 7RF.

          • Flavio Toledo

            ainda bem Omen colocou com O maiusculo imagine se fosse com H.

          • Mickael Fernandes

            É, meu amigo, cada um vê o que quer…

        • Kaimian De

          Se vc conseguir por um preço bom notebook com NVIDIA série 1000 seria bem melhor pra vc, já que elas tem um desempenho muito melhor que as maxwell 900 series em notebook.

          • Mickael Fernandes

            Pior que sei, @kaimiande:disqus . Mas o mais barato que vi foi o MSI que citei abaixo, por uns R$6500, bem longe do orçamento. Dá quase para montar um outro PC aqui com configurações boas com a diferença.

          • Kaimian De

            Já viu se tem um mais em conta na Dell? Realmente mt caro esse MSI.

          • Mickael Fernandes

            Creio que só descobrirei pessoalmente, pois o Dell que vi (com GTX960) está ainda mais caro que as outras marcas, ~R$4300.

          • Kaimian De

            O tenso é que uma 960 de notebook é mt mais fraca que uma no PC convencional. Só a série 1000 se equipara tanto no note como no PC. Digamos que uma 960 no note é igual uma 950 no PC. Que é tipo uma 750ti ligeiramente melhorada. Não vale a pena pagar mt acho. Não tem notebooks com placas rx470/80 né? Por serem mais novas como a geração 1000 deve ter desempenho real mais aproximado das respectivas placas de PC. O único que eu vi foi no MacBook novo no modelo mais caro, vem com uma amd rx455.

          • Mickael Fernandes

            Também sei disso!!! Estou triste pra caramba de pegar um modelo “defasado”, mas aqui no BR ele custa muito mais com menos recursos e a série 1000 está inviável. Quem sabe abaixe, mas não tenho esperanças.
            Só que a 965 é mais forte que a 960, um tanto razoável pelo que vi.

            Até onde eu sei não tem não, amigo. Mas não posso afirmar com certeza.

          • that_guy

            Camarada, eu dei uma pesquisada nesse MSI e achei simplesmente sensacional. Creio que o atrativo dele é a portabilidade associada ao desempenho insano, pois pesa ~1.8kg (e 18mm de espessura) contra os quase 3kg do HP (e 30mm de espessura). Além disso ja conta com a geração mais atual tanto da gpu nvidia quanto do i7. Outras vantagens seriam os 16gb de ram e o ssd 256gb que marca 2000MB/s em leituras sequenciais e 1300MB/s na escrita.
            Óbvio que cada um sabe onde aperta o calo, mas em termos de valor por tecnologia embarcada acho que um note similar no brasil nao sairia por menos de 12k. Num cenário mais favorável do dolar, nao tinha nem o que pensar. O HP tb é uma ótima opção pelo baixo custo, mas não tenho certeza se ele resistiria tanto tempo antes de se tornar defasado. Já o MSI eu creio que seria note para os próximos 3 anos pelo menos.

          • Mickael Fernandes

            De fato, o preço dele no Brasil é o mencionado. Não tenho dúvidas de que ele é sensacional, amigo. Veremos em breve qual será a melhor opção…

            Só não concordo com a duração deles. Tenho um note aqui Itautec dual core 2gb de ram que funciona perfeitamente até hoje. Tive alguns outros notes bem inferiores que duraram anos. Com certeza eu faria esse HP durar uns 7, assim como um amigo meu que tem um HP “gamer” está usando. Esse MSI duraria não só esses mesmos anos, mas com maior fôlego, talvez até mais. Acho que tudo depende de quem e como cuida.

          • that_guy

            Em termos de funcionalidade, se bem cuidados serão notebooks pra vida toda. Eu me referia ao fator defasagem, uma vez que a cada 6 meses é lançada uma nova geração de componentes, games e tecnologias que vão tornando nossos PCs desatualizados e obsoletos. Daí a idéia de investir um pouco mais para prolongar essa vida útil. Mas no fundo, creio que minha opinião é fortemente influenciada pelo contraste dos designs, sendo o HP um tanto bolachudo face ao perfil slim do MSI. Em termos de hardware, não acho que a diferença de desempenhos seria tããão perceptível a ponto de justificar o abismo entre os preços. Meu irmão já teve um HP Envy que mais parecia um grill rodando jogos que exigiam da gpu, então a HP acaba tendo isso contra ela no meu ponto de vista.

          • Mickael Fernandes

            Hahaha, pior que já conheço a fama da HP.

            O desempenho a 1060 faz justificar o preço, uma vez que o desempenho páreo com o PC não é algo comum. Porém, como eu disse por aí, a diferença de 3k dá para eu montar um outro pc no Brasil mesmo com a GTX1060 ainda, ou a RX480, caso prefira.

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Os notegames vão acabar com os consoles?

    • Kaimian De

      Por esse preço?

      • Ricardo – Vaz Lobo

        qualquer preço.

        • Kaimian De

          Acho que não, console ainda é mais prático pra ligar na TV da sala e é mais barato também.

          • Ricardo – Vaz Lobo

            valeu, obrigado.