Início » Mobile » Uma olhada de perto no Zenfone 3 Zoom e Zenfone AR

Uma olhada de perto no Zenfone 3 Zoom e Zenfone AR

Asus revela Zenfone 3 Zoom com zoom óptico de 2,3x e bateria de 5.000 mAh. Zenfone AR com Tango e Daydream chega ao mercado com até 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento.

Por
1 ano atrás

Direto de Las Vegas — A Asus anunciou nesta quarta-feira (4) dois novos smartphones durante a CES 2017. O Zenfone 3 Zoom se destaca pela câmera dupla com zoom óptico e pela bateria gigante de 5.000 mAh. Já o Zenfone AR é preparado para realidade aumentada e virtual, sendo o primeiro do mercado a suportar Tango e Daydream no mesmo aparelho. Como eles são? Eu fui conferir os aparelhos de perto.

Em vídeo

Zenfone 3 Zoom

O Zenfone 3 Zoom leva o zoom óptico para um smartphone, mas sem a saliência na traseira do modelo original, lançado no Brasil em 2015. A Asus adotou a mesma solução do iPhone 7 Plus, colocando duas câmeras no mesmo aparelho: uma tem lente grande angular (25 mm) com abertura f/1,7 e outra tem distância focal de 59 mm (f/2,6), para enxergar mais longe. Fazendo as contas, o zoom óptico é de 2,3x.

Não é uma solução tão engenhosa quanto a combinação de prismas e motores do Zenfone Zoom, mas é certamente mais eficiente — e deve corrigir a principal deficiência do modelo anterior, que tinha lente mais fechada (f/2,7–4,8) e sofria em condições de baixa iluminação. Além disso, sem nenhum calombo, a espessura ficou em apenas 7,9 mm, o que é ainda mais impressionante se considerarmos que a Asus colocou uma bateria com capacidade de 5.000 mAh dentro do aparelho.

Quanto ao hardware, estamos falando de um smartphone parecido com o Zenfone 3: ele possui tela de 5,5 polegadas (1920×1080 pixels) e processador octa-core Snapdragon 625. Haverá modelos com 32 GB, 64 GB ou 128 GB de armazenamento interno (com entrada para microSD de até 2 TB) e até 4 GB de RAM.

O único problema com esse processador é que, pelo fato do Zenfone 3 Zoom ser um Zenfone 3 com uma câmera melhor e uma bateria maior, ele vai necessariamente ser mais caro. Sendo mais caro, deve entrar na faixa de preço de smartphones que trazem uma CPU e, principalmente, uma GPU bastante superior. A proposta, de acordo com a Asus, é que ele seja um smartphone para tirar fotos boas o dia inteiro, sem medo da bateria acabar.

Segundo a Asus, o Zenfone 3 Zoom é capaz de filmar em 4K por 6,4 horas contínuas com uma única carga (!) e também funcionar como bateria externa para outros dispositivos. Há estabilização óptica e digital, e o foco automático é auxiliado por três tecnologias (deteção de fase, laser e contínuo), o que permite focar um objeto mesmo em movimento em apenas 0,03 segundo.

O Zenfone 3 Zoom será lançado a partir de fevereiro. O preço ainda não foi divulgado. No Brasil, ele será apresentado no Asus Onboard 3, evento anual que a Asus faz em um cruzeiro e que, até o momento, aconteceu em março ou abril.

Zenfone AR

Como o nome sugere, o Zenfone AR tem tudo a ver com realidade aumentada. Ele suporta Tango, a tecnologia de visão computacional do Google que permite criar experiências como mapeamento em 3D, navegação indoor, medição de objetos e interação com o mundo real. É o segundo smartphone do mercado a suportar a novidade, depois do Lenovo Phab 2 Pro.

Mas o Zenfone AR também está preparado para realidade virtual: ele roda Android 7.0 Nougat e tem suporte ao Daydream, plataforma do Google que reúne aplicativos e games de VR. Para melhorar a experiência, o aparelho traz display Super AMOLED de 5,7 polegadas com resolução de 2560×1440 pixels e um sistema de três câmeras (a principal, de 23 megapixels, além de uma câmera de rastreamento de movimento e outra de detecção de profundidade).

Uma ponto interessante do Zenfone AR é o design. Ele tem uma traseira de couro, que tem o problema de desgate e deve ficar com marcas de uso rapidamente (quem comprou um Zenfone Zoom ou Moto X de couro sabe disso), mas tem uma pegada e uma sensação ao toque muito boa — além de ter tornado o aparelho bem elegante.

Completam o conjunto um processador quad-core Snapdragon 821, armazenamento interno de 32 GB, 64 GB, 128 GB ou 256 GB (com entrada para microSD de até 2 TB) e, pela primeira vez num smartphone, até 8 GB de RAM. O preço ainda não foi revelado, e o Zenfone AR será lançado a partir do segundo trimestre de 2017.

Paulo Higa viajou para Las Vegas a convite da Huawei.