Faz tempo que a declaração de Imposto de Renda segue o mesmo ritual: você precisa reunir todos os documentos, instalar um software em Java no computador para preencher a declaração e depois, por algum motivo estranho, instalar outro software que tinha a única função de enviar o documento para os servidores da Receita Federal. Isso muda em 2017.

O prazo para entrega do Imposto de Renda começou nesta quinta-feira (2) e vai até 23h59 de 28 de abril. O software para preencher a declaração pode ser baixado no site da Receita Federal para Windows, macOS, Linux e Solaris. Se você não tem o plugin do Java instalado, é preciso fazer o download na página da Oracle. O Receitanet, que transmitia a declaração, foi incorporado ao aplicativo principal e não é mais necessário.

Também é possível preencher a declaração no m-IRPF, disponível para Android e iOS. Depois da transmissão, é uma boa ideia fazer backup da declaração e do recibo de entrega, que são armazenados no próprio smartphone ou tablet. No caso do Android, você pode encontrar os arquivos na pasta Downloads; no iPhone, será preciso utilizar o iTunes para recuperá-los.

Segundo a Receita Federal, precisa declarar o Imposto de Renda Pessoa Física em 2017 quem:

  • recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma anual foi superior a R$ 28.559,70;
  • recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;
  • obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias contados da celebração do contrato de venda, nos termos do art. 39 da Lei nº 11.196, de 21 de novembro de 2005;
  • teve a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2016, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00;
  • passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição se encontrava em 31 de dezembro de 2016;
  • relativamente à atividade rural:
    • obteve receita bruta anual em valor superior a R$ 142.798,50;
    • pretenda compensar, no ano-calendário de 2016 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2016.

Quem não declarar o Imposto de Renda no prazo estará sujeito à multa de pelo menos R$ 165,74, sendo que o valor pode chegar a 20% do imposto devido. As restituições serão pagas a partir de 16 de junho, seguindo até 15 de dezembro de 2017, em sete lotes, para quem não cair na malha fina.

Que o leão seja manso com todos nós.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Brendo Sales
Faça logo isso e crie um exemplo a se seguir...
Bicicletaria Gracelino
GENTEMM qual programa para fazer IRPJ ? E O MESMO
Deilan Nunes
Posso me juntar com algumas pessoas e comprar uma área do tamanho de uma cidade pequena e ter tudo privado nelas...segurança hospitais, ruas e tudo mais
Glauco
Polícia, bombeiros, SAMU, guardas de transito, avenidas, ruas, etc. Tem como não usar nada disso?
Deilan Nunes
Se alguém não deseja pagar e nem utilizar serviços estatais, e o governo Obriga a pessoa a pagar...imposto é o que então?
Glauco
Não, não é roubo, roubo é o que fazem com boa parte dele.
Jose
A minha só em abril. Tenho dois vínculos e o leão não perdoa, morde com vontade. Um mês e meio de salário para um governo de poucos sem nenhum retorno para a população. Triste realidade!
Deilan Nunes
imposto é roubo
Ed
Meus parabéns, jovem
Ramon Gonzalez
Isso é óbvio. Estou perguntando porque tem um link no site da Receita específico pra baixar o software para o Solaris. Tipo, eles conscientemente escolheram disponibilizar especificamente para este sistema. Escolheram gerar uma versão específica pra ele. Poderiam simplesmente ignorá-lo. Até porque se escolheram gerar para esse sistema e divulgar, escolheram também suportá-lo. Não consigo entender.
Matheus
Não, óbvio que não. É apenas a possibilidade dada ao optarem pelo Java.
Bruno Guerreiro
Até onde eu entendi, o Receitanet continua existindo normalmente para os outros usos. Ele só foi 'embutido' por padrão no programa do IRPF.
Ramon Gonzalez
É sério que existe alguém que usaria um servidor Solaris pra fazer isso???
Zanac_Compile
Tu é feliz, deixo pra última hora, tenho que pagar uma fortuna mesmo...
Thiago Moraes
Pois é também fiquei com essa dúvida já que o receitanet servia para enviar outros tipos de declarações também.
Exibir mais comentários