Início » Computador » Processadores Intel Core de 8ª geração chegam ainda em 2017, mas não espere muita coisa

Processadores Intel Core de 8ª geração chegam ainda em 2017, mas não espere muita coisa

Por
13/02/2017 às 10h29
A nova extensão do Tecnoblog está pronta.Baixe Agora!

A oitava geração de processadores Intel Core vai chegar antes do esperado: em conferência para investidores, a fabricante anunciou que os chips Coffee Lake serão lançados ainda em 2017. Mas não espere nenhuma grande mudança: eles continuarão sendo fabricados em 14 nanômetros e deverão ter ganho modesto de desempenho em relação à geração atual.

Os lançamentos da Intel não estão tão previsíveis quanto antigamente porque a empresa abandonou a famosa estratégia tick-tock: em uma geração, a fabricante implantava uma nova tecnologia de miniaturização (tick); na geração seguinte, o mesmo processo de fabricação era utilizado em uma nova arquitetura (tock). Mas Broadwell (5ª geração), Skylake (6ª geração), Kaby Lake (7ª geração) e Coffee Lake (8ª geração) são todos fabricados em 14 nanômetros. É um tick-tock-tock-tock.

Não há muitos detalhes sobre os chips Coffee Lake. Por enquanto, a Intel se limita a dizer que os novos processadores terão mais de 15% de aumento de performance em relação aos atuais Kaby Lake (que, por sua vez, tiveram ganho de 15% em relação ao Skylake). Mas, como nota o Ars Technica, o “ganho” dos Kaby Lake, na verdade, foi apenas um aumento de clock nos processadores para desktops.

A expectativa é que a linha de processadores Core de 8ª geração inclua um Core i7 de seis núcleos para pessoas menos ricas — atualmente, a empresa só coloca mais de quatro núcleos de CPU nos caríssimos chips Core i7 Extreme Edition ou Xeon. As primeiras máquinas com o próximo lago da Intel serão lançadas no segundo semestre de 2017.

Enquanto a Intel demora para apresentar sua arquitetura de 10 nanômetros (os Cannon Lake, de 9ª geração, ainda não têm nenhuma previsão de lançamento), o novo processo de fabricação está pronto para chegar aos smartphones — Qualcomm e Samsung já começaram a fabricar o Snapdragon 835, que será lançado ainda na primeira metade do ano.

Mais sobre: ,
  • Miguel Martins

    eu ainda tô na 3ª geração de 22nm sem previsão de atualizar. passo!

    • Rafael Carneiro

      acabei de montar um pc com a 4ª geração ahsuahusahushuahuah

    • Djalma

      Idem. Tô na quarta geração e ainda acho meu pc uma bala 😀
      sem falar que ta td o olho da cara agora.

      • Mateus Eduardo

        “É nóis”. Não penso em trocar tão cedo o meu de quarta geração também. Ele, para o meu uso, é mais do que o suficiente. Só vou trocar quando parar de vez rsrsrs

      • Marcogro

        Quarta geração aqui também, de boa. Mas confesso que estou pensando nesses ADM Ryzen, pois se forem isso mesmo que vem vazando, bye-bye Intel…

      • abraaocaldas

        Nem tem motivo para trocar, eu troquei porque pulei da segunda geração do i3 para a 6º e um i7, claro que a mudança foi óbvia.

    • Chicão ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      Cara, parem com essa de querer justificar a não compra de vcs.
      Agora em todo blog (de carro, smartphone etc) é isso.

      • Matheus

        Então o certo é fazer ode ao consumismo?

        • Chicão ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Óbvio que não.
          Vc tá parecendo as pessoas que ao escutarem algo como “nossa, vc está bonito”, retruca logo com “então antes eu era feio?”

          Mas indo ao assunto…
          Um tempo atrás era o contrário: o pessoal vivia querendo justificar a sua compra.
          Só que veio a estabilidade nos gadgets + crise.
          Agora as trocas diminuíram e com isso, um novo comportamento, onde as pessoas ficam justificando a sua não compra.

          A psicologia até explica isso, mas é um longo assunto…

          • Ngm tá podendo mais esbanjar como antigamente. O povo tem vergonha de falar q é a crise e tal. Se bem q eu nunk fui de ficar mesmo trocando de smartphone, imagina pc, e agora então, notebook. Eu só troco qndo há obsolência programada e acontece demais nos smartphones. Fico usando por pelo menos 2 anos. Se começar a dar sinais de cansaço, eu troco, caso contrário, continuo com ele. 2 anos já tá de bom tamanho pra smart. Pc comigo dura uns 5. Só troco qndo dá pau ou se arrasta mto. Notebook, espero ficar com o meu por no minimo uns 10 anos, pq um note decente por menos de 4mil não se compra. É mto dinheiro pra investir em curto período de tempo.

      • Oi Chicão!

        A matéria em si abre espaço para comentários. Então é mais do que justo as pessoas expressarem o quem pensam sobre o tema.

        Por favor, sem essa de querer cercear as pessoas com um pensamento que é seu e talvez de mais alguns.

        “parem com essa de querer justificar a não compra de vcs”

        – Muitas vezes essas justificativas servem de parâmetro para que usuários desavisados evitem gastem dinheiro com produtos ou serviços que não terá a menor serventia para elas.

        • Chicão ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Oi Tiago.
          Mas vc está fazendo justamente o que criticou em mim.

          • “Mas vc está fazendo justamente o que criticou em mim.”

            Eu não encontrei nada em meu comentário que pudesse estar de acordo com o seu pensamento.

            Se você puder me apontar onde eu errei, eu ficaria agradecido. Eu não tenho problemas em reconhecer quando eu estou errado, seja lá no que for.

          • Chicão ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            “sem essa de querer cercear as pessoas com um pensamento que é seu e talvez de mais alguns.”

            Vc nao quer que eu faça algo. No entanto, faz a mesma coisa ao me falar isso.

          • “faz a mesma coisa ao me falar isso”…

            – Em que parte do meu comentário está escrito que eu quero que você seja cerceado ou permaneça calado?

            Quando eu digo: “sem essa de querer cercear as pessoas com um pensamento que é seu e talvez de mais alguns”, a minha intenção e que o debate sobre o tema do artigo seja livre! que as pessoas postem o que elas quiserem em relação ao tema da matéria!

            Quando você diz: “Cara, parem com essa de querer justificar a não compra de vcs.”

            Isso fica subentendido que você é contrário a qualquer comentário que não corresponda com a sua maneira de pensar. Embora seja um direito seu!
            Mas lembre-se que as pessoas são livres para comentarem ou reclamarem o que elas quiserem, goste você ou não.

            Abraços meu colega. Tenha uma excelente noite!

      • Miguel Martins

        eu acho um tópico válido pra discussão. se vc não acha, só dê aquela ignorada básica.

    • Eu ainda estou na quarta gerção (feliz e satisfeito com a performance). Eu não vejo motivos reais para trocar de processador pelos próximos anos. O meu i3, de 4ª geração, me atende muito bem nas minhas tarefas diárias. Eu trabalho com segurança da informação.

      A menos que as pessoas com propósitos muito específicos que utilizam o Notebook/Desktop para lidar com grande fluxo de dados, eu não vejo razões plausíveis para trocar de processador.
      Minha lógica é essa: Se você não precisa de alta performance nas suas tarefas diárias, gastar dinheiro com esse tipo de processador é o mesmo que ir até uma lata de lixo e jogar o seu dinheiro lá dentro.

      • Miguel Martins

        tem tb outras razões pra adiquirir um processador desses que não seja somente alta performance. suporte a tecnologias mais atuais é uma delas, mas entendo seu ponto de vista.

        • Você tem razão, Miguel!
          Eu não tinha levado isso em conta.

      • SiouxBR

        Uma empresa onde trabalhei, ao substituir os PCs dos analistas, comprou todos com i3 e SSD. O ganho de performance foi enorme, pois acabamos descobrindo que o gargalo dos equipamentos na realidade é o disco rígido.

        • Eu ainda uso HD.
          Mas qualquer investimento em hardware, se eu fizer, será em um SSD.
          Eu não gasto mais dinheiro com processadores. A menos é claro que eles disponham de algum recurso muito específico que seja de suma importância pra mim. Até lá eu sigo com meu i3 de 4ª geração por tempo indeterminado ou até que ele sofra alguma avaria.

          • Elder Bruno

            vc só trabalha, ou usa pra jogos?
            Eu acabei de comprar um processador novo (tinha um i5 1ª geração). A minha finalidade é jogos, e o antigo já não estava mais aguentando.

    • Wellington Gabriel de Borba

      Eu tenho um i5 de 4 no Notebook e um Pentium Dual Core 775 no desktop… neste caso ainda roda LOL no mínimo.

    • Bruno Ribeiro da Silva

      Deixo uma dica valiosa. Se o uso máximo é jogos (onde me encaixo), é I5 na veia, não mais que isso. O flagship I7 não faz nada expressivo para jogos. =)

      • Miguel Martins

        e logo eu que me contento jogando em 720p com tudo no mínimo então tá maravilhoso. haha

        • Bruno Ribeiro da Silva

          O mais importante mesmo não é ter um sistema high f*cking end, mas jogar e se divertir com isso. Mas é claro que um sistema high faz tudo ficar ainda melhor rs.

  • Djalma

    As primeiras máquinas com o próximo lago da Intel serão lançadas no segundo semestre de 2017.

    Lago, Logo?

    • Bruno Vieira

      Lake = Lago. Como cada geração tem Lake no final, o Higa puxou a referência eu acho.

      • Djalma

        Não notei o trocadalho 🙂

    • Copiado do jeito que foi traduzido pelo Google Translate, padrão Gizmodo de qualidade.

  • Marcogro

    Com a chegada dos Ryzen que está parecendo vir pra fazer barulho, a Intel tem que começar a se mexer… Esse tock, tock, tock (AMD batendo na porta) aí foi justamente a acomodação por falta de competitividade. Tomara que se tock, pois a AMD tá chegando.

    • Willian Tetsuo Shiratori

      Eu estou curioso com os preços do Ryzen no Brasil. Imagino que no lançamento seja caro, mas só na primeira promoção já fique… “ok”. Preciso de uma placa-mãe boa, a minha já tá pedindo pra morrer :'(

      • Marcogro

        Brazil… Sabe como é…

    • Carlos Pacheco

      Cara, só acho que a AMD vai chegar quando apresentar o Ryzen detonando o i7 6950X. Até então, se for só para competir com a linha mid da Intel, vai ser a mesma baboseira de sempre… :

      • Marcogro

        Mas cadê ela competindo agora? A AMD está se reerguendo (*eu uso Intel), não dá pra ser de uma hora pra outra chegar espancando tudo… Mas, pense bem, alcançando os MID da Intel já é uma ótima notícia, pois a maioria absoluta de PCs são MID, ou não?
        Vamos ver se o R7 1800X chega junto, se for 10% mais fraco pela metade do preço… Chegou!!

        • Carlos Pacheco

          Hahaha agora tá no limbo 😛

    • Diogo Mendes

      Concorrência de alto nível!

      enquanto isso eu aguardo mais um cadin no meu velho MBP5.5 até montar um desk de respeito telão 27″ para jogar tibia no full

    • Andrew Bueno Piolli

      FX teve um hype parecido…
      Não adianta muito ter clock alto, centenas de nucleos e o single core ser uma piada…

      Vou esperar os reviews

    • Keaton

      Eu nem fico com o hype do Ryzen… ainda lembro do epic fail chamado Bulldozer (caro, beberrão e pouco efetivo)…

      Vou é esperar para ver no que vai dar…

      • Bruno Ribeiro da Silva

        Realmente, bulldozer veio com uma descrição forte, mas tecnicamente, não vingou. Claro que quem comprou, rodou jogos… mas não com a mesma potência que foi descrita na embalagem. Uma pena pra AMD…

  • A Intel estava ali só acomodada ganhando dinheiro
    fácil. Com a AMD chegando oferecendo processadores com mais de 4 Núcleos e com aparentemente bom desempenho a Intel se viu ameaçada.

    Acho que o anuncio foi justo para dizer a quem esta querendo trocar de PC esse ano, ei você que quer novidades e o Kaby Lake não convenceu, espera não compra a AMD em março não que esse ano vou te vender algo bem melhor.

    Porque se o Kaby Lake é 15% mais forte que a geração passada e o Coffe é mais 15% mais forte que o Kaby Lake então quem esta na terceira ou quarta geração compensaria já mudar para Coffe porque estaríamos falando de pelo menos 40% de velocidade real.

    Contudo não sei o que a AMD vai oferecer ainda.

  • Carlos Pacheco

    Lembranças da linha 1156. Será que a Intel fez cagada na linha 1151, para lançar tantas gerações em tão pouco tempo? Que medo… Bem na época de lançamento do Ryzen, para disfarçar hehehehehe

  • John Smith

    “É um tick-tock-tock-tock.”

    Ou seja, é um relógio que parou no tempo.

  • Souza

    Lago de café amargo.
    A Moore está morta. Admita Intel.

  • Souza

    Meu Phenom de 7 anos bom igual um coco.

  • Breno Carvalho

    Será que vão manter o mesmo socket pelo menos?

    • Bruno Ribeiro da Silva

      Boa… Lembrando 1155… 1150… e agora 1152? Fica fácil obrigar mudar placas-mães =/

  • Souza

    Meu Phenom II X4 945 parece que fez 7 anos.
    Ninguém fala dele na net. Acho que nunca falaram, pois não vejo nada e mesmo assim está na casa dos 7 anos bebendo pouco e fazendo muito.
    Esse AMD Phenom vai chegar aos 10 anos rindo.