Início » Web » Google reformula totalmente o Hangouts e traz novidades para Drive e Gmail

Google reformula totalmente o Hangouts e traz novidades para Drive e Gmail

Por
1 ano e meio atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A estratégia do Google para apps de mensagens sempre foi uma bagunça – Allo, Duo, Android Messages – mas a empresa vem tentando se organizar nessa área e ganhar uma direção consistente. O novo Hangouts faz parte desse esforço.

O Hangouts foi totalmente repaginado para se tornar uma ferramenta de comunicação corporativa, semelhante ao Slack e ao Microsoft Teams, e com forte integração a serviços como Google Drive e Agenda. Ele foi dividido em dois componentes: Chat e Meet.

Hangouts Chat e Meet

O Hangouts Chat facilita a criação de grupos de bate-papo, agrupa as respostas enviadas para cada mensagem (mais ou menos como o Gmail faz com seus e-mails), e facilita a busca por mensagens antigas – é possível filtrar por pessoa, tipo de arquivo e até mesmo links.

Além disso, ele é profundamente integrado ao Google Drive, Docs e Planilhas. Por exemplo, você pode colar o link para um documento e ele ajusta automaticamente as permissões para que todos na sala de bate-papo possam vê-lo e editá-lo.

E, como todo aplicativo de chat atualmente precisa ter bots, o Hangouts Chat também os terá. Esses scripts permitirão que diversos serviços de terceiros se integrem ao bate-papo. Por exemplo, o Google criou um bot chamado @meet que consulta a agenda de qualquer pessoa no grupo, sugere automaticamente um horário de reunião, e pode inseri-lo diretamente na agenda de todo mundo.

Enquanto isso, o Hangouts Meet concentra o chat em vídeo. Ele permite que até 30 pessoas participem de uma chamada ao mesmo tempo e não requer plugins no Chrome e Firefox (outros navegadores precisam de plugin pois ainda não suportam o padrão WebRTC).

Além disso, fica mais fácil inserir mais pessoas na videochamada: basta receber o link e ser autorizado. Clientes empresariais também poderão receber um número de discagem que, no iPhone ou Android, abrirá o app do Hangouts e permitirá se juntar à reunião.

Quando estará disponível?

O Hangouts Meet já está disponível para todas as empresas no G Suite. Enquanto isso, o Hangouts Chat – disponível para Android, iOS e web – está sendo oferecido inicialmente apenas para as empresas no programa “early adopter” do G Suite. Depois, ele virá a mais empresas e até mesmo para consumidores.

Mas se você quiser usar o novo Hangouts em sua conta padrão do Gmail, fique atento: ele estará disponível em modelo “freemium”, e alguns dos recursos serão pagos – o Google não diz quais, nem quanto isso vai custar.

Novidades para o Drive

A conferência Google Cloud Next em San Francisco (EUA) também trouxe novos recursos para o Drive e para o Gmail.

O Drive File Stream faz com que todo o conteúdo do Drive apareça no seu Mac ou PC, mas não faz download de tudo para seu computador – é algo semelhante aos placeholders do Microsoft OneDrive e do Dropbox Smart Sync (antes chamado de Project Infinite).

Você não precisa selecionar as pastas que serão sincronizadas: o Google usa um “cache inteligente” para prever quais arquivos você usará e que deverão ser baixados. Este recurso já está disponível para clientes do G Suite no programa “early adopter”.

Enquanto isso, os Team Drives facilitam a criação e manutenção de pastas compartilhadas, fornecendo os mesmos arquivos para todos os que têm permissão. É um recurso básico presente no Dropbox e OneDrive, cuja implementação foi finalmente melhorada. Isso já pode ser usado por todos os clientes do G Suite.

Complementos para o Gmail

O Google Docs e Planilhas têm suporte a complementos há algum tempo, e agora é a vez do Gmail. A ideia é evitar que você precise alternar entre vários apps para copiar dados de um e colar em outro.

No exemplo abaixo, o usuário recebe e-mail de um cliente e – sem sair do app do Gmail – pode conferir o cadastro dele armazenado no sistema de CRM (gestão de relacionamento com clientes) e gerar uma fatura dos seus serviços.

Esses add-ons funcionarão na interface web do Gmail e também nos apps oficiais para Android e iOS. Por enquanto, o projeto ainda está em fase de desenvolvimento, mas será disponibilizado para clientes do G Suite ainda este ano.

Tudo isso faz parte de um foco maior do Google em serviços para empresas, mas espero que esses recursos cheguem aos usuários em geral.

Com informações: The Verge, VentureBeat.