Início » Telecomunicações » TIM planeja ter mais cidades com 4G do que 3G até 2019

TIM planeja ter mais cidades com 4G do que 3G até 2019

Operadora também quer aumentar percentual de clientes pós-pagos

Por
2 anos e meio atrás

A TIM apresentou nesta sexta-feira (3) aos acionistas seu plano industrial para o período de 2017 a 2019, revelando a estratégia para os próximos passos da operadora. O objetivo é aumentar o percentual de clientes pós-pagos, uma consequência do aumento considerável de sua cobertura 4G.

Atualmente, a TIM é líder na cobertura LTE: em dezembro de 2016, a operadora registrou 1.255 municípios com a tecnologia. O planejamento é fechar o ano de 2017 com mais de 2.000 cidades, com crescimento gradativo até 2019, quando seria atingida a marca final de 3.600 municípios. Por enquanto, a TIM possui presença em 3.461 cidades com cobertura 2G e 2.833 cidades com 3G.

Para atingir essa marca, é esperado um investimento de R$ 19 bilhões entre 2017 e 2019. A utilização das frequências de 1.800 MHz e, principalmente, os 700 MHz que serão liberados com o desligamento da TV analógica, é crucial para chegar a tantas localidades. Se tudo for cumprido, até o final de 2017 existirão cerca de 1.200 municípios já com 4G em 700 MHz.

O mais interessante de tudo isso é que a TIM planeja ter mais localidades cobertas com 4G do que com 3G: o plano estima que apenas 3.200 municípios terão cobertura de terceira geração no final do período. Isso deve acontecer porque há uma estimativa de que o 4G ultrapasse o 3G, visto que o tráfego de dados e o número de usuários com 4G praticamente dobrou entre 2015 e 2016.

Um reposicionamento da marca também está em jogo. Uma vez que há o desejo de aumentar o percentual de clientes pós-pagos (a estimativa é de que 35% de sua base seja pós-paga até 2019), a TIM aposta em uma imagem de custo-benefício. Para isso, deve vender combos com outros serviços em regiões localizadas, sobretudo na área de cobertura da TIM Live, onde seria possível montar uma oferta com banda larga fixa, celular e telefone fixo. A operadora também espera ampliar o portfólio serviços de valor agregado, como já faz atualmente com o TIMmusic by Deezer.

O plano industrial e os resultados financeiros do último trimestre estão disponíveis na íntegra no site de relações com investidores da TIM.

Mais sobre: , , , ,