Início » Telecom » Este ranking mostra qual operadora tem o 4G mais rápido do Brasil

Este ranking mostra qual operadora tem o 4G mais rápido do Brasil

A Vivo, campeã nas medições passadas, perdeu o posto para a Claro

Por
2 anos atrás

Periodicamente, a OpenSignal disponibiliza um relatório com análises sobre a cobertura das redes móveis no Brasil. Uma nova edição foi liberada nesta quarta-feira (18). O estudo destaca que o 4G melhorou bastante por aqui, mas que ainda há muito o que ser feito para alcançarmos um padrão de qualidade geral realmente bom.

Parte do avanço obtido ocorreu por conta de investimentos feitos para a realização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A OpenSignal constatou que houve incremento de velocidade nas redes 4G. Em contrapartida, a cobertura por esse tipo de tecnologia permanece deficiente.

Velocidade

No aspecto da velocidade, a operadora que se sobressaiu foi a Claro. De modo geral, o Brasil registrou taxa média de 19,7 Mb/s (megabits por segundo) no download, um número bem bom se levarmos em conta que a média mundial é de 2 Mb/s a menos. A Claro, porém, surpreendeu ao apresentar média de 27,45 Mb/s no 4G. A companhia também foi a mais rápida no 3G: 3,91 Mb/s.

A Vivo, vencedora das medições passadas, ficou em segundo lugar: 21,29 Mb/s no 4G (3,39 Mb/s no 3G). A Oi ficou na terceira posição com média de 14,61 Mb/s no 4G (2,63 Mb/s no 3G), deixando a TIM na lanterna com 12,05 Mb/s (3G: 3,46 Mb/s).

OpenSignal: a Claro é a mais rápida

O predomínio da Claro é resultado dos altos investimentos que a operadora fez em sua cobertura, explica a OpenSignal. Mas essa também é a realidade das demais companhias: todas apresentaram acréscimo substancial de velocidade em relação às medições passadas por conta da ampliação do serviço.

Latência

Outro aspecto avaliado pela OpenSignal é a latência. Aqui também houve avanços em relação à medição anterior. Mas, sim, dá para melhorar mais.

Você sabe, quanto menor a latência, melhor. Nesse quesito, a Oi foi a melhor no 4G (embora tenha apanhado no 3G):

  1. Oi: 52,78 ms (153,86 ms no 3G);
  2. TIM: 57,04 ms (118,07 ms no 3G);
  3. Claro: 57,87 ms (106,80 ms no 3G);
  4. Vivo: 62,69 ms (113,52 ms no 3G).

Vale dizer que a Nextel aparece com latência de 87,84 ms no 3G (é a vencedora aqui, portanto), mas não figura na medição do 4G por não ter cobertura ampla nessa tecnologia. A empresa está expandindo a sua cobertura 4G, entretanto.

Tem, mas daquele jeito

A OpenSignal também analisa a disponibilidade do serviço. Mas, desta vez, a metodologia foi diferente: em vez de mensurar a cobertura geográfica de cada operadora, a empresa rastreou as porcentagens de tempo que os usuários de sua ferramenta de medição tiveram no acesso às redes 4G. Os resultados foram os seguintes:

  1. TIM: 59,21%;
  2. Vivo: 56,76%;
  3. Claro: 49,45%;
  4. Oi: 43,35%.
OpenSignal - ranking 4G, janeiro de 2017

Esses números indicam que, em termos gerais, o 4G no Brasil melhorou de maneira perceptível, mas ainda fica devendo em alguns pontos, especialmente em disponibilidade. Agora, é esperar para ver se as operadoras manterão o ritmo de investimentos ao longo de 2017. Há indícios de que sim. Mas se não, é sinal de que as coisas só avançaram mesmo de maneira sensível por aqui por causa dos Jogos Olímpicos.

Para realizar o estudo, a OpenSignal avaliou 770 milhões de informações coletadas de 39.471 usuários que usam o seu app móvel no Brasil (para Android e iOS). A coleta de dados aconteceu entre 1º de setembro e 30 de novembro de 2016.

Mais sobre: , , , , , , , ,