Início » Computador Gadgets » Os chips Intel Core de 7ª geração (Kaby Lake) estão entre nós

Os chips Intel Core de 7ª geração (Kaby Lake) estão entre nós

Os novos chips foram anunciados oficialmente pela Intel na CES 2017

Por
21 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Intel Kaby Lake

A Intel antecipou algumas informações sobre os chips Kaby Lake — a sétima geração de processadores Core — em agosto do ano passado, mas decidiu só agora, com a CES 2017, dar mais detalhes sobre a nova linha. Pudera: o evento marca a chegada oficial dos chips Core i3, i5 e i7 de sétima geração ao mercado.

Chips Kaby Lake de baixo consumo e, portanto, voltados a ultrabooks, híbridos e afins, começaram a ser disponibilizados em setembro de 2016, mas os modelos para desktops e notebooks mais parrudos tiveram que esperar por 2017.

Mas aqui estão eles. São quatro séries:

  • a Y atende a dispositivos compactos, PCs “stick” e afins (inclui o processador Core m3);
  • a série U, aquela que já estava disponível, atende a computadores portáteis de baixo consumo, como já dito;
  • a série H é voltada a notebooks e workstations móveis de alta performance (inclui um processador Xeon de 45 W);
  • por fim, temos a série S, que é direcionada a desktops, computadores do tipo all-in-one e por aí vai.

Intel Kaby Lake - séries

Conforme expliquei aqui, a família Kaby Lake pode ser considerada uma versão melhorada da linha Skylake, de sexta geração. Pela lógica que a Intel adotava, os novos chips deveriam ter processo de fabricação de 10 nanômetros, mas possuem 14 nanômetros, tal como os processadores Skylake. A razão disso é que a Intel se viu obrigada a abandonar o ciclo de atualizações “tick-tock”.

Na prática, isso significa que os chips Kaby Lake têm várias semelhantes com a linha Skylake, incluindo o uso do socket LGA 1151. O que há de diferente, então?

Segundo a Intel, os novos processadores são mais eficientes no processamento de conteúdo em 4K (incluindo transmissões em 360 graus nessa resolução), têm mais performance em games (o ganho de desempenho pode chegar a 20% em relação à sexta geração em notebooks para gamers), além de suporte ao Thunderbolt 3 e a SSDs com tecnologia Intel Optane, que promete dar ainda mais velocidade a esse tipo de dispositivo.

Intel Kaby Lake - séries Y, U, H

O líder da gangue é o processador Core i7-7700K, um quad-core de 4,2 GHz (4,5 GHz em modo turbo), 8 MB de cache L3 e TDP de 91 W que, de acordo com alguns reviews publicados recentemente (como este), possui desempenho bastante satisfatório para um chip topo de linha, mas não muito superior na comparação com o Core i7-6700K, o topo de linha da geração anterior.

Intel Kaby Lake - série S

Em outras palavras, as impressões iniciais dão conta de que o Core i7-7700K até convence, mas não impressiona. E essa percepção provavelmente valerá para toda a linha.

Quanto aos preços, o valor do Core i7-7700K (em lotes de mil unidades) é estimado em US$ 305. O processador Kaby Lake mais barato é o dual-core i3-7100U, que sai por US$ 109 (também em lotes de mil unidades). Os primeiros computadores equipados com os novos chips devem ser anunciados já na CES 2017.

  • Thalles Ferreira

    Uma pergunta meio noob, mas que talvez sejam de outras pessoas também:
    Um processador i3 de 6ª geração (de PC, não de notebook) é melhor que um i5 (ou até i7) de 2ª ou 3ª geração?

    Não penso só no consumo de energia que eu sei que é sensivelmente menor, mas penso mais nas outras coisas (placa gráfica onboard e desempenho). Se eu fosse montar um PC hoje (daria o meu atual pro meu pai e ficaria com o novo), só teria grana pra gastar num i3 mesmo, daí queria saber se teria um upgrade razoável ou se nem compensaria.

    • Em questão de desempenho ficaria mais ou menos elas por elas. Só talvez aplicações específicas que se aproveitem bem de mais de 2 núcleos físicos dariam alguma vantagem pros i5/i7 antigos.

      • Vitor

        Há 4 anos eu tenho um notebook equipado com o I7 2670qm e recentemente comprei um notebook da Acer equipado com I3 6100u, nas mesmas condições de memória e Ssd o I7 continua sendo superior principalmente em tempo de abertura dos programas e também em capacidade de processar várias aplicações ao mesmo tempo.
        A evolução em consumo foi bem notável, por isso comprei um notebook com i3, mas o i3 em processamento pode até bater um i5 de segunda ou terceira geração, porém do i7 ainda está longe.
        Comparando com a evolução dos ARM em processamento, a Intel tá muito acomodada.

    • Renan Rufino

      Cara, eu montei um com o i3-6100 e te falo: SIM! Montei pra uma empresa então não uso ele no dia a dia mas fiquei testando um tempo e conseguia rodar até alguns jogos no high, por exemplo, sem placa de video.
      Óbvio que se você for fazer algumas tarefas que precisem de núcleo de verdade ele vai engasgar um pouco por causa dos poucos núcleos.

      • Daniel San

        Mas só pelo desempenho de gráfico não dá pra dizer que é melhor. Acho que as GPU da Intel é praticamente a mesma entre todos os processadores da mesma geração. Tem que ver o resultado de benchmark de processamento.

        • Renan Rufino

          Não é não, as GPU derem um upgrade significativo

          • Daniel San

            Você tá falando em relação a geração ou em relação a modelo (i3, i5, i7)?

          • Renan Rufino

            Nao, to falando das geração e não dos modelos.
            Foi o que ele perguntou: Se vale pegar um I3 2016 ou um I5/I7 2010~2012

          • Daniel San

            Ele perguntou “Um processador i3 de 6ª geração (de PC, não de notebook) é melhor que um i5 (ou até i7) de 2ª ou 3ª geração?”

            E o que eu quis dizer é que no quesito GPU quase qualquer modelo de uma geração mais nova vai dar uma surra na GPU de um modelo mais velho da Intel. Mas em relação ao desempenho da CPU isso depende do modelo e do teste. Alguns i3 da 6ª geração ganham em processamento single core dos i5 da 2ª, mas em multicore é muito difícil um i3 da 6ª bater mesmo um i5 da 2ª

    • SiouxBR

      Dica: coloque um SSD no seu i3 e ele ficará com um desempenho de um i7 com HD de 5400 RPMs. Sério!!! Depois que você experimentar um SSD, nunca mais irá se preocupar com processador (exceto para aplicações que façam uso intensivo de CPU, as quais, diga-se de passagem, são bem incomuns para usuários normais).

    • Nicolas

      Cara via de regra não i5 e i7 tem mais cores e mais threads pra trabalhar logo eles vão ser mais potentes que o i3 mais novo

      Mas dependendo o tipo de aplicação você vai ter umas vantagens quando usar um processador mesmo sendo o i3 uma delas é o video integrado o video dos processadores mais novos é bem melhor do que os antigos a intel melhorou bastante isso, se vc comparar a gen 1 ou 2 dos cores com hoje em dia você vai ver que mudou bem.

      Agora falando em jogos o i3 já não é muito indicado porque hoje em dia e pelo menos na teoria cada vez mais os jogos estão se beneficiando de vários cores então um i5 seria o mais indicado, mas mais uma vez depende do que você planeja jogar se for algo mais casual não vai ter problema agora se quiser rodar tudo novo o i5 seria uma escolha mais certeira.

      Quanto ao SSD desculpe quem disse mas não tem nada a ver falar que o ssd vai fazer seu i3 virar i7, SSD só vai acelerar o acesso aos arquivos e não fazer seu i3 processar mais rápido, sem contar que não faz sentido gastar dinheiro num SSD em vez de colocar em processador/placa de video onde o ganho seria bem maior em performance em aplicativos/jogos

  • Victor Mateus Oliveira

    A apple disse que não ofereceu suporte para mais que 16gb nem ddr4 por causa do processador da intel. Que não existia opção de baixo consumo de energia que suportasse.
    Pergunta: esses novos processadores suportam ddr4 e +16gb de ram com baixo consumo de energia?
    Alguém sabe dizer?

    • Yago Oliveira

      No caso os processadores dos novos notebooks da Apple utilizam a sexta geração Skylake, pode ser que nessa nova versão essa limitação tenha sido perdida. Mas eu também estou curioso a respeito.

    • Lucas Carvalho

      Eu não sei, cara.

    • Gabriel Lopes

      Olha, não sei se busquei a informação do modelo de Macbook certo, mas se for o Macbook Pro 2016, ele tem um i5-6267U (segundo o ifixit), e este modelo de processador suporta até 32gb de ram em 2 canais, tanto dd3 quanto ddr4.

      Então, procurando um pouco mais, encontrei um link para o MacRumors onde o Phil Schiller diz que basicamente o Macbook não suporte mais que 16gb por consumir muita bateria.

      Não contente eu encontrei uma informação de que acontece a mesma coisa com o XPS, ele utiliza skylake também, e diz que, no XPS15 (que suporta 32gb ddr3) a bateria é drenada muito mais rapidamente, isso se repetiria se utilizar memórias ddr4.

      Basta agora, comparar a 6 e a 7ª geração para saber se há uma diferença significante para termos 32gb disponível no próximo MBP.

  • Alf

    Na tabela, na parte dos processadores H, os modelos i5-7440HQ e i7-7700HQ possuem os mesmos números. Alguém sabe as diferenças ?

    • Yago Oliveira

      Pelo que eu pude entender a diferença é que o i5 não possui a tecnologia Hyper Threading, possuindo seus 4 núcleos físicos. O i7, por sua vez, possui 4 núcleos físicos e outros 4 núcleos “virtuais” por assim dizer, ou seja, cada núcleo consegue realizar 2 tarefas ao mesmo tempo, embora isso não signifique o dobro do desempenho, longe disso. Ah e tem a questão do V-PRO que eu não sei para que serve mas o i5 tem e o i7 aparentemente não.

      • Ricardo

        A galera do Tecnoblog poderia ajudar a entender essas tecnologias de núcles e virtualizações presentes em processadores e MB.
        Eu sabia algumas coisas e como distinguir e diferenciar quando tinha um Desktop para jogos, mas com o desuso, isso está num canyon do meu cérebro.

    • Felipe

      Na verdade não possuem os mesmos números. A diferença está nos núcleos (cores). O i7 que você citou tem 4 núcleos físicos (cores) e 8 lógicos (threads), já o i5 citado tem 4 núcleos físicos e 4 núcleos lógicos. Um outro ponto é que a frequência máxima da placa gráfica onboard do i7 citado é maior (100 Mhz a mais q o i5). Obviamente que o i7 tem uma performance melhor. 😀

  • Carlos Ramos

    qual vai ser o sucessor do i3 6100 pra desktop? tendi nada nao vi i3 na serie S se alguem poder me tirar essa duvida e tbm quando vai ta disponivel na kabum? ‘exemplo’

    • Melocoton Loko

      Já esta no kabum.

      • Carlos Ramos

        ta mas é o i5 e i7 quero comprar o i3 preferencia com T no final nessa epoca de hoje energia muito cara tem que investir em eficiencia tem i3 4ghz que o consumo é 35w, ja que tenho uma gtx 750 superclokerd que nao consome nada de luz e é ótima placa de video investindo num desse de 35w fim do mes conta de luz nem paga e.e so de 2 em 2 meses, rodo jogo pesado com um core 2 duo 2.8 e essa 750 sc https://www.youtube.com/watch?v=2nQORf91YPU

        • Melocoton Loko

          Estranho, mas acredito que não deve demorar.

          • Carlos Ramos

            Esperando mas ta demorando, vou acabar pegando i3 6100 mesmo ja ta menos de 500 temer e tou achando e vou pega placa mae b150 msi gaming vem um mouse top e tem todas conexões que preciso, como ja uso uma msi aqui a 8 anos nunca deu problema…

          • Melocoton Loko

            Se tá com pressa pega a 6100 mesmo até porque não tem muita diferença para a geração mais nova, não vale a pena ficar esperando.
            Se quiser tu pode entrar em contato com os varejistas para saber quando chega os novos i3.

          • Carlos Ramos

            entrei porem eles nao sabem tbm, mas vi que esses com T no final chega aqui muito caros, vou pegar 6100 mesmo, vi falar q os setima geraçao esquenta de mais

      • Carlos Ramos

        ta i5k e i7k esses gasta energia de mais quero eficiencia luz aqui cara de mais

        • Melocoton Loko

          O consumo do i5 e em torno dos 65w.

  • Keaton

    Só curiosidade, faz quanto tempo que a AMD não anuncia processadores novos? Dois anos?

    • Anônimo

      Anunciaram ano passado… E Ta saíndo do forno agora os processadores AMD “Ryzen” e as VGAs “Vega” (dizem que estão prometendo dar umas boas surras em boa parte do alto escalão da Intel/Nvidia, pois querem entrar p briga na área de programação avançada indo muito além de games..) Será a AMD enfim acordando pra vida??

      http://www.ve.ga
      http://www.amd.com/pt-br

      Teve até lives hoje quanto a isso e a AMD quem chamou pra briga agora.. Aguardar novos capítulos

      • Keaton

        Nuss… Sério, não vi noticias sobre o Ryzen no Brasil.
        Se o Tecnoblog fez alguma, eu perdi.

        O ultimo lançamento da AMD que vi só me decepcionou… vamos ver se a AMD consegue voltar aos tempos de glória…

  • Direito Fake

    PENSANDO EM COMPRAR ESSA CONFIGURACAO PARA JOGAR , MMORPG!!
    O QUE ACHAM?

    Processador Intel Core i3-6100 Skylake, Cache 3MB, 3.7Ghz, LGA 1151, Intel HD Graphics 530 BX80662I36100

    Placa de Vídeo VGA PowerColor Radeon RX 460 Red Dragon 4GB GDDR5 AXRX 460 4GBD5-DHV2/OC

    Placa-Mãe GIGABYTE p/ Intel LGA 1151 mATX GA-H110M-H DDR4

    Memória Kingston HyperX FURY 16GB (2x8GB) 2133Mhz DDR4 CL14 Black Series – HX421C14FBK2/16

    Fonte C3 Tech ATX 500W DSA-500VE 20+4P?? dizem que nao e boa, qual colocaria no lugar?

    1TB SATA3 64MB CAVIAR GREEN WD10EURX WESTERN DIGITAL

    ?

  • Direito Fake

    ESSA CONFIGURAÇÃO

    Processador AMD FX-8350 Vishera c/ Wraith Cooler, Cache 8MB, 4.0GHz (4.2Ghz Max Turbo) AM3+ FD8350FRHKHBX

    Placa-Mãe GIGABYTE p/ AMD AM3+ ATX GA-970A-D3P, CrossFireX, UEFI DualBIOS, DDR3, SATA 6Gb/s , USB 3.0

    Placa de Vídeo VGA MSI Radeon RX 470 4GB DDR5 RX 470 GAMING X 4G

    Memória Corsair Vengeance 8GB 1600Mhz DDR3 CL10 Black – CMZ8GX3M1A1600C10 (CM3X8GA1600C10V2) X 2
    I

    HD Seagate SATA 3,5´ BarraCuda 1TB 7200RPM 64MB Cache SATA 6Gb/s – ST1000DM010

    Fonte Corsair CX-600W – CP-9020048-WW 80 Plus Bronze

    RODARIA OS GAMES ATUAIS E MMORPG NUMA BOA, SEM SER NO ULTRA?

  • Direito Fake

    ESSA CONFIGURAÇÃO

    Processador AMD FX-8350 Vishera c/ Wraith Cooler, Cache 8MB, 4.0GHz (4.2Ghz Max Turbo) AM3+ FD8350FRHKHBX

    Placa-Mãe GIGABYTE p/ AMD AM3+ ATX GA-970A-D3P, CrossFireX, UEFI DualBIOS, DDR3, SATA 6Gb/s , USB 3.0

    Placa de Vídeo VGA MSI Radeon RX 470 4GB DDR5 RX 470 GAMING X 4G

    Memória Corsair Vengeance 8GB 1600Mhz DDR3 CL10 Black – CMZ8GX3M1A1600C10 (CM3X8GA1600C10V2) X 2
    I

    HD Seagate SATA 3,5´ BarraCuda 1TB 7200RPM 64MB Cache SATA 6Gb/s – ST1000DM010

    Fonte Corsair CX-600W – CP-9020048-WW 80 Plus Bronze

    RODARIA OS GAMES ATUAIS E MMORPG NUMA BOA, SEM SER NO ULTRA?

  • Marlon Faust

    “a série H é voltada a notebooks e workstations móveis de alta performance (inclui um processador Xeon de 45 W);” Já tem pra vender? Alguma sugestão de modelo?

    Obrigado 🙂

  • Souza

    Curiosidade para quem ainda não sabe:
    Vou arbitrariamente usar o i7-7700x (x é um letra qualquer dentre várias que tem).
    Linha do Modelo: i7
    Geração: 7
    Número do Modelo: 700
    Sufixo: x (com dito acima uma letra qualquer que pode ser U, H …)
    Obs: agora tem a tal Y i7-7y75 que ficou nessa posição aí.

    Claro que precisa de mais detalhamento e o Tecnoblog se já não fez, poderia fazer uma matéria explicado com detalhes.
    Uma assunto que quero entender melhor: os tais núcleos virtuais.
    O Sistema operacional vê um dual core real com se fosse 4 núcleos reais, mas são dois cores reais e dois virtuais.
    A vantagem estaria na divisão de tarefas em 4 para que os dois núcleos reais trabalhassem com partes menores?
    Exemplo: tarefa seria dividida em duas partes de 50 (em um total de 100), mas usando + dois cores virtuais ( threads ), a tarefa seria dividida em 4 parte de 25.

    Enfim, é isso?
    Seria a vantagem?
    Pois não acho graça nesses threads não.
    Uma vez tive que desligar os threads de um processador, pois um sistema Telecárdio ficou maluco quando os cores virtuais entravam em funcionamento. Parece que não se dava bem em dividir tarefas com os núcleos virtuais.

  • Murilo Kuraki

    Alguém saberia me informar se estes processadores já vem com o cooler ou tem que comprar a parte? E funciona pra desktop ou só notebook? Não entendi muito bem..

  • Carlos Ramos

    Galera ja fiz um pedido de um i3 6100 porem nao paguei ainda, vcs acham que vale a pena pagar 475,00 por um sexta geraçao ou esperar i3 sétima? sera que os preços vai ser quase iguais? e quando chega no brasil os i3 7 geraçao pq ate agora nada….

  • Leandro Franco Tavares

    Possuo 1 placa com Z170, se quiser colocar 1 7700k ele funcionará na minha placa mãe?

    • Márcio Fontes

      Estou tendo dificuldades com incompatibilidade amigo, moh dor de cabeça mesmo atualizando a bios. Olhe meu post ai em cima.

  • Márcio Fontes

    Boa noite pessoal. O meu problema me parece ainda pior, comprei a placa mãe da gigabyte H170M-D3H DDR3 e instalei meu processador I7 7700 e nada de dar imagem, li a respeito da atualização da Bios no site do fabricante, tive que comprar um celeron G3900 para fazer a atualização e atualizei a Bios para a versão F20a que é a ultima lançada com o recurso para os processadores de 7° geração intel e para minha surpresa ao reinstalar o I7 7700 o problema PERSISTE, estou muito triste, entrei em contato com a gigabyte e informei o ocorrido e agora estou na espera angustiante pela resposta. Quando tiver novidades eu volto a postar aqui 🙁

  • Maat Henrick

    Perguntinha:
    A placa mãe da gigabyte GA 110M H é compativel com processadores de Kaby Lake? Comprei um computador semana passada com essa placa, e um i5 7400, porém sempre q ligo o mesmo da 5 bips longos (que são considerados problema na cpu) e acaba reiniciando em seguida. Alguém tem alguma sugestão de como solucionar o problema?

    • Leandro Souza Da Silva

      bom dia amigo intão eu estou querendo montar um computador com essas mesmas peças e até aonde eu entendi basta ir ao sait da placa mãe e atualizar a bios da placa mãe, estou em busca de mais em formações qualquer coisa eu venho aqui e te falo

  • Canal TZB

    Qual placa mãe suporta esse processador?