Início » Negócios Web » Stories do Instagram exibirão anúncios (vídeos do Facebook também)

Stories do Instagram exibirão anúncios (vídeos do Facebook também)

Por
11/01/2017 às 16h55
A nova extensão do Tecnoblog está pronta.Baixe agora!

Instagram Stories

Eu tinha minhas dúvidas sobre o sucesso das stories no Instagram, mas a ideia realmente convenceu. Lançado há cinco meses, o recurso é utilizado diariamente por 150 milhões de usuários no mundo todo. Pois bem, chegou o momento de explorar esse sucesso: o Instagram Stories exibirá anúncios estáticos e em vídeo em breve.

Criado para fazer frente ao Snapchat, o recurso permite que o usuário publique fotos e vídeos de curta duração que ficam disponíveis por apenas 24 horas. Para visualizar as stories de outros usuários, tudo o que é necessário fazer é clicar nos círculos que aparecem no topo do aplicativo.

Com o novo sistema de anúncios, o usuário poderá encontrar entra as stories uma imagem de teor publicitário que dura cinco segundos ou, ainda, um vídeo de até 15 segundos. Ambos os tipos serão identificados como conteúdo patrocinado e poderão ser pulados. O vídeo abaixo dá alguns exemplos:

A intenção do Facebook — que controla o Instagram, como você deve saber — é oferecer aos anunciantes um formato de publicidade mais envolvente, digamos assim. Atualmente, há apenas a opção de anúncios inseridos no feed e que, portanto, podem ser descartados com uma simples rolagem de tela. A nova opção será exibida em tela cheia e exigirá uma ação do usuário para ser descartada.

Os anunciantes poderão mostrar anúncios de campanhas globais ou regionais — exibidas de acordo com a localização do usuário. Entre as primeiras empresas a explorarem o novo formato estarão Airbnb, Nike e Coca-Cola. A exibição começará nas próximas semanas.

Vídeos do Facebook também terão anúncios

É o que afirma o Recode. Pessoas envolvidas com o Facebook disseram ao veículo que a companhia está se preparando para exibir anúncios nos vídeos publicados na rede social, mas com um “agrado”: 55% da receita obtida com o anúncio irá para o produtor do conteúdo (tal como no YouTube).

Haverá algumas condições, é lógico. Uma delas é a de que o vídeo a receber o anúncio seja visualizado por pelo menos 20 segundos. Além disso, será necessário que o vídeo todo tenha, no mínimo, 90 segundos de duração.

Mark Zuckerberg felizão

Aparentemente, essa é uma forma de o Facebook dizer que topará dividir a receita com publicidade, mas que exigirá conteúdo com um mínimo de qualidade em troca. Nesse sentido, é de se esperar também que a companhia exija que o conteúdo seja original.

Se esse modelo de negócio funcionar, é possível que o Facebook consiga atrair um número considerável de youtubers para a sua plataforma. Isso ajudará a empresa a fazer frente ao YouTube, trabalho que, de certa forma, já vem sendo feito: mesmo sem anúncios e divisão de receita, o Facebook exibiu em 2016 uma média de 100 milhões de horas de vídeos por dia.

Mas, ao contrário do Instagram Stories, ainda não há informação sobre o início da exibição de anúncios nos vídeos do Facebook.

  • Chicken Little

    “Atualmente, há apenas a opção de anúncios inseridos no feed e que,
    portanto, podem ser descartados com uma simples rolagem de tela. A nova
    opção será exibida em tela cheia e exigirá uma ação do usuário para ser
    descartada.”

    A nova opção pode ser descartada com um simples toque na tela, e atualmente o anúncio já aparece praticamente na tela toda.. Do jeito que ta escrito parece que a nova maneira de apresentar os anúncios ficou muito pior e mais invasiva.

    • emersonalecrim

      O novo formato é muito pior e mais invasivo.

      • Chicken Little

        Por que? Não consegui entender. De verdade.

        Atualmente a propaganda já aparece na minha “time line” no meio das fotos dos amigos. O novo formato vai fazer a mesma coisa.

        Para eu me livrar da propaganda preciso arrastar a tela pra cima. No novo formato vou precisar dar um toque na tela.

        • emersonalecrim

          Quem trabalha na área sabe: anúncios de tela inteira têm um impacto enorme na taxa de cliques (ou toques). Só que, não raramente, esses cliques não são legítimos. Aqui está um dos problemas: muitas pessoas pessoas clicam tentando fechar o anúncio, na verdade.

          O anúncio que aparece no feed pode ser descartado com um movimento que é natural ao Instagram: estamos sempre rolando a tela ali. Já um anúncio de tela inteira exige uma ação adicional — o toque — para ser descartado. Uma ação simples, rápida, mas que incomoda, pois o formato se sobrepõe ao conteúdo que, para nós (na condição de usuários), é prioritário. No feed, os anúncios ocupam espaço, mas não se sobrepõem.

          Na minha opinião, anúncios cheios são ruins em qualquer plataforma.

  • Magnosama

    Cara,
    o Instagram já está um saco com aquele tanto de propaganda,
    e agora mais essa… tá osso.

  • Já que da pra pular a propaganda, se for entre todas as transições de stories de um usuário pro outro eu acho é bom. Horrível isso de tu clicar pra ver a história de um e ele corre pra mostrar a do outro sem te dar tempo pra evitar, até o Snapchat desistiu disso.

  • José Augusto

    Sempre quis ter um negócio online, e em um dia comum , estava olhando o Feed de noticias do facebook ,
    quando encontrei uma proposta de negócio que me chamou muito a atenção , parecia irreal , porém resolvi investir…

    Minha vida se transformou a partir daquele dia , trabalho hoje no conforto
    de meu lar, perto de meu filho e ajudo pessoas e ainda sou recompensado
    por isso, é maravilhoso não ?

    Se Quiser Saber do que eu Estou Falando , Assista ao Vídeo e Saiba Mais :

    http://segredonegociodigital.com/FacebookUltimate

  • Ramon Gonzalez

    Funcionando bem (os recursos), que mal tem?

  • Tiago Celestino

    Já estou vendo o pessoal reclamando no Facebook…

  • Mickey Sigrist

    Não existe almoço de graça!

  • ToxicBR

    Deveria existir a versão paga desses serviços. Com 3 dólares mês vc ficaria livre de todo o conteúdo publicitário. E com 5 dólares vc pegaria um combo do Facebook, liberando Instagran e Face de propagandas.
    Com um adicional de 5 dólares, se houvesse a versão User Data Untouched e ‘Unwatched’ , aonde todos os seus dados ficam livres de plataformas de processamento/análise em cloud e etc com as informações pertencendo somente ao usuário sem acesso de terceiros. Eu até pensaria em voltar a usar redes sociais e fazer parte do gado novamente.