29 de março de 2017: esse é o dia do apagão da TV analógica em São Paulo. A data foi confirmada nesta terça-feira (31) por Juarez Quadros, presidente da Anatel, que apresentou pesquisa realizada pelo Ibope apontando que 86% dos domicílios de São Paulo e municípios vizinhos já estão aptos para receber o sinal digital.

A pesquisa foi feita entre os dias 13 a 25 de janeiro, numa amostra com 1.078 entrevistas para o município de São Paulo e 1.652 pessoas em cidades vizinhas. Se a TV analógica fosse desligada no dia de hoje, apenas 8% da população de São Paulo ficariam sem o sinal digital.

O resultado ficou acima das expectativas: o governo esperava que os índices fossem inferiores a 80% de domicílios preparados para a nova tecnologia. Com 86% de penetração do serviço logo em janeiro, o governo, as emissoras de TV e as operadoras de celular não encontram motivos para o adiamento. Em Brasília, o processo teve de ser adiado em mais de um mês, visto que a cidade ainda não tinha atingido a marca de 90% da população apta para a nova tecnologia.

Mesmo com os bons índices, nem tudo são flores durante o processo de switch-off: apenas 20% dos kits com conversor digital e antena UHF foram entregues para a população da região metropolitana inscrita em programas sociais — atualmente, são 1,87 milhão de pessoas. A expectativa é que, na data do apagão, 50% dos kits tenham sido entregues, com prazo para totalizar a distribuição em até 45 dias.

O desligamento da TV analógica é importante para liberar a faixa de 700 MHz, que será aproveitada pelas operadoras para expandir a cobertura 4G com melhor qualidade de sinal. A TIM espera inclusive lançar o serviço de banda larga TIM Live para todo o Brasil utilizando a tecnologia.

Ainda em 2017, outras sete capitais terão o apagão da TV analógica: Belo Horizonte, Fortaleza, Goiânia, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e Vitória. O cronograma prevê 100% de migração até o dia 5 de dezembro de 2018, mas atrasos podem ocorrer caso a meta de 90% da população da cidade não esteja apta para a nova tecnologia.

Com informações: Convergência Digital

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Flavio Toledo

pensei exatamente mesma coisa se nem oferendo kit decoder e antena gratuitamente esta migrando para o sinal digital.

Flavio Toledo
pensei exatamente mesma coisa se nem oferendo kit decoder e antena gratuitamente esta migrando para o sinal digital.
@Sckillfer

Seria uma noticia tão animadora... Se não tivesse mais um ano até as teles poderem usar a faixa. (¬¬')

Sckillfer
Seria uma noticia tão animadora... Se não tivesse mais um ano até as teles poderem usar a faixa. (¬¬')
adrianonorthingan

para quem não faz parte do programa como fica

Adriano Northingan
para quem não faz parte do programa como fica
adrianonorthingan

mais com essas operadoras duvido que algo vai mudar

Adriano Northingan
mais com essas operadoras duvido que algo vai mudar
adrianonorthingan

né questão de goste ou não, é que conhecendo a nossas operadoras e nossa infraestrutura, já que isso é jogo de marketing

Adriano Northingan
né questão de goste ou não, é que conhecendo a nossas operadoras e nossa infraestrutura, já que isso é jogo de marketing
Jefferson Rodrigues

Esses conversores já estão sendo vendidos em sites do tipo Olx. Essa raça da classe pobre tem que foder mesmo!

Jefferson Rodrigues
Esses conversores já estão sendo vendidos em sites do tipo Olx. Essa raça da classe pobre tem que foder mesmo!
Cazalbé

Desliga logo e pronto! Não tem que esperar ninguém se adaptar ou ficar distribuindo equipamento não. Acho que ninguém vai morrer se ficar tem televisão. Internet (de qualidade) hoje é essencial. TV não!

Cazalbé
Desliga logo e pronto! Não tem que esperar ninguém se adaptar ou ficar distribuindo equipamento não. Acho que ninguém vai morrer se ficar tem televisão. Internet (de qualidade) hoje é essencial. TV não!
Wellington Gabriel de Borba

Mas a frequência 700 MHz tem maior alcance, o sinal 4G vai ter alcance maior do que o do próprio GSM em 850/900 MHz.

Exibir mais comentários