Início » Negócios » Verizon vai pagar US$ 350 milhões a menos no Yahoo

Verizon vai pagar US$ 350 milhões a menos no Yahoo

Por
2 anos e meio atrás

Parece brincadeira, mas é verdade: a operadora americana Verizon decidiu prosseguir na compra do Yahoo, mas revisar o valor que está pagando em US$ 350 milhões a menos. As informações foram confirmadas pela própria Verizon e têm direta relação com os vários vazamentos de dados dos usuários que assombraram a ex-gigante de internet no último ano.

Marissa Mayer está #chatiada.

O novo acordo foi possível porque o fechamento do negócio foi adiado enquanto ambas as empresas esmiuçavam as consequências dos recém-divulgados problemas do Yahoo. Com a renegociação, acordada tanto pelo Yahoo quanto pela Verizon, os US$ 4,83 bilhões que seriam pagos na empresa caíram para US$ 4,48 bilhões. O pulo do gato é que agora a Verizon também vai dividir com o Yahoo alguns passivos da empresa, como as responsabilidades legais e regulatórias pelos vazamentos de dados. Vish!

Para piorar, a Comissão de Títulos e Câmbio (SEC, na sigla em inglês), que monitora os capitais do mercado americano, está investigando o Yahoo por possível omissão intencional dos vazamentos. Os mesmos aconteceram em 2013 e 2014, mas só foram revelados no final de 2016.

Yahoo

Pelo novo acordo, não há risco da Verizon sofrer tanto prejuízo assim. Foi decidido que qualquer processo judicial gerado por conta das investigações da SEC serão responsabilidade do Yahoo. Por outro lado, a Verizon vai assumir 50% de qualquer prejuízo em dinheiro ocorrido depois do acordo de compra que não esteja relacionado a investigações da SEC, como processos vindos de outro órgão do governo ou qualquer disputa que envolva outras empresas.

Também não dá mais para a Verizon desistir da compra, já que ela concordou em não levar em conta as perdas decorrentes dos vazamentos para se recusar a finalizar o negócio. É uma boa segurança para o Yahoo, que vai se chamar Altaba e perder sua CEO, Marissa Mayer, logo depois de fechar o negócio.

Os planos da Verizon seguem de combinar os recursos de busca, e-mail e mensagem à divisão da AOL, que foi comprada por quase o mesmo preço do Yahoo, US$ 4,4 bilhões, em maio de 2015. “Os termos do acordo proporcionam um resultado justo e favorável para os nossos acionistas. Ele protege ambos os lados e mostra um caminho transparente para a transação ser fechada no segundo semestre [deste ano]”, disse a Verizon, em nota.

Mas essa empresa está mesmo interessada no Yahoo, hein?

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.