Início » Telecomunicações » As especificações do 5G: latência de 4 ms e velocidade de até 20 Gb/s

As especificações do 5G: latência de 4 ms e velocidade de até 20 Gb/s

Até a velocidade mínima do 5G é animadora

Lucas Braga Por

Muito se fala sobre o próximo passo da internet móvel, mas ainda não havia nada muito concreto no rumo da tecnologia 5G. Isso mudou nesta sexta-feira (24): a União Internacional de Telecomunicações (ITU, na sigla em inglês) anunciou um esboço do que o 5G pode se tornar. A especificação deve ser finalizada até o final do ano, mas o que já foi divulgado é bem animador.

Eis os principais pontos da especificação anunciada:

Velocidade

A especificação inicial exige que o 5G tenha velocidade de, pelo menos, 20 Gb/s de download e 10 Gb/s de upload em cada estação rádio-base. Isso não significa que você atingirá sempre essa velocidade em seus dispositivos, mas ter toda essa banda disponível assegura qualidade quando muitos usuários utilizarem a mesma torre.

Na prática, as especificações indicam velocidades individuais mínimas de 100 Mb/s de download e 50 Mb/s de upload, o que pode não empolgar tanto à primeira vista, já que isso é possível em redes LTE Advanced. Ainda assim, já é muita coisa: você provavelmente nunca nem viu de perto essa velocidade em seu celular no Brasil. E veja só: é a velocidade mínima!

Latência

Se em velocidade individual o 5G não parece impressionar tanto, a latência me faz desejar a tecnologia para ontem: em circunstâncias ideais, a latência máxima do usuário até a torre será de 4 ms — a especificação de LTE determina 20 ms. Para aplicações de comunicação de baixíssima latência, o valor pode cair para 1 ms.

Capacidade

Um dos pontos mais ousados do rascunho é que o 5G deve suportar pelo menos 1 milhão de dispositivos conectados por quilômetro quadrado. Caso isso seja concretizado, provavelmente não teríamos mais problemas ao usar o celular em locais com grande concentração de pessoas — o Carnaval está aí, e se eu fosse você não apostaria no 4G funcionando no meio do bloco. O objetivo é suportar o crescente número de dispositivos da internet das coisas.

Algo interessante é que o 5G também funcionará melhor quando em movimento: a especificação promete funcionamento de 0 a 500 km/h, útil para manter a conexão em deslocamentos em rodovias e em trens de alta velocidade.

Frequência

Para o funcionamento pleno da tecnologia é preciso pelo menos 100 MHz de espectro livre, sendo possível escalar para 1 GHz quando possível.

O grande problema é que é praticamente impossível encontrar 100 MHz de espectro livre em frequências abaixo de 2,6 GHz — a mesma utilizada no 4G brasileiro, e que já é considerada alta. Com isso, frequências acima de 6 GHz deverão ser adotadas no 5G, mas é importante lembrar que, quanto maior a frequência, menor será a penetração de sinal.

Para cobrir com 5G de maneira satisfatória, as operadoras precisarão lidar com um novo desafio: levar as antenas para mais perto dos usuários. E isso envolve muito dinheiro.

Quando chega?

É importante lembrar que todas essas especificações estão em um rascunho da ITU. Isso significa que as especificações ainda não foram finalizadas, o que deve acontecer até o final do ano. Após tudo ser concluído, as fabricantes começarão a desenvolver os chips oficialmente compatíveis com o 5G, entre 2018 e 2020.

No Brasil, representantes da indústria de telecomunicações, governo federal e Anatel lançaram o Projeto 5G Brasil, que tem o objetivo de fomentar a discussão sobre a nova tecnologia e estabelecer a construção do ecossistema de quinta geração no país. Representes brasileiros tornarão-se aptos a participar de discussões internacionais que definem critérios de implementação da tecnologia no mundo.

Quem sabe em 2020 teremos um norte para o 5G no Brasil?

Com informações: Ars Technica

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcos Fonseca
obrigado pela informação! se eu fosse me basear pela a maioria dos comentarios que encontro, eu pensaria que a net dos eua é melhor que a net da china
Junior palmeiras
Nada aver amigo então o 4g é 100 mega só pra mil pessoas?
Josué Júnior
Que bom.
Leandro
que pena, na época parecia que seria promissor.... WiFi a longíssima distancia
Nandico
Moro na grande BH, (pelo menos segundo o IBGE, 65 km de Belo Horizonte) e não tenho 4G. Então não sei qual é das piadinhas abaixo. É chato sempre que falam que sobre o 5G alguém falar que não tem nem 4G ainda? Sim, concordo. Mas é verdade? Também! Infelizmente é a dura realidade de quem não mora em São Paulo/ Rio ou exatamente dentro das outras capitais. Muito da culpa é do padrão adotado pelo 4G brasileiro, maior frequência com menor alcance. E bem sabemos que as teles não gostam de por a mão no bolso e gastar com mais antenas. Espero que com o 5G seja diferente.
Alexandre De Smedt
Perfeito
Bruno Silveira
Achava q quem usava o WiMAX nos EUA era a Verizon.
Bruno Silveira
Pois eh. Nos EUA eles vendem internet 3G plus como internet 4G. Em Orlando apesar dá maior parte do tempo a internet ser boa, em alguns momentos fiquei com conexão em 2G. Meu primo morou 6 meses em nova York ano passado e ele falou q é a mesma coisa. Em lugares com concentração de muitas pessoas a conexão ficava limitada em 2G.
Luiz Claudio Eudes Corrêa
Em geral seguem o padrão Europeu/Asiatico ou o Norte Americano. O Brasil seguiu o padrão Europeu/Asiatico então é fácil pra nos importamos aparelhos, enquanto a maioria dos paises das Americas seguem o padrão Norte Americano de freqüências, o que a principio limita um pouco as opções, porem pelo menos os aparelhos high-end são praticamente universais então somente aparelhos mais baratos sofrem de ter que escolher o modelo certo pra funcionar o LTE (3G já é universal faz tempo, mas alguns aparelhos Chineses ainda podem ser incompativeis com as frequencias norte americanas).
Luiz Claudio Eudes Corrêa
Único jeito de estar sozinho na ERB e ser cliente Nextel e ir pro interior :p Pelo menos comigo é assim, vou visitar a minha avó e parece que só tem eu na ERB, conexão fica uma maravilha, o 3G quase parece 4G :p
Luiz Claudio Eudes Corrêa
Isso ai morreu tem pelo menos 5 anos, mas quem usava pode migrar pro LTE-TD (padrão Chinês) que também pode ser usado nas antigas frequências do WiMax (a Sprint nos EUA faz isso pra complementar o LTE "normal" afinal aparelhos modernos podem usar mais de uma freqüência ao mesmo tempo pra ter mais velocidade de conexão).
Luiz Claudio Eudes Corrêa
Quando estive em Miami usando o LTE da T-mobile apesar de estável a velocidade não foi tão boa quando em New York City (onde consegui 90Mbps ao meio dia).
Bruno Silveira
O pessoal rasga elogios para internet móvel dos EUA. Bom... Na verdade a internet dos EUA, não é muito diferente dá nossa em questão de preço e qualidade... Pelo menos na região de Orlando. Para se ter uma ideia, nos EUA, o nosso 3G plus é comercializado como internet 4G.
Leandro
alguem sabe como anda o tal de WiMAx????
Adriano
Assim que eu experimentar o 5G aqui no Japão, digo pra vocês como é utilizar uma conexão dessas. Rs.
tuneman
mas é complicado. imagina que piora pois cada pais define sua propria frequencia de sinal.
raphaela1
Não atrasou o 4G porque o Brasil estava sob pressão da Copa do Mundo e Olimpiadas, caso contrário ainda estaríamos no 3G+ Aliás, o 3G só chegou no Brasil por conta do Pan Americano no Rio
Diego F. Duarte
Talvez nao, vide o fato q o Brasil nao atrasou tanto a implementação do 4G
David Diniz
Aqui em casa tem 4 pés de mexerica e 1 pé de laranja na jardineira
Alberto Prado
Saquei. Sempre usar com uma tecnologia posterior ou melhor e nunca com uma mais atrasada. Seria legal ter incentivo do governo para acelerar o troca de celulares antigos para agilizar o refarming das operadoras.
Breno
Caraca! 5ms? Muita gente aí vai ter que trocar de monitor pra sentir a velocidade real do 5G! Hahaha
Josué Júnior
Cara, que deselegante... UHEUHEHUHE Nós da "roça" vamos cuspir no tomate que você come. Daria no mesmo tbm... Não temos culpa de você não plantar nada nessa selva de pedra! =D
Arley Martins
Se chegar 20/20MB com 1ms pra mim ja estarei feliz da vida. Bom daqui uns 20 anos TALVEZ chega pros brasileiros.
betacaroteno
20gb/s por estação rádio-base, o que não quer dizer q o usuário vá atingir essa velocidade já q ele nunca estará conectado sozinho à ERB.
Maxnoob
Doce ilusão https://uploads.disquscdn.com/images/437f1314fc7cd17c2678685fb1fd52bd2d9ac1bfe63389519ba7a8919941ffa5.png Era o que falavam sobre o 4G
David Diniz
Eita! Ai sim! Aguardando ansiosamente pelo 5G aqui em terra brasilis! E tomara que a Função VOZ(igual em redes 3G/2G), Quem quiser fazer ligação use o Voiip.
David Diniz
Pelo menos aqui na Civilização o 4G e 3G (Seja Nextel,tim vivo) funcionam muito bem, Agora eu não tenho culpa do carinha que mora aonde judas perdeu as botas e achar ruim.
evefavretto
Mais ou menos isso. Normalmente vendem com obrigação de usar pra tecnologia X ou superior. Por exemplo, nada impede que usem o espectro da licitação de 2007("leilão de 3G") pra 4G, 5G, 6G, 9G, 90G, 1 milhãoG, mas não podem usar pra 2G.
Alberto Prado
Quando uma operadora compra uma determinada faixa de espectro, ela precisa obrigatoriamente usá-lo com a nova tecnologia? Ele não poderia usar por exemplo 4G no espectro que seria destinado ao 5G? Tipo o que algumas operadoras faz com o refarming...
Paulo Higa
Torre. Não tem como garantir 4 ms até um servidor remoto (mesmo na fibra ótica, 4 ms só dá para ir e voltar de São Paulo até Rio de Janeiro).
Alberto Prado
Até a torre.
Mago Erudito®
Como criar um motivo para continuarem nos roubando com planos carros e ruins. Teles: entreguem um 3G e 4G de qualidade nos grandes centros urbanos e no interior e depois invistam no 5G, 6G, 10G. Aguardando os nerds que vão defender as teles.
Carlos Taylor
o 4G aqui no Brasil é ótimo! Mas para quem tem acesso.. Boa parte da população desse país tem acesso a rede 4G, mas isso porque boa parte da população se concentra em capitais. Quem vive por menos afastado que seja de uma capital (menos que 100 Km que é o meu caso), com exceção de cidades mais famosas, já não tem uma boa qualidade na rede. Sabendo que o 5G precisa de algo melhor que isso, não preciso falar mais nada. A minha ambição de ir morar em alguma capital é somente por causa da internet, e sendo mais especifico, morar na região sul do país por causa de um acesso a tecnologia de maneira mais direta e muitas vezes mais em conta.
Felipe Teodoro
Essa latência de 4ms é do aparelho até o torre né? Ou é até um servidor?
LekyChan
com especificações dessas da para usar o 5G como internet domestica, quem sabe o Google Fiber não o use no lugar do tal WiFi.
Diego F. Duarte
(aguardando o bando de bestao q sempre vem dizer q mal temos 3G entao pra q 5G?) Mas serio: 10-20gbps a 4ms e o desempenho igual de uma infra de fibra de um pequeno provedor de internet. Tecnicamente a ideia ae vai ser desmpenho e eficiencia, e nao aumentar a velocidade.