Início » Gadgets » As TVs 3D estão finalmente mortas

As TVs 3D estão finalmente mortas

LG e Sony eram as únicas gigantes que resistiam no segmento, mas elas acabam de desistir

Emerson Alecrim Por

TV 3D real

A indústria bem que tentou. E tentou mais de uma vez. Mas não teve jeito: as TVs 3D até geraram algum interesse no início, mas depois que o ar de novidade se desfez, nada nesse tipo de tecnologia conseguiu atrair os consumidores. Eis o resultado: LG e Sony, as duas últimas companhias que ainda produziam TVs 3D, deixaram o segmento de vez.

Há uma percepção generalizada de que toda tecnologia nova, pela carga de modernidade que traz, vale a pena. Mas não é assim. Muitas vezes, o que é mais antigo ou simples oferece uma experiência mais rica. Essa talvez seja a principal razão para os televisores 3D não terem emplacado: uma experiência “morna”. Ou ruim mesmo.

Para começar, a falta de um padrão único sempre atrapalhou. Houve TVs lançadas com 3D passivo, que se baseiam em óculos com lentes polarizadas, essencialmente. Outras foram disponibilizadas com 3D ativo, cujos óculos utilizam lentes com tecnologia LCD ou mesmo Plasma, o que explica os preços mais elevados desses modelos.

Até entre TVs que utilizavam a mesma tecnologia (passiva ou ativa), era comum perceber imagens boas em determinado modelo e imagens ruins (mais distorcidas ou escuras, por exemplo) em outro.

Guenta firme, moleque!

Guenta firme, moleque!

Mas o pior mesmo é a falta de conteúdo que faça a reprodução tridimensional valer a pena. A maioria das produções compatíveis com 3D consite meramente em adaptações de conteúdo “normal”. Quase sempre é melhor assistir ao filme em 2D mesmo — isso tem validade inclusive para o cinema, você sabe.

Diante da falta de perspectiva, os fabricantes foram pulando do barco aos poucos. Samsung e Philips, por exemplo, deixaram de fabricar TVs 3D no ano passado. Panasonic e Sharp trilharam o mesmo caminho um pouco antes, assim como companhias menores, como CTL e Vizio (esta parou a produção em 2013).

LG e Sony resistiram bravamente no segmento, mas ambas confirmaram à CNET que estão deixando os televisores 3D de lado neste ano. Tim Alessi, diretor de desenvolvimento de novos produtos da LG, justificou a decisão dizendo que “a capacidade 3D nunca foi universalmente aceita na indústria para uso doméstico, tampouco é um fator decisivo no momento da compra de uma TV”.

TV 3D Samsung

A resposta da Sony, dada por um porta-voz, foi bem mais vaga, mas no fundo também indica que a decisão é mesmo motivada pelo fracasso da tecnologia: “com base nas tendências atuais do mercado, decidimos não dar suporte ao 3D em nossos modelos 2017”.

Sabe o que é mais curioso? Há uma petição online, com mais de 6 mil apoiadores, pedindo para a LG voltar a fabricar TVs 3D. Bom, pode até ser que esse tipo de tecnologia volte um dia, mas agora os fabricantes estão focados em outras ideias, como TVs com resolução 4K e suporte a HDR.

Enquanto isso, outro tipo de produto segue para o corredor da morte: a TV com tela curvada.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Hikaru

Vão se ferrar, deviam respeitar todos os gostos, eu to procurando uma tv 3d agora em 2019 pois vejo os filmes no pc através do monitor 3d que tenho com nvdia vision2, mas quero uma tv, pq continuam lançando filmes em 3d então? Fui na saraiva no sábado tem uma prateleira so de 3d e a tv pra comprar como fica hein??

Rafael

Pois é cara, tenho um PSVR também e os jogos de carro são os piores pra dar enjoo, infelizmente. Mas vai da adaptação também. Quanto mais realista é o jogo, mais nossos sensores ficam confusos (os olhos dizem ao nosso cérebro que estamos em movimento e nosso sensor de equilíbrio nas orelhas dizem que estamos parados). Com o tempo você consegue treinar seu cérebro que aquilo é pra ser daquele jeito e o enjoo passa. Hoje consigo jogar Driveclub VR por bem mais tempo. Acredito que tá rolando muita pesquisa na área do VR pra ver o que funciona. Eu mesmo não gosto de usar o capacete por muito tempo porque esquenta a cara. Alguns jogos que você fica parado e interagindo com o cenário, tipo o London Heist ou Happy Drummer são bem legais por conta disso. Acho que a pegada do VR é para jogos casuais. Nada muito longo.

Rafael

O que eu lamento é a industria dos videogames não ter explorado esse nicho.

Herly gonçalves

USO UMA LG 3D 4K E NÃO VEJO PROBLEMA, CLARO Q O USO DO 3D ESTÁ LIMITADO A FILMES QUE SÃO VENDIDOS MUITO CARO MAS TEM A OPÇÃO DE LOCAÇÃO. A QUESTÃO É QUE FILMES EM LOCADORA É QUE ESTÁ CAMINHANDO PRA "MORTE" MAS NO GERAL VC UTILIZA A TV NAS OUTRAS COISAS QUE ELA OFERECE.

Ricco Mota

eu tenho uma tv 3d 47'' baixo varios filmes 3d e vejo de boas n me arrependo minha casa n temos nem antena de tv pois so passa bosta na tv aberta mesmo

Marcelo Reis

O que está sendo abandonado é o método conhecido como estereoscopia 3D no qual o usuário utiliza o óculos ou o televisor como método de simular um ambiente e iludir o cérebro.
Para que a configuração 3D seja a nativa da imagem é necessário que seja processada e transmitida nessa tecnologia.
No Brasil ainda não existem transmissões via ar ou mídia externa que suportem 3D por dois fatores: um político e outro econômico.
O político é que a o sistema digital brasileiro é estabelecido por decreto presidencial de 2006. Atualmente o formato da TV digital é 1080i processado em MPEG2. Para que isso seja mudado é preciso que haja estudos para viabilidade técnica. Depois que os estudiosos da área encontrarem um sistema viável, a presidência da República vai sistematizar em um novo decreto e enviar o mesmo para a apreciação da Câmara e do Senado. Caso seja aprovado o novo texto do decreto, está autorizada a produção e venda do sistema.
Depois do processo legislativo a ANATEL estabelece um cronograma para a instalação dos equipamentos nas localidades.
Mas isso só acontecerá, se é que vai haver interesse dos envolvidos só após
Atualmente a imagem é processada em 2D23 que é o prazo final para a migração para o digital.
O financeiro é estudar a viabilidade dos custos que os envolvidos pagarão para a migração de sistema, uma vez que a disponibilização do 3D seria obrigatório para a emissora, porém facultativo para o usuário, já que o 3D não é vital para o funcionamento do sistema.

Ademar Claro Fernandes

PALHAÇOS, NÃO RESPEITAM SEUS CONSUMIDORES, JAMAIS DEVERIAM PARAR DE FABRICAR, MESMO QUE EM MENOR ESCALA, AS TVs 3D. TENHO NOJO DESTES FABRICANTES.

WALTER CARNEIRO
Ter uma TV 3D foi o meu maior sonho de consumo um dia. Tenho hoje a fabulosa Panasonic Plasma 65VT50b com uma imagem deslumbrante em 2D e 3D. Tenho mais de 40 filmes em 3D e continuo comprando pelo menos um a cada 4 meses quando seu preço despenca para menos de R$40,00. Na verdade o que matou o 3D não foram os óculos mas sim o conteúdo. Filmes em 3D precisam ter ação e algumas cenas com "pop out" (objetos saindo para fora), mas os produtores resolveram obedecer aos críticos de plantão e essas cenas com "pop out" foram sendo eliminadas, ficando apenas a profundidade na maioria. Isso empobreceu a experiência que limitou nossa imersão no ato cinematográfico. Perdeu a graça em ver muitos filmes em 3D na TV.
Rodrigo Ferreira

Epa, o Oled e Qled (apesar de caro) tem uma vantagem: a imagem preta não acende!! isso em muitas cenas é fantástico e torna a imagem muito superior. Pena que o preço é muito elevado.

Edison Júnior
O conteúdo das tvs 3d sempre foram um fiasco. Não sei se realmente se torna caro criar um conteúdo 3d ou é falta de interesse mesmo nos filmes...mas oque mais de interessante de se ver numa imagem 3D são as imagens sacando da tela...imaginava que os filmes fossem criar muitas senas assim, mas se conta nos dedos de uma palma da mão os filmes que so fizeram isso com uma seninha estapafúrdia. Que pena
edson leite
foda-se você que é cego
Falko
confessa, brouxo né!
Falko
Vou te jogar uma maldição: da próxima vez que vc tiver transando vai lembrar de mim que adivinhou aquela sua fantasia de comer traveco 2Dzeiro e vai broxar.
Madman
Você não faz meu tipo. Sai fora. Hahaha seu 2dzeiro chapado.
Falko
Pq vc não monta uma fábrica pra atender esse público então?
Exibir mais comentários