Início » Gadgets » Este é o LG G6: tela mais alta, processador antigo e nada de módulos

Este é o LG G6: tela mais alta, processador antigo e nada de módulos

Por
37 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Não há problema em voltar algumas casas e jogar os dados de novo quando uma estratégia não dá certo, concorda? É o que a LG está fazendo. Depois de o LG G5 ter fracassado, a companhia decidiu devolver a “normalidade” à sua principal linha high-end: o LG G6 não tem módulos e vem para disputar espaço no mercado tendo como arma simplesmente o seu conjunto de hardware.

LG G6

O novo topo de linha da LG foi anunciado oficialmente na MWC deste ano. O aparelho tem tela IPS de 5,7 polegadas com resolução de 2880×1440 pixels (QHD+) e formato na proporção de 18:9 (via de regra, os smartphones usam formato 16:9), como adiantamos aqui.

A gente repara logo de cara que a LG fez mesmo um bom trabalho no aproveitamento de espaço: as bordas da tela são bem discretas. Dá para perceber também que a companhia preferiu uma abordagem sóbria em relação ao design externo do smartphone, usando linhas pouco ousadas e visual limpo.

Não que o LG G6 seja feio por isso. Mas a impressão que fica é que a LG se preocupou mais com os recursos e, portanto, não inovou em nada nessa parte. Tudo bem. Como minha mãe me disse várias vezes, o que importa é a beleza interior.

O LG G6 tem 7,9 mm de espessura

O LG G6 tem 7,9 mm de espessura

Pois bem, temos aqui um dispositivo com processador quad-core Snapdragon 821, GPU Adreno 530, 4 GB de RAM, 32 GB ou 64 GB para armazenamento interno de dados expansíveis com microSD de até 2 TB e bateria de 3.300 mAh.

Com relação às câmeras, a LG preferiu manter a ideia de dois sensores na traseira: ambos contam com 13 megapixels, mas um tem abertura f/1,8 e estabilização óptica enquanto o outro possui abertura f/2,4 e lente grande angular (125 graus). A câmera frontal vem com 5 megapixels, além de abertura f/2,2 e ângulo de 100 graus.

LG G6

É um conjunto interessante, mas cadê o Snapdragon 835 nessa história? Seria ótimo o G6 ter esse processador. Os usuários poderiam contar com o modem X16 para redes LTE gigabit e usufruir de consumo mais otimizado da bateria, por exemplo. Tudo indica, porém, que a LG teve que se contentar com o Snadpragon 821 porque não conseguiu encomendar unidades em número suficiente do 835: quase todas estão nas mãos da Samsung.

Outros destaques do LG G6 incluem resistência contra água e poeira (IP68), porta USB-C, áudio HiFi Quad DAC de 32 bits, conexão para fones de ouvido (olha só) e, não poderia faltar, leitor de impressões digitais na parte traseira. O sistema operacional é o Android 7.0 Nougat.

Será que o LG G6 tem fôlego para encarar os rivais, especialmente o futuro Galaxy S8? Não vai ser fácil, disso a gente tem certeza. Mas se o aparelho conseguir ao menos amenizar os estragos deixados pelo G5, a LG terá motivos suficientes para comemorar.

O LG G6 deve chegar ao mercado em março. Ainda não há informações oficiais sobre valores, mas um executivo da empresa revelou em entrevista recente que, na Coreia do Sul, o smartphone terá preço equivalente a US$ 800, aproximadamente.

Mais sobre: , , ,
  • Sandro De Jesus Soares

    Não conseguiu me agradar, trazem propostas um tanto quanto normais com nomes e firulas para engrandecer o dispositivo. Design pesado, lembra muito o design de antigos LGs (Linha GT, Optimus), bordas arredondadas apresentadas com proposta de dividir a tela em dois quadrados perfeitos (dois pontos um pouco contrários) e o total abandono da modularidade, o que na minha opinião deixou muita gente que comprou o G5 desapontada. Mas bem, é apenas o que eu acho.

    • Fábio

      Mas ninguém comprou o G5, digo, os módulos.

      • Sandro De Jesus Soares

        Dizer “ninguém” seria generalizar muito né kkk

        • Anakin

          dizer “muita gente” também né? hahaha

  • O G5 tinha umas firulas meio zuadas, sim, mas eram opcionais.
    E até onde eu sei aquele aquela base destacável para os add-ons não trouxe problema, apesar d’eu realmente não ter procurado saber, mas se fosse algo generalizado imagino que teria ouvido falar.

    Então assim, não foi pelas firulas existirem que ele não vingou.
    Imagino que pelo menos aqui no Brasil um fator deva ter sido o preço, a LG tá achando que é a Sony e cobrando preços retardados pelos aparelhos, sendo que ela não tem a fama.

    O G3 vendeu igual água porque por um bom tempo ele tinha hardware de high-end com preço de mid-end (eu comprei por 1k, hoje nem mid sai nesse valor direito) Já o G4 e o G5, o preço até hoje flerta com os 3k. Aí não rola.

    • Alex

      Fora que o G5 nacional é uma versão capada com preço Premium.

      • Tem isso também. Venderam o G5 SE como se fo$$e o G5 puro.

    • nanz0

      Mas o G3 d855 também é capado
      O original tem 3gb de RAM e 32gb de armazenamento
      A diferença é que o SE ainda cagou no processador…
      Comprei meu G3 em 2014 por 1300 reais, hoje em dia pra comprar o smart do ano vc desembolsa pelo menos uns 2500, tá foda os preços

      • O fato é que mesmo capado ele ainda conseguia “se enturmar” de boa com os aparelhos highend da GERAÇÃO SEGUINTE, ele era potente demais pra cair pra midend. E isso tudo com o preço colaborando lá embaixo, brigando com uns aparelhinhos mixuruca.

        Tanto que o G3 vendeu mais do que a LG esperava.

        Aí, talvez até por causa dessa venda inesperada, a LG vem no G5 e capa mais do que podia capar e ainda tem a cara de pau de cobrar preço de TOP-TOP-TOP.

        • Geraldo Lopes

          .

          Exato… o G3 foi um sucesso de vendas, inclusive aqui no Brasil. Aí vem um executivo da LG e pensa: se o G3 a gente deu uma “capadinha de leve” e os brasileiros adoraram e compraram bastante, vamos capar para valer o G5 com menos CPU, RAM, armazenamento, tela, câmera deixando apenas a carcaça original, e os trouxas dos brasileiros que nada sabem a aceitam qualquer coisa, vão pagar o preço de um celular top num conjunto meia-boca. Pronto, assim nasceu o LG G5 SE…
          .
          https://uploads.disquscdn.com/images/317b4a476ca75b8553049a8702028c6cce53dbdb189a751d1fca3c65c5490005.jpg

          • Não acho que foi tão maquiavélico assim, tá mais pra:
            “Vamos pegar o G5 Lite e vender pros trouxas Brasileiros como se fosse o G5 Plus”
            Talvez tenha rolado umas “muahahahaha” depois, mas acho que não muito mais que isso.

  • Leonardo Feelckins

    não há como negar que os vídeos promocionais da lg são impecáceis

    • Fábio

      Havia falado sobre isso ontem.
      Talvez uma das melhores fabricantes no quesito apresentação.

  • Cap_price_br

    Cobertura da MWC por parte do tecnoblog, tá ó, uma merda. Entrei ontem pra procurar informações sobre os lançamentos e nada. Nem Un plantonista pra replicar as informações dos demais portais.

  • Marcus Araújo

    Acho que fui um dos poucos a gostar do design clean e sem muita frescura desse smartphone. Até que enfim um smartphone atual que não parece um monstrinho extremamente frágil.

    Me faria comprar um por isso? Talvez, mas é LG, né… Vão cobrar caro entregando suporte pífio.

    • Jack Silsan

      Não foi não (o único a gostar do design)

      • Eduardo

        Mudei minha opinião sobre o design do G6 depois de constatarem que o S8 é um dos aparelhos mais frágeis já fabricados, além daquelas bordas não terem me convencido ao vivo.

        • Jack Silsan

          Deve ser frágil mesmo. Mas particularmente o design do S8 me agradou mais que o do G6, tanto do aparelho em si quanto da interface de usuário (quem te viu quem te vé TouchWiz)

    • Elisangela Ribeiro Bispo

      Já sou usuária DO LG, E ADOREI AO VER AO VIVO O LG G 6, ADOREI O DESIGN PARECIDO COM L90, RESISTENTE A QUEDA. PENSANDO SERIAMENTE EM ADQUIRIR POR CONTA DA RESISTÊNCIA DO APARELHO EM RELAÇÃO A SANSUNG.

  • Por enquanto não me empolgou. Quero ver a experiência de uso, e se mantiveram o infravermelho, se a bateria está durando bem. Isso sim me empolga.

    • _KJ

      Não tem mais o IR.

  • Jack Silsan

    Sóbrio.
    Esse Snapdragon 821 pode queimar um pouco o G6, a não ser que a LG precifique-o um pouco abaixo dos concorrentes com 830 ou superior (sonho meu…)

  • Anakin

    Nossa, achei muito legal, até agora eu compraria esse ai xD

  • Globe

    Vale a pena comprar o g5se ainda? Ele vc consegue encontrar por valores iguais ao do zenfone 3

  • Luan Natan Marcos

    Esse branco com moldura rosada ficou muito bonito mesmo. Falando no 821, ninguém precisa de um processador melhor que esse, a questão é se ajustar ao preço do mercado, até porque você não pode vender pelo mesmo preço de um smart mais potente.

  • KARALBPIN

    Tive G2, G3 e G4. Não tive G5 porque não gostei do aparelho. Esse G6 parece ser bem legal.

  • Henrique Ferreira Lima

    Tá aí um ótimo concorrente para o S7. Tem tudo para roubar as vendas do aparelho

  • filipe fernandes

    Tenho LG G4, tive LG G3 e até gosto dessa marca, mas esse G6 não vale 800 dólares! Comprei um Letv Le Máx 2 com mesmo hardware que esse G6, diferença é ser Snapdragon 821 e o meu ter o 820 e custou 250 dólares, com frete é impostos deu 1100 reais, péssimo investimento esse novo LG… Caríssimo com hardware de ano passado.

  • Wagner Vinicius Macêdo

    Se ela colocasse a R$1500,00 venderia feito água batendo recordes. Mas, ela apresentou um hardware de início de 2016 e vai cobrar incríveis 800 dólares. No Brasil quase 4 mil…

    Mesmo sem usar tudo isso, mas as pessoas vêem os números, ou seja, 6GB de memória, 128GB de armazenamento interno, Snap 830… Aí vc compra o Oneplus 3T por 500 dólares com isso tudo…

  • Eduardo

    Pra mim o G6 tem 2 problemas:
    Não ter usado o melhor processador.
    E a qualidade das fotos, que poderia ser melhor.

    Por outro lado, é muito mais resistente que o S8 e não tem aquela borda inútil do S8 que é linda nas fotos e videos promocionais, mas que não convence pessoalmente.