Início » Internet » Medium também se inspira no Snapchat em novo recurso

Medium também se inspira no Snapchat em novo recurso

Batizado de Series, todo o conteúdo é verticalizado e exibido como as histórias do Snapchat

Por
2 anos e meio atrás

Com foco em posts mais curtos, o Medium lançou na quarta-feira (1º) o recurso de Series, cujo objetivo é contar histórias. Sim, o nome é bem parecido com o Stories que vemos no Snapchat, Instagram, WhatsApp e Facebook, mas com alguns toques para ficar mais com a cara do serviço de blogs.

Em uma seção no aplicativo original, os usuários poderão criar séries de posts em cartões, que podem conter textos, imagens e gifs. Para navegar pelo conteúdo, basta clicar no canto direito da tela; caso você queira voltar, basta tocar no canto esquerdo. O conteúdo em si, que fica dentro dos cards, não tem a pretensão de ser muito grande, ao contrário do que costumamos ver nos textões da plataforma.

No que o Series é diferente? Basicamente, os cards não desaparecem em 24 horas: eles ficam lá para sempre. Os usuários também podem se inscrever na sua série para não perder nenhum post (coisa que o Snapchat ou Instagram já deveriam ter feito há muito tempo, na minha opinião). O aplicativo também vai lembrar a posição que você parou ao consumir algum conteúdo.

O formato é ideal para pequenos diários de viagem ou para contar, como o nome sugere, alguma história. No anúncio, o Medium explica que queria encaixar um método de storytelling que combinasse com telas pequenas e não abrisse mão do contexto. “Você pode ir mais fundo, compartilhar ideias complexas e contar histórias em andamento que você não conseguia antes com um único post”, diz o texto. Este vídeo mostra mais ou menos como o Series funciona:

Como aponta o The Verge, toda essa brincadeira é uma tentativa do Medium de encontrar um modelo de negócios que funcione bem e dê mais audiência, considerando que a empresa cortou um terço de seus funcionários há alguns meses.

Eu vejo o Series mais como uma inspiração no Moments, do Twitter, ainda mais que agora qualquer usuário pode criar um ― a diferença é que ele não fica preso apenas a tweets. Recentemente, o Timehop também mudou a forma de exibir o conteúdo, verticalizando o feed. A Wired aposta que a moda agora é a exibição desse conteúdo verticalizado, em vez do scroll que estamos acostumados.

Faz sentido se você pensar que, no celular, pode ser mais fácil apenas tocar na tela para ler algum conteúdo do que ficar rolando a página para baixo. Ainda mais no caso do Medium, que abriga vários textões: é mais prático consumir esse grande número de informações em séries de histórias curtas.

O recurso de Series já está “mais ou menos” disponível: você pode criar as histórias no aplicativo para iOS e na web, deixando o Android de fora. E dá para consumir o conteúdo por meio dos apps para iOS e Android, deixando seu navegador de fora. Ok então.

Mais sobre: ,