Início » Negócios » Fnac desiste do Brasil e coloca à venda suas doze lojas no país

Fnac desiste do Brasil e coloca à venda suas doze lojas no país

Felipe Ventura Por

A Fnac, rede francesa de livros e produtos eletrônicos, anunciou que vai se retirar do Brasil, e que vai vender suas doze lojas físicas. Em comunicado, a empresa avisa que "começou um processo ativo para buscar um sócio que dê lugar à retirada do país".

O que aconteceu? Fontes dizem ao Estadão que isso não foi culpa apenas da crise econômica: a expansão da Fnac acabou sendo freada pela concorrência com a venda de livros pela internet. Segundo o jornal, ela já estava procurando sair do país há algum tempo, mas não conseguiu passar a operação para outra empresa.

Foto por kikesan/Flickr

Ainda não se sabe quem vai adquirir as lojas físicas, presentes em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Goiânia, Campinas, Guarulhos e Ribeirão Preto. Talvez a Saraiva, com suas diversas megastores em shoppings, seja uma forte candidata? O Estadão sugere, inclusive, que a Fnac já tentou se aproximar do modelo de negócios da Saraiva.

A empresa chegou por aqui em 1998 - sua primeira investida fora da França - e planejava uma grande expansão que nunca aconteceu. Em vez disso, a Fnac recentemente reduziu o tamanho de suas lojas e de seu portfólio de produtos.

A queda nas vendas foi forte. Segundo o Valor, houve um recuo de 21,6% nos nove meses até setembro de 2016 em relação ao mesmo período do ano anterior. A presidente da Fnac no Brasil, Claudia Elisa Soares, deixou o cargo no início de fevereiro, pouco menos de um ano após ser contratada.

O Brasil representa menos de 2% das vendas da Fnac. Além da França, a empresa está presente em Portugal, Espanha, Bélgica, Suíça, Mônaco, Marrocos, Costa do Marfim e Catar. Não há nenhuma orientação para que as lojas nesses países sejam descontinuadas.

Atualização em 02/03 às 09h05: o presidente da Fnac no Brasil, Arthur Negri, diz ao Estadão que a empresa não deixará o país no curto prazo. Ela tenta buscar um sócio, mas ainda não definiu se vai franquear as lojas ou vendê-las. Por enquanto, o foco será em ajustar os custos e reverter os prejuízos. Fontes dizem ao jornal que, se não encontrar um bom parceiro, a empresa deve deixar o país.

Mais sobre:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Reginaldo Farias
Otári0.
Ibrahim Shehata
Cara ou não a empresa trazia produtos de última geração tecnologica que disponibilizava em toda sua rede mundial, agora estamos de volta para as redes TELE RIO, PONTO FRIO, RICARDO ELETRICO........kkkkkkkkk e de seus produtos do submundo da tecnologia.....LIXOXÔ......Brasil em ruina, isso era o Bsasil de 30 anos atrás!!!!!!
Tatiani Coimbra
A FNAC é uma loja cara e fica em pontos da cidade para classe média alta.
O site deles é bastante confuso, e os produtos ficam mais caros.
A Saraiva e a Cultura pegaram o ponto fraco dela e estão espalhadas em locais de fácil acesso, com produtos mais em conta e promoções nos seus sites.
gust4v8
fazem muito bem, porque continuar num lixo de país como esse, tem muito lugar melhor no mundo.
Cap_price_br
Adoro a loja, mas é cara. Me sinto na Disneyland lá...
Keaton
Caraca. Cara? Ela era bem barata em Curitiba... Bem mais em conta que as lojas e mercardos próximos dela. :( (Pelo menos aquela perto do Carrefour Champagnat)
Bruno
https://translate.google.co.uk/#fr/es/fnac

É um F mudo, o mais próximo é Finác!
Meninão Bobo
A unica empresa que tem cacife para comprar é a GPA, depois dela Carrefour ou Walmart tb teriam para entrar de uma vez nesse segmento e ou ainda arrisco em dizer que a Magazine Luiza possa comprar 50+1% das ações e assim tomar a frente da FNAC, já que a Magazine é uma das poucas empresas que nasceram no Brasil e sabem fazer negocio no Brasil. Carrefour e Walmart são exemplos de empresas estrangeiras ricas mas que no Brasil patinam no segmento varejista e apanham da concorrente GPA.

O resto não tem poder para fazer nada, sobra só grupo de investidores se for o caso.
Meninão Bobo
Péssima localização? Você mora no Acre? Eles só tem lojas em lugares caros regiões de classe alta.
Pizdáh
Melhor comentário.... você tem toda razão.
Walter
Melhor comentário.... você tem toda razão.
TIGOS
Vai tarde...
Pizdáh
Alguém se lembra qual empresa que existia antes dela no endereço da Praça dos Omaguás em Pinheiros?
Anderson Freitas
Vai tarde...
Walter
Alguém se lembra qual empresa que existia antes dela no endereço da Praça dos Omaguás em Pinheiros?
Hugo Vinícius
Pois é, a loja daqui de Goiânia é enorme. Acho que é a maior loja do shopping onde ela se encontra.
Marcus Araújo
Na loja online sempre tem algumas promoções que compensam, principalmente se escolher tirar na loja pra não pagar o frete.

Semanas atrás comprei algo assim, e economizei tirando na loja o mesmo produto disponível na loja física, que estava 40 reais mais caro. Disparadamente, foi o local mais barato que encontrei o que queria.

Mas a Fnac já desmentiu a notícia e desistiu de desistir do Brasil ahahha
felipecn
Pessimamente localizada? Acho que uma das coisas mais valiosas numa eventual aquisição da Fnac é justamente o ponto das lojas
felipecn
Mas a Fast Shop tem uma política de preço bem diferente da Fnac. Volta e meia ela é bem mais barata que as lojas ~populares~ (Ponto Frio, Casas Bahia e cia)

A Fast foca mais no high-end então se você for olhar uma classe de produtos (geladeira, por exemplo), o mais barato vai ser mais caro que o mais barato das outras lojas - porque eles não vendem os modelos mais básicos em alguns casos. (Mas em eletrônicos costumam ter a linha completa quase sempre)
Mas comparando o mesmo produto, é muito difícil estarem cobrando mais caro.
???????Feripe Hatsune?
Vejamos, aqui em Campinas onde só tem uma no Shop Dom Pedro, longe para mim (até para o Uber), eu costumava visitar a uns 4 anos, depois disso, não voltei mais. O preço era alto demais para o padrão "povão" do shopping, resultado, a maioria só passeava pela FNAC para comprar no Walmart depois (ou na Samsung que era por perto).
Não vai fazer falta nenhuma. Agora é a hora de entrar uma filial para rivalizar com a Saraiva, ou esta última comprar os vestígios da FNAC.
Marcos Tony Lehmann
Qual o certo?
Adriano
Uma rede de loja de livros em um país onde as pessoas fazem de tudo, menos ler...,não faz muito sentido.rs.
Wellington Gabriel de Borba
No site da Exame a notícia atualizada é que a FNAC desmentiu, disse que não vai vender as operações, mas sim, quer um sócio para cá. Mesmo sendo cara, não é bom para os consumidores, o que garante depois que a Saraiva por exemplo não vai reposicionar os preços para cima. Fora que na área de eletro tem muita coisa diferente. Mas devido a política de preço outra loja que vai seguir pelo mesmo caminho é a FastShop.
LekyChan
o loco tinha uma Fnac em guarulhos e eu nem sabia lol
Gustave Dupré
Falta? Só se for no sentido da concorrência, porque eu só ia para encher os olhos e depois comprava pela internet.
McFake
Ja foi desmentido pela própria Fnac.
André G
O único problema é que quando vc quer um livro em inglês só tem em pt-br, e quando quer em português só acha em inglês, hahahaha
Mas é uma excelente loja, sentirei falta... Logo que vim morar em São Paulo passava por lá toda semana.
André G
Quando comprei meu Dell o mais barato estava na FNAC online, como a loja
física fica 10 minutos de casa eu fui lá, mas a loja física vendia o
mesmo modelo por quase 300 reais a mais que o produto com frete e eles
não cobriam o valor da loja online, só o desconto que me davam era
pagando a vista no dinheiro e ainda assim ficava 200 reais mais caro.
Na Fast shop eles sempre cobrem o preço do site, duas vezes já comprei lá pq fizeram o preço da loja online e assim vc já sai com o produto da loja, sem gastar com frete.
E meu headphone que comprei na kabum eu testei na FNAC, mas lá ele custava 350 e na KABUM era 220 com frete! Se custasse 250 eu até compraria pra valorizar a loja física que nos permite testar, mas 350 é muito mais caro.
Marcus Araújo
Era careira?
Era.
Vai fazer falta?
Com certeza.
Marcus Araújo
O correto é "finac", com o "i" quase mudo... Algo como "finác".
Mickael Fernandes
Uma pena, sempre vou ao Shopping ver os aparelhos pessoalmente, fora que tem muita coisa bacana lá. Quase comprei um notebook deles pelo preço, que faziam igual ao do site.

Vi em outro sites que uma possível interessada seria a Amazon, ia curtir bastante se isso acontecesse, mas não acredito muito.

Essa notícia serviu para eu saber que é francesa, pois achava que era portuguesa.
Le Zuero
Muito caros eram os preços praticados pela loja, mas uma pena para os que ficam sem emprego.
Caleb Enyawbruce
Os preços sao terriveis, mas eles são bastante envolvidos com o publico e organizam diversos eventos (de games, por exemplo). Isso será uma perda grande para a comunidade, infelizmente :/
Ramon Gonzalez
Os preços sao terriveis, mas eles são bastante envolvidos com o publico e organizam diversos eventos (de games, por exemplo). Isso será uma perda grande para a comunidade, infelizmente :/
Caleb Enyawbruce
A maioria das pessaos do meu convivio dizem "fEnac"
Ramon Gonzalez
A maioria das pessaos do meu convivio dizem "fEnac"
Daniel Santos
Pra ter uma ideia o frete da FNAC pro meu endereço era geralmente de R$12,00 enquanto outras não chegavam a R$6,00...foi tarde
Lucas Ambrosio
Com toda certeza.
Quem garante que as outras não tinham o preço baixo por causa do preço alto dela? hahahah
Zanac_Compile
Não soube pronunciar...

Costumava dizer "F" Nac. Mas muita gente dizia Finac.
palatoqueimado
É mais provável que outra empresa como a Saraiva compre as lojas (e por consequência, os estoques).
palatoqueimado
Concorrência e preços baixos nunca foram o foco da Fnac, que fique claro galera. Essa loja era pra quem buscava os últimos lançamentos e uma infinidade de opções de eletrônicos, gadgets, livros, CDs e DVDs, não importando muito o preço. Eventualmente se tinham promoções. Visitei uma aqui na minha cidade e fiquei tonto; é tanta opção de acessórios para iDevices, fones de ouvido, gadgets importados, últimos lançamentos de video-games e televisores que não consegui ver tudo.
Louis
Fnac há antes estava sendo mal administrada no Brasil.

Espero que façam uma grande queima de estoque.
CtbaBr©
De fato, não eram competitivos!Mas é um concorrente a menos, e isso é sempre ruim!
CtbaBr
De fato, não eram competitivos!
Mas é um concorrente a menos, e isso é sempre ruim!
Castiel
loja cara e pessimamente localizada, depois da amazon era previsivel, até mesmo outras redes como a cultura e a saraiva são melhores e mais baratas em lojas fisicas
Juliana
Quando li a notícia a primeira coisa que pensei foi na questão da alta carga tributária. Os preços das coisas na FNAC são nada competitivos, desde eletrônicos até os livros (pelo menos na época em que ia bastante dar uma olhada nos preços da loja, depois me mudei pra longe e não fui mais)
Henrique Queirós
A extensão de vocês podia notificar um post assim que é postado, as vezes a extensão avisa de coisas de 3 anos atrás, e não avisa quando postam algo, ao menos não avisam na hora.
Henrique Queirós
Nem sabia da existência das mesmas.