A estratégia do Google para apps de mensagens sempre foi uma bagunça – Allo, Duo, Android Messages – mas a empresa vem tentando se organizar nessa área e ganhar uma direção consistente. O novo Hangouts faz parte desse esforço.

O Hangouts foi totalmente repaginado para se tornar uma ferramenta de comunicação corporativa, semelhante ao Slack e ao Microsoft Teams, e com forte integração a serviços como Google Drive e Agenda. Ele foi dividido em dois componentes: Chat e Meet.

Hangouts Chat e Meet

O Hangouts Chat facilita a criação de grupos de bate-papo, agrupa as respostas enviadas para cada mensagem (mais ou menos como o Gmail faz com seus e-mails), e facilita a busca por mensagens antigas – é possível filtrar por pessoa, tipo de arquivo e até mesmo links.

Além disso, ele é profundamente integrado ao Google Drive, Docs e Planilhas. Por exemplo, você pode colar o link para um documento e ele ajusta automaticamente as permissões para que todos na sala de bate-papo possam vê-lo e editá-lo.

E, como todo aplicativo de chat atualmente precisa ter bots, o Hangouts Chat também os terá. Esses scripts permitirão que diversos serviços de terceiros se integrem ao bate-papo. Por exemplo, o Google criou um bot chamado @meet que consulta a agenda de qualquer pessoa no grupo, sugere automaticamente um horário de reunião, e pode inseri-lo diretamente na agenda de todo mundo.

Enquanto isso, o Hangouts Meet concentra o chat em vídeo. Ele permite que até 30 pessoas participem de uma chamada ao mesmo tempo e não requer plugins no Chrome e Firefox (outros navegadores precisam de plugin pois ainda não suportam o padrão WebRTC).

Além disso, fica mais fácil inserir mais pessoas na videochamada: basta receber o link e ser autorizado. Clientes empresariais também poderão receber um número de discagem que, no iPhone ou Android, abrirá o app do Hangouts e permitirá se juntar à reunião.

Quando estará disponível?

O Hangouts Meet já está disponível para todas as empresas no G Suite. Enquanto isso, o Hangouts Chat – disponível para Android, iOS e web – está sendo oferecido inicialmente apenas para as empresas no programa “early adopter” do G Suite. Depois, ele virá a mais empresas e até mesmo para consumidores.

Mas se você quiser usar o novo Hangouts em sua conta padrão do Gmail, fique atento: ele estará disponível em modelo “freemium”, e alguns dos recursos serão pagos – o Google não diz quais, nem quanto isso vai custar.

Novidades para o Drive

A conferência Google Cloud Next em San Francisco (EUA) também trouxe novos recursos para o Drive e para o Gmail.

O Drive File Stream faz com que todo o conteúdo do Drive apareça no seu Mac ou PC, mas não faz download de tudo para seu computador – é algo semelhante aos placeholders do Microsoft OneDrive e do Dropbox Smart Sync (antes chamado de Project Infinite).

Você não precisa selecionar as pastas que serão sincronizadas: o Google usa um “cache inteligente” para prever quais arquivos você usará e que deverão ser baixados. Este recurso já está disponível para clientes do G Suite no programa “early adopter”.

Enquanto isso, os Team Drives facilitam a criação e manutenção de pastas compartilhadas, fornecendo os mesmos arquivos para todos os que têm permissão. É um recurso básico presente no Dropbox e OneDrive, cuja implementação foi finalmente melhorada. Isso já pode ser usado por todos os clientes do G Suite.

Complementos para o Gmail

O Google Docs e Planilhas têm suporte a complementos há algum tempo, e agora é a vez do Gmail. A ideia é evitar que você precise alternar entre vários apps para copiar dados de um e colar em outro.

No exemplo abaixo, o usuário recebe e-mail de um cliente e – sem sair do app do Gmail – pode conferir o cadastro dele armazenado no sistema de CRM (gestão de relacionamento com clientes) e gerar uma fatura dos seus serviços.

Esses add-ons funcionarão na interface web do Gmail e também nos apps oficiais para Android e iOS. Por enquanto, o projeto ainda está em fase de desenvolvimento, mas será disponibilizado para clientes do G Suite ainda este ano.

Tudo isso faz parte de um foco maior do Google em serviços para empresas, mas espero que esses recursos cheguem aos usuários em geral.

Com informações: The Verge, VentureBeat.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

DennisFranck
E agora, para tudo ficar ainda melhor, o google fez e firmou parceria com a WIX, empresa essa (wix) quem tem agora acesso aos dados de todas as contas vinculadas à elas via pagamentos em reais, e pode, conforme atendimento do google me passou, entrar em contato com esses clientes para oferecer venda cruzada de outros serviços, ou seja, domínio, hospedagem e, sites é claro (eu chamo de gambiarra, eles de site). Agora, eu, que trabalho com desenvolvimento de sites, não posso mais indicar google apps para clientes meus. E para tudo ficar ainda mais fácil, uma vez vinculada a conta do google apps com a WIX, para desvincular é uma mão de obra só, pois tem que ter cadastro lá na wix, entrar em contato, ficar aguardando, responder questionário, etc, etc. Resumindo: o google nos fez o favor de compartilhar (por interesse é claro) os dados de todas as contas vinculadas com essa outra empresa. Ótimo isso.
Raul Craveiro
Poderiam dar uma repaginada também no visual do Google Drive, pq é feio demais D:
Yan Lucas Martins
Só aparece durante o tempo de carregamento do app, acho interessante, melhor que a tela branca dos outros apps
Roberto
Legal que a sua experiência é diferente da minha. Faz tempo que não faço ligações no Hangouts. Mas as ligações eram terríveis e o aplicativo cheio de falhas. Ligações que caíam e ainda ficavam ativas na interface, ligações que não tocavam no aparelho do destinatário... A melhor experiência que eu tive fora do FaceTime Audio foi com o Whatsapp.
Roberto
Sempre vi os americanos usando o app padrão de SMS da fabricante em aparelhos Android. E, pelo que eu saiba, o único aparelho com o Hangouts padrão é o Nexus 5, que já está fora de linha.
Marcos Casais
Acho que o Messenger atende uma demanda parecida com a do iMessage. Nos EUA por exemplo, todos os planos oferecem SMS gratuito, e eles integram o SMS às mensagens da web, então ao enviar a mensagem ela vai por um meio ou por outro, unificando a caixa de entrada de mensagens. Acho que eles deveriam manter o Messenger como opção mais "básica", dando a opção de desativar a sincronização com o SMS, para tentar encaixá-lo em países que não tem SMS ilimitado pra todos os lados. Uma vantagem é que o app já vem pré-instalado e é mais transparente que o Hangouts. (Claro que aqui já depende da boa vontade das fabricantes em não enfiar outro app de SMS, difícil). Já o Hangouts poderia ser a opção mais completa. Tentando, quem sabe, bater de frente com o Skype. Complicado é posicionar o Allo, pois já enxergo ele como um produto experimental.
John Smith
Não mostrasse nada, então. Que se mostre o app para o usuário somente quando ele estiver realmente pronto pra uso.
Magnosama
Desinstalei o Hangouts de tudo quanto é lugar.
Vanderson Lima
Os concorrentes não mostram isso. Acho que é uma opção do desenvolvedor.
Sckillfer
Mostrar uma tela em branco ou com elementos não prontos para uso parece uma opção bem interessante mesmo
BassVix
A bagunça que existe foi o artigo misturar o app de mensagens SMS/MMS com os outros. Sobre a linha do tempo da Google a bagunça que realmente foi grande foi a Google lançar o Hangout quando ainda havia o Google Talk, isso sim uma zona, e depois matar o GTalk. O fato do Hangout TAMBÉM poder ser usados como app de SMS, e que não é padrão, veio como um plus um bom tempo depois, muita gente nem ativava ou sabia dessa possibilidade. Alo e Duo são propostas pra mim ridículas por terem sido feitas em separado, mesmo porque nunca foram ditos futuros substitutos do Hangout. Alo uma prévia sobre funcionamento do Google Assistant, o que poderia ter sido integrado ao Hangout. O Duo é unica e exclusivamente para videochamada, fica parecendo um plugin desconectado de app. O que mais parece é que há uma bagunça sobre desenvolvimento lá, não o desenvolvimento focado em um futuro produto, mas ilhas de desenvolvimento com líderes e padrinhos, quando mais fortes saem do laboratório para virar pseudo-produto e com sorte um produto real.
DumbSloth87
É aí que vc se engana, desativei o Hangouts!
tuneman
a falta de tradução para PT-BR ruiu minha tentativa de adotar Slack na minha antiga empresa.
Breno
Nossa! Slack tá bem popular. Principalmente na comunidade de startups, não sei pq! Boa boa dos clientes que aparecem na empresa já conhecem o Slack e Trello. O Rocket.chat é excelente! Mas a proposta é diferente, vc tem q configurar ele, saca? Ter o seu próprio servidor e tal. Então llimita um pouco o público. É bom pq vc tem seu próprio chat e faz o q quer dele, só q é ruim pq vc tem q fazer toda essa configuração.
Keaton
Eu preferia que o Google mantesse 2 apps desses apenas: um só pra SMS/MMS e o Hangouts. :I Não gosto da idéia do Hangouts misturado com o SMS...
Exibir mais comentários