Início » Software Web » Opera Neon transforma o seu navegador em um mini desktop

Opera Neon transforma o seu navegador em um mini desktop

Projeto experimental mostra a visão da Opera sobre o futuro da navegação na web

Por
1 ano atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Opera lançou hoje (12) o Opera Neon, um navegador experimental com conceitos e ideias que a companhia acredita serem parte do futuro da navegação na web. E eu não me lembro de ter ficado tão empolgado por um navegador desde que usei o Google Chrome pela primeira vez.

O Opera Neon traz conceitos e funcionalidades realmente inovadores, que fogem quase que completamente do tradicional formato de “abas e páginas” a que estamos acostumados. E a proposta de repensar a navegação na internet é perceptível logo ao abrir o programa.

A aparência do Opera Neon lembra um pequeno desktop, o que é reforçado pela utilização do papel de parede do computador como a imagem de fundo do navegador. As abas dão lugar a ícones redondos do lado direito, que se organizam entre os mais e menos acessados em um sistema que “simula a gravidade”: as páginas mais visitadas ficam no topo; as menos acessadas caem para as últimas posições.

No lado esquerdo, há uma barra menor, onde é possível controlar a reprodução de áudio e vídeo de sites como YouTube e SoundCloud sem interromper a navegação em outras páginas, além de também conter uma ferramenta de screenshot e um gerenciador de downloads. Acessando a mesma barra, é possível assistir a vídeos em uma pequena janela separada, que fica sobre as outras páginas — recurso que já existe no Opera tradicional, mas que também foi incluído no Neon.

Outro recurso interessante é a possibilidade de colocar duas janelas lado a lado, similar ao multitasking dos smartphones. Essa função pode ser combinada com a reprodução de vídeos citada acima, com as janelas divididas ao meio e o player tocando ao mesmo tempo. Quando fiz esse teste, a primeira coisa que pensei foi em quanto isso seria útil para quem estuda no computador. Alguns sites, como Twitter, ainda não se adaptam bem a esse formato, mas outros, como o Messenger, ficam perfeitos.

Por ser um projeto experimental, a Opera deixou bem claro no post de anúncio que o objetivo do Neon não é substituir o navegador principal da empresa, mas servir como um teste para identificar quais são as funcionalidades mais interessantes para serem incorporadas ao Opera ainda este ano. Por isso, o Neon não oferece suporte a algumas ferramentas importantes, como VPN e bloqueador de anúncios nativos, barra de favoritos, plugins e extensões.

O Opera Neon está disponível gratuitamente para Windows e macOS, e pode ser baixado neste link. A Opera não divulgou se lançará uma versão do navegador experimental para Linux.

Mais sobre: , , ,