O Google vem fazendo de tudo para tornar o YouTube rentável: mesmo com usuários assistindo um bilhão de horas de vídeo por dia, o serviço nunca deu lucro. Aí entra o YouTube TV, um serviço de TV por assinatura nos EUA com alguns diferenciais que gostaríamos de ver também no Brasil.

O YouTube TV custará US$ 35 mensais quando for lançado nos próximos meses, sem fidelidade mínima – será possível cancelar a qualquer momento.

São quarenta canais, incluindo TV aberta americana, esportes (ESPN, Fox Sports), notícias, entretenimento (FX, USA, Syfy), infantis (Disney Channel, Disney XD), entre outros. Além disso, o serviço inclui as 28 séries originais do YouTube Red.

Cada assinatura dá direito a seis contas distintas, com recomendações de conteúdo personalizadas; e o streaming pode ser feito em até três dispositivos ao mesmo tempo. O YouTube TV estará disponível para Android, iOS, Chromecast e web. Inicialmente, ele não será compatível com dispositivos como Apple TV, PlayStation 4 e Xbox One, mas o Google indica ao Engadget que levará o serviço a mais plataformas.

Um dos diferenciais do YouTube TV é o “cloud DVR”: o usuário terá espaço ilimitado na nuvem para gravar transmissões ao vivo de programas, e depois assistir via streaming na TV, smartphone ou tablet. Será possível gravar mais de um programa ao mesmo tempo, e eles permanecerão disponíveis por nove meses.

Outro diferencial é o atendimento ao cliente, que geralmente deixa a desejar nos EUA (e também no Brasil). O Google promete excelência nessa área, e o usuário poderá entrar em contato através do app – por chat ou voz – sempre que encontrar algum problema. A empresa já tem um bom histórico de atendimento em serviços como Google Fiber (internet de 1 gigabit por segundo) e Project Fi (operadora móvel).

E, como se trata de um produto do Google, o YouTube TV conta com recursos de busca e personalização de conteúdo. Por exemplo, o usuário pode digitar “viagem no tempo” e obter uma lista de filmes e séries com esse tema; ou digitar o nome de um programa para ver todos os episódios disponíveis. Também haverá sugestões com base nos seus hábitos.

Tudo isso é bem bacana, mas esta “TV a cabo online” esbarra nos limites dos próprios canais de TV a cabo. Vários deles não estão disponíveis, por não fecharem acordo com o Google: entre as ausências notáveis, temos a Discovery, a Viacom (MTV, Nickelodeon), a Turner (TNT, TBS), a CNN e a HBO.

Além disso, o usuário não escapará dos anúncios. Na verdade, o próprio Google vai vender as propagandas que aparecerão no serviço, além dos próprios canais. Será possível pular anúncios nos vídeos gravados no cloud DVR (se você avançar o vídeo), mas só.

O mercado de TV por streaming está se aquecendo nos EUA. Lá, existem serviços como Sling TV, DirecTV Now e PlayStation Vue, que permitem fazer streaming de TV ao vivo; e o Hulu deve lançar um concorrente em breve. Rumores dizem que a Apple tentou entrar nesse mercado, mas não conseguiu.

Enquanto isso, no Brasil, estamos bem atrás. Canais abertos como Globo e SBT oferecem streaming ao vivo de graça, mas sem recursos de gravação; para assistir programas antigos no Globo Play, é preciso pagar R$ 14,20 mensais. Canais de TV paga oferecem streaming pela internet, mas só se você tiver assinatura com uma operadora tradicional; a exceção fica para o HBO Go, que custa R$ 34,90 mensais.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leandro Amaral
Agora o Now é compatível com o Chromecast.
Fabricio Carvalho
Não é a faltas de receita que ele gera, mas sim o custo que também é tão elevado quanto. Ai quandos e faz a conta de quanto se gasta e quanto se ganha por hora para o Youtube funcionar da forma que é, não vem gerando um lucro significativo
Juliana
Valeu a dica, tava com muito medo de trocar pra NET de novo... agora já n to tão preocupada.
Eric D.
Pois é, o nivel da equipe de instalação da vivo está bem acima das equipes da net, se eu não tivesse vigiando o técnico ganharia mais 2 buracos na parede, sendo que meu ap possui canaleta de cabeamento, que inclusive estava em excelente estado, deixou a casa toda suja e um monte de entulho pra trás. A gvt na instalação não deixou um grão de poeira no chão, a instalação durou pouco mais de 2h contra as 4h da net. Está certo que isso ocorre muito pouco, não é todo dia que tera uma equipe instalando internet em casa, mas é um preludio da qualidade, a apresentação diz muito do serviço. Mas felizmente ocorreu o contrário desta vez, em termos de qualidade de conexão só tenho elogios para a net, ping de 11ms contra os 19ms medios da vivo(epoca gvt eram 9ms em media). O modem da vivo eu tinha que reiniciar ele uma vez por dia, o da net esta em minha casa a 6 meses e até hoje não precisei. Mas um conselho certo eu te dou, fuja da oi, antes de voltar pra net tentei oi, que durou 3 dias, ja me estressaram tanto que sai antes mesmo de concluirem a instalação.
Tiago Celestino
Enterplay é horrível. A ideia é sensacional, mas a usabilidade e a segurança do serviço é de assustar. Usei por um mês e desisti de vez
Juliana
pois é, seria um sonho! tb herdei a vivo pela gvt (que tinha um bom atendimento até e uma boa entrega do serviço de internet, apesar de a tv ser muito ruim). agora não sei se troco, tive muitos problemas com a net no passado.
Juliana
Como respondi pro Bruno, o que quis dizer é que antes de torcer pelo youtube tv, a gente precisa de uma internet melhor e com mais qualidade de serviço (tanto da entrega da própria internet quanto em relação ao atendimento). se vai ser fibra ou se vai ser wireless, se vai ser da google ou de outra empresa que se preocupe com o combo "bom e acessível" não importa muito. :)
Jorge Luis
teve alguma notícia que te deu essa esperança?
palatoqueimado
Aqui no Brasil tem o Enterplay, que é um IPTV independente por assinatura mensal com canais fechados (incluindo vários dos que eu citei acima). Porém os planos custam o equivalente a um pacote de TV paga, e não tive uma experiência boa com o plano trial (de 15 dias). Streaming ocorre por vezes do DC nos EUA, então a latência é maior e o buffering demora.
palatoqueimado
Não tem como porque ele é um recurso pra quem é assinante. Serviços de IPTV independentes pouco ou nada existem pelos seguintes motivos: - Experiência de assistir diferente da TV convencional (streaming x broadcast) - Distribuição cara e dependente de uma boa conexão de internet ao consumidor (baixa latência, alta velocidade instantânea, menor rota possível até o DC mais próximo) - Exclusividade comercial dos conglomerados de mídia - Dimensão das operadoras, que espanta qualquer pessoa que pense em investir dinheiro num projeto desses A Google só entrou nesse mercado porque tem a grana, a influência, e um potencial de mercado muito grande (pelas propagandas). A Apple tentou e falhou.
palatoqueimado
Venda casada seria se o NOW fosse um produto comercializável individualmente, coisa que não é. Ele é um recurso a mais pra quem é assinante da NET, simples assim.
Gaius Baltar
Ele fala em poder escolher quantos e quais canais fariam parte do pacote.
Gaius Baltar
Não sei qual é vantagem disso, pois pelo menos aqui em Portugal as operadoras disponibilizam serviço semelhante, gratuitamente. Em alguns casos o streaming feito através de tablets e smartphone não é descontado do limite mensal de dados móveis. Permite: * Subscrever e ver packs de filmes & séries. * Ver mais de 80 canais ao vivo, incluindo canais Premium e HD. * Acesso ao catálogo de filmes do Videoclube. * Agendar e ver gravações. * Consultar o Guia TV e saber o que vai passar, o que já passou e rever em gravações automáticas dos últimos 7 dias. Tudo isso incluído no valor da mensalidade. Essa oferta do Google é ridícula.
dcrecm

A Google ao pagar aos produtores de conteúdo, conseguiu transformar o YouTube em uma plataforma muito acessada, mas com isso sofre, segundo a informação, com a falta de lucro na plataforma.

E agora vai ser difícil mudar isso, não existe mais onde colocar anúncio lá, tá entupido

E quero ver se tirar esse pagamento dos produtores, certamente a quantidade diminuiria

CtbaBr
O Sheldon esta certo, É ruim! É o velho e indigesto "pacotão", agora empurrado goela abaixo via Streaming!
Exibir mais comentários