Início » Software » Como remover os anúncios no explorador de arquivos do Windows 10

Como remover os anúncios no explorador de arquivos do Windows 10

Por
15 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Windows 10 já acumulou diversas polêmicas em seus dois anos de existência – atualizações forçadas, dúvidas sobre privacidade, dificuldade em alterar aplicativos padrão – e há mais outra para a lista. Usuários descobriram que o sistema passou a exibir anúncios no Explorador de Arquivos, e a Microsoft diz fazer isso para “ajudar os clientes”.

O anúncio no Explorador de Arquivos é um convite para assinar o OneDrive, serviço de armazenamento na nuvem, e aparece na parte superior da tela Acesso Rápido.

Notificações semelhantes a essa já apareciam na atualização de aniversário do Windows 10, mas o Creators Update realmente trará anúncios como o visto acima.

Em declaração ao The Verge, a Microsoft diz:

As novas notificações com dicas no Explorador de Arquivos no Windows 10 foram projetadas para ajudar os clientes fornecendo informações rápidas e fáceis para melhorar a experiência relativa ao armazenamento e ao gerenciamento de arquivos na nuvem. Dito isto, os clientes do Windows 10 podem facilmente optar por não receber essas notificações se assim desejarem.

Aprenda a desativar os anúncios do Windows 10

De fato, como explica o site Thurrott.com, é possível desativar esses anúncios – só não é muito intuitivo. Abra o Explorador de Arquivos, vá em Exibir > Opções, clique em “Modo de Exibição” e desative a opção “Mostrar notificações do provedor de sincronização”.

Esta não é a primeira vez que a Microsoft coloca anúncios no Windows 10: você pode encontrá-los na tela de bloqueio, no menu Iniciar e também na barra de tarefas. Para desativá-los, é preciso ir em diferentes locais nas configurações.

Vá em Configurações > Personalização > Tela de bloqueio e desative a opção “Receba dados interessantes, dicas e muito mais do Windows e da Cortana na tela de bloqueio”. (Essa opção não estará disponível caso sua tela de fundo seja “Destaque do Windows”.)

Vá em Configurações > Personalização > Iniciar e desative a opção “Ocasionalmente mostrar sugestões em Iniciar”.

Por fim, vá em Configurações > Sistema > Notificações e ações e desative a opção “Obter dicas, truques e sugestões de como usar o Windows”. Isso impedirá que pop-ups de anúncio surjam na barra de tarefas.

Tudo isso é uma inconveniência para quem decidiu usar o Windows 10, e é uma forma de empurrar produtos da Microsoft – como o OneDrive e o navegador Edge – em detrimento da concorrência. Será que, se ouvir reclamações o suficiente, a empresa vai parar com essa prática?

  • ochateador

    Quanto tempo até alguém dos usa meter um processo na MS por propaganda invasiva ?

    • grande_dino_2

      Mas qual seria a definição de invasiva?
      No Windows Explorer é invasiva mas em sites não?

      • Manoel Guedes

        O Windows é seu e o site não, o sistema já foi pago e o site você paga vendo os anuncios

        • grande_dino_2

          Aí que está a questão.
          Do jeito que andam as coisas, dá pra considerar que o “Windows é seu”?

          Com o sistema indo cada vez mais pra se tornar um serviço do que um produto, onde fica o limite?

          Fora que o fato de você ter pago pelo produto não significa que ele não possa ter propaganda, significa?

          E não tem outra opção de gerenciador de arquivos para o Windows?

          • Manoel Guedes

            1. Sim já que paguei e estou usando ele dentro do acordo firmado

            2. Onde o Windows 10 é um serviço? O office é, se ele fosse gratuito ou por preço menor ai seria outros quinhentos..

            3. Só é possível quando é mencionado no acordo de adesão. Foi? então NÃO

            3. Existe, mas complicaria mais a vida do usuário com instalação, bugs, consumo, privacidade e etc…

          • grande_dino_2

            Confesso que nunca li os termos de uso do Windows, mas se você afirma categóricamente que do jeito que está escrito não existe margem alguma para que seja interpretado que a Microsoft pode modificar o sistema, à seu bel-prazer, de forma a mostrar anúncios oferecendo serviços próprios ou de terceiros, então entre na justiça e você ganha com certeza.

          • Manoel Guedes

            No brasil? Muito mais vantajoso ficar com as propagandas srsrs

          • grande_dino_2

            Talvez, daí vai de cada um.
            Não que eu concorde com a presença desses anúncios, mas não sei quão ilegal é essa decisão da MS.

        • Mas o Windows não é seu, quando você paga não é pela propriedade do sistema mas por uma licença de uso. Se fosse seu você poderia modificar-lo com quisesse. E não digo personalizá-lo, digo acessar seu código fonte e realizar mudanças neste.

          • Manoel Guedes

            Onde meu Deus eu refiro que DONO significar tudo até o Kernel? Quando falo é sobre um produto que foi inquiridoria através de um acordo e sua modificação para vender outro produto não estava dentro do acordo estabelecido

          • Ué, não foi você que disse que “O Windows é seu”?

          • CtbaBr

            A copia do Windows que foi comprada (separada ou OEM), que esta instalada no PC dele, pertence a ele (ou sendo OEM esta vinculada a maquina)! Ele pagou por esse software, logo ele é sim o proprietário dele!

          • 👍🏻

          • Anayran Pinheiro

            Licença de uso é diferente de posse, cara. A ms ofere a licença de uso para quem compra o OS dela, não a posse. Isso que o @NPossibilidades quer dizer.

          • CtbaBr

            Eu não entendo dessa forma!
            Tanto é que se você comprar uma licença para usuário final, ela sera registrada em seu nome, com isso, caso você mude de CPU, poderá insta-la na outra maquina!
            No caso da licença OEM, a propriedade esta vinculada a maquina, não pode ser migrada para uma outra CPU!

          • grande_dino_2

            Mas mesmo assim essa posse é limitada, não?
            Você não tem o direito de fazer o que quiser com o Windows, assim como você provavelmente também dá direitos à MS de realizar certas tarefas e alterações no sistema.

            E o problema é que “posse” de software não é exatamente a mesma coisa que “posse” de bens físicos. Se você compra um armário, você pode fazer o que bem entender com ele (pintar, serrar ao meio, usar o material pra esculpir, sei lá). Se você compra um software, você está comprando, normalmente, o direito de uso com algum grau de restrição, definido nos termos de uso.

            A Apple parecia querer forçar essa interpretação de posse usado no software para hardware ao tentar limitar os direitos de reparo dos aparelhos dela, mas por enquanto parece ter falhado.

          • CtbaBr

            Esse entendimento da propriedade da licença (copia adquirida) era bem mais explicito antes, quando você comprava a mídia (DVD) e instalava em sua maquina!

            Hoje eles estão gradativamente mudando isso, tirando do usuário o pouco controle que antes havia!
            Mas é claro que a propriedade sempre esteve vinculada ao uso, que só permite as alterações predefinidas!

          • O entendimento de posse sobre itens digitais sempre foi controverso e causa confusão em muita gente. Aplicativos, programas, sistemas operacionais, filmes, músicas… nada disso é de propriedade de quem compra porque não há uma compra de fato, são licenças de uso apenas. Se você ainda tiver CDs musicais por perto procure nas letras miúdas da capa e verá em alguns que há uma mensagem na qual te proíbe até mesmo de tocar em público.

            O mesmo acontece com programas e sistemas operacionais, há um limite do que você pode fazer e de onde pode utilizar.

          • Uma licença de um produto de software oferece ao usuário o direito legal de executar ou acessar um programa de software.

            O acordo de licenciamento rege o uso do programa licenciado de software. Um acordo de licenciamento permite que o software seja executado em um número limitado de computadores, autorizando a execução de cópias apenas para fins de backup. – Fonte Microsoft https://www.microsoft.com/brasil/antipirataria/basicos.mspx#oem

          • CtbaBr

            Meu caro, a licença FPP (Full Packaged Product) é que uma “copia original”, feita pela Microsoft e vendida em distribuidores!
            Essa “copia” é registrada em seu nome, e pode ser migrada para outra maquina!

            Caso você a compre, essa copia sera sua, registrada na Microsoft em seu nome! Ao menos era assim com 7, pois eu nunca comprei o 8 ou 10, só atualizei do 7 para 10 e depois voltei atrás, reinstalado o 7 de novo!

          • “O FPP se refere a produtos licenciados em caixas que podem ser adquiridos nas lojas do varejo ou em qualquer revendedor de software.” – Microsoft

            Repare que ainda é uma forma de licenciamento. Independente de que forma você adquirir uma “cópia original” todas serão apenas licenças de uso. Você não compra o sistema, você o licencia e registra em seu nome para ficar vinculado a você.

          • CtbaBr

            Justamente, você não compra o sistema, você compra uma “copia”, original, feita pela Microsoft, que se constitui em “uma licença de uso”! Se eu comprasse o sistema, a Microsoft teria que parar de vendê-lo!

            Mas essa copia comprada e instalada na maquina do cliente Microsoft, torna-se propriedade exclusiva dele, alterar algo nesse copia sem permissão constitui-se numa invasão!

          • Tá difícil… Você não compra uma “cópia do sistema”, você adquire apenas uma licença de uso.

            “Contrato de Licença de uso é aquele pelo qual o proprietário, ou seja, o desenvolvedor ou licenciante, àquele que detém os direitos autorais do software, concede a outrem o direito de usar por tempo indeterminado (ad perpetum) e de forma não exclusiva, para uso em seus servidores (equipamento onde serão instalado o software).

            O licenciado, aquele que adquire a licença de uso do software, possui somente o direito de uso e não de propriedade, não podendo este transferir a outrem, comercializar, doar a outrem, arrendar, alienar, sublicenciar e tampouco dar o objeto em garantia.”

          • CtbaBr

            Ok… Ficou claro que nós pensamos de forma distinta, se continuarmos assim ficaremos aqui o resto de nossas vidas!
            Eu respeito sua opinião mas não concordo com ela!

          • Ok, vida que segue. 😉

          • De qualquer forma não estou concordando com a Microsoft, também acho que esta atitude dela é errada e não deveria acontecer.

        • Aí que está, nos termos a MS deixa claro que o Windows é dela e ela está licenciado para você.

      • Thiago Lopes

        Se estiver pagando para acessar o site, é invasivo sim.

        • grande_dino_2

          Se estiver pagando para acessar o site, é invasivo sim porque….?
          Paga-se a TV à cabo e ainda tem comercial. São invasivos?
          Paga-se por uma revista e tem propaganda. São invasivos?
          A não ser que o site afirme que o pagamento dá direito ao site sem propagandas (o que não é algo inerente ao pagamento), não vejo invasividade (existe o termo?).

          • Thiago Lopes

            Pera aí… você usa TV a cabo para trabalhar?
            Todo mundo paga TV a cabo ou assina revista?
            Quando você comprou o Windows tinha propaganda na caixa dele?

          • grande_dino_2

            Vamos por partes.

            Não vejo como ser um instrumento de trabalho ou não afete em algo. Nenhum instrumento de trabalho pode ter propaganda? Que lógica é essa?

            Não vejo como todo mundo pagar por algo afete também. Eu não pago por revista e não vejo as propagandas que tem nelas. Só as vejo quando leio alguma revista disponibilizada em algum lugar por alguém que pagou por ela (normalmente consultórios médicos). O que muda exatamente?
            Se eu só pudesse ler as revistas caso eu pagasse, a revista não deveria ter propagandas?

            Quando eu comprei o Windows já não tinha mais caixa. Ainda vendem Windows em midia física?

            E outra, eu respondi ao seu comentário sobre sites pagos mostrando anúncios. O que você afirma é que sSe eu pago para acessar um site e esse site ainda mostra propaganda na área restrita a pagantes, esses anúncios são invasivos. E eu perguntei a lógica por trás dessa afirmação.
            A única situação que eu vejo ser o caso seria caso um dos motivos pelo pagamento fosse a eliminação das propagandas. Caso o pagamento fosse apenas para ter acesso ao conteúdo, não vejo a presença de anúncio como algo invasivo e nem necessariamente injusto.

          • Thiago Lopes

            Fan-boy de M$ consegue ser pior do que o de Apple. Defende até propaganda em S.O. Mas o errado da história sou eu, que estou discutindo com um perfil fake. Casei disso, você ganhou… abraços…

          • grande_dino_2

            Cara, você vem falar de propaganda em site e de repende eu viro fan-boy de M$?
            O problema aqui parece ser que você odeia a empresa e acha que qualquer um que não concorde com você é “fan-boy”.
            E outra, eu não estou defendendo a presença de propaganda no S.O.
            Eu estou questionando porquê ela seria considerada invasiva (que, pra você, parece ser “porque eu paguei”, argumento que eu não considero suficiente).
            Já mencionei em outro comentário nesta mesma postagem que eu não concordo com a presença dessas propagandas, mas questiono sobre sua ilegalidade (que, para mim, não parece ser ilegal).

          • Paul

            E vc ñ é fanboy da Apple?Pq a hipocrisia?
            Só uma observação aqui…

      • ochateador

        No usa o povo mete processo no vizinho só por usar um tipo de grama diferente dos outros moradores da rua….

    • José Rafael Zarembski

      Fazia tempo que nao lia tanta besteira na internet. kkkkkkkkkk

  • Victor Leuthier

    O caminho certo para mudar a opção da pasta é:
    Abra o Explorador de Arquivos e vá em Arquivo, no canto direito superior da tela > Alterar opções de pasta e pesquisa > Modo Exibição > Desative a opção “Mostrar notificações do provedor de sincronização”. > Aplicar

    • Felipe Ventura

      O caminho do texto está correto, assim como o que você descreveu. Também é possível abrir o menu Iniciar e digitar “opções do explorador” e clicar no primeiro resultado, por exemplo.

  • angourakis

    Eu uso Windows 10, porque o hardware do meu laptop é relativamente complicado para o Linux (gráficos híbridos amd + intel).
    Só que, cada vez mais, a Microsoft pede para que eu formate tudo e coloque um Mint ou Ubuntu. Difícil viu…

    • Maxnoob

      Por falar nisso, queria uma boa indicação de uma distro Linux para usar. Usei muito Mint e Fedora, mas a duração da bateria nunca é a mesma se comparada ao W10, sem falar no aquecimento

      • Gertrudes, a Lhama

        Eu já testei várias, a que tive a melhor duração de bateria foi o ElementaryOS.

        • Maxnoob

          Testei esse. É bem intuitivo porém simples… até demais

      • angourakis

        Eu cheguei a usar um bom tempo o Mint Mate e os únicos problemas que tive foram com alguns drivers em atualizações (amd e placa wifi, estou olhando para vocês).
        Mas, em geral, tudo se comportou muito bem e beeeeeem rápido!

        • Maxnoob

          Nvidia Optimus vai pelo mesmo caminho

          • angourakis

            Pensei que a Nvidia estava bem melhor. Bom, pelo menos vocês possuem drivers feitos pela fabricante.
            AMD descontinuou os drivers proprietários no Ubuntu 16.04 e recomenda usar os abertos, que infelizmente, não são a mesma coisa =(

          • Não, não são a mesma coisa, mas a AMD tem contribuído no desenvolvimento e suporte dos módulos (drivers) abertos do kernel (Linux). E pra quem quer saber o estado atual do suporte no X.Org: https://www.x.org/wiki/RadeonFeature/
            E a performance dos módulos abertos do kernel está comparável com os antigos módulos proprietários para várias GPUs. Veja mais em: http://www.phoronix.com/scan.php?page=article&item=radeonsi-cat-wow&num=1 (e possivelmente melhor performance pode ser esperada, já que o benchmark do link é de Setembro de 2015 e desde então, a AMD tem melhorado o desempenho e aumentado as placas gráficas com suporte nos drivers livres)
            Recomendo que teste o Chakra Linux, Manjaro ou o Linux Mint 18.1, o desempenho pode ser satisfatório.
            Adicionalmente, leia também:
            Comentário de um usuário da R9 270 https://www.gamingonlinux.com/articles/ubuntu-1604-dropping-the-ati-catalyst-fglrx-driver.6786/comment_id=56030
            Comentário de um usuário da R9 390 https://www.gamingonlinux.com/articles/ubuntu-1604-dropping-the-ati-catalyst-fglrx-driver.6786/comment_id=56034
            Eu tenho uma APU (com Radeon) no meu laptop, e eu tenho um (relativamente) bom desempenho gráfico para um TDP de 10W, mas eu não jogo muito, no máximo eu rodo um ou outro jogo antigo (com configurações no máximo, via wine) no meu notebook com Arch Linux.
            Aproveitarei e vou comentar sobre o Office: É possível instalar e usar o Office 2013/2010/2007 no GNU/Linux via wine, mas não se importe muito, pois o LibreOffice (www.libreoffice.org) nas suas versões mais recentes (5.2.x/5.3.x), tem dado um show de compatibilidade com os formatos do Office (*.docx,*.pptx,*.xlsx,*.doc,*.xls,*.ppt…), e ambas as suítes de escritório têm recursos idênticos/parecidos e únicos para cada uma, veja mais em: https://wiki.documentfoundation.org/Feature_Comparison:_LibreOffice_-_Microsoft_Office (versão em inglês atualizada entre Office 2016/365 e LibreOffice 5.3.1)

      • Paulo

        Se você quer estabilidade, recomendo Arch. Mas se não tiver muita intimidade com unix, recomendo a Manjaro, ela é derivada do Arch, porém é mais user friendly.

        • Maxnoob

          Não entendo por que a galera fala que o Arch é complicadão. Em qualquer linux que seja, mais cedo ou mais tarde o user vai ter que mexer no terminal XD

          • Antony

            É complicado, por exemplo, pois você precisa saber uma sequencia de comandos em modo texto pra realizar a instalação. Se você não tiver um README a mãos ou alguma intimidade, você não instala

      • Allan Ferreira

        Acho o Antergos uma ótima opção, pois você tem a estabilidade e leveza do Arch Linux mas com uma interface amigável e um GUI para o instalador de pacotes super fácil de utilizar… No meu laptop utilizo Antergos, no desktop deixo o ArchLinux.

        • Maxnoob

          Não conhecia essa. Valeu

      • Antony

        O que vai estender ou não o uso de bateria não é a distro em si, são os programas pra gerenciamento de energia e os serviços que você deixa rodando. Alguns links interessantes, que servem como base pra qualquer distro
        https://wiki.archlinux.org/index.php/laptop
        https://wiki.archlinux.org/index.php/Power_management

      • Rubens Dos Santos

        recomendo o xubuntu, simples, leve, recebe atualizações frequentes… basicamente um ubuntu com xfce, e essa é a vantagem dele, a interface do Ubuntu é muito pesada. to usando o ubuntu studio, usando a 3 meses, usa interface xfce (simples, parecido com o windows, leve), e amigo, foi a melhor coisa que fiz foi para migrar pro linux. windows nunca mais…

    • tuneman

      esses gráfico hibridos são complicados até pra windows. aquilo é uma desgraça.

    • Ligeiro

      Volta para o 7. Existe uma versão EFI dele (pesquise por Windows 7 EFI). Talvez ajude 🙂

      • angourakis

        É.. eu tenho visto em um site que participo sobre Win7 EFI e drivers e etc. E apesar de achar o Win7 um ótimo S.O, planejo há tempos sair mesmo da Microsoft.
        Acho que temos muita coisa a ganhar quando usamos um sistema aberto onde todo mundo pode contribuir, ao invés de um proprietário que tu fica a mercê da fabricante (mesmo ela tendo melhorado exponencialmente nos últimos anos).

        Usar Linux é mais uma questão de adaptação e de força de vontade (no meu caso) do que propriamente problemas. Eles existem, claro, mas podem ser contornados (minha última instalação do Mint estava bem bacana).

        Preciso abrir mão do Windows, do Office… e achar alternativas para outros softwares que eventualmente preciso. Não da para usar meio Linux (me refiro ao Office via Wine… acho porco e não fica a mesma coisa).

        Quando eu puder, vou dar mais uma chance para o Linux e buscar alternativas ao invés de correr de volta para o Windows.
        Obrigado pela sugestão ligeira, Ligeiro =P

  • Gertrudes, a Lhama

    Sempre achei ridículo propaganda em algo pago.

    Não que eu precisasse de mais motivos pra largar o Windows.

  • Eu acho que faria sentido, caso o Windows 10 fosse gratuito.
    Como ele é pago, não faz sentido algum.

    • Mais ou menos, quando se paga pelo Windows é por uma licença de uso e não pela posse. Infelizmente a Microsoft pode fazer este tipo de coisa sim. Só espero que essa ideia não se espalhe para as outras empresas.

    • Rafael

      TV paga é paga, e nem por isso eles deixam de exibir anúncios.

      • tuneman

        mas todos sabemos como anúncios na TV paga são terriveis.
        (vide a explosão do meme do trivago)

        • O verso do inverso

          Acho que são mais criativas do que canais abertos… o principal problema é que os canais fechados possuem poucos patrocínios e acabam repetindo de mais na grade, por isso fica “ruim” (caso trivago).

          • tuneman

            terriveis no sentido de que estamos pagando para ver uma programação e ainda temos que aturar comerciais, muitos deles repetitivos.

      • Teoricamente tem anúncios para reduzir o custo da assinatura, li uma matéria que sem publicidade teriam que cobrar quase 3x mais, imagine.

        No caso do windows poderia existir uma versão mais barata/grátis com anúncios.

        • Guilherme Batista

          Netflix não tem propaganda e a assinatura é mais barata

          • É diferente manter uma estrutura de fornecimento de vídeos pela web e um canal, espere agora que estão trazendo os impostos e obrigações dos canais para netflix para ver onde vai parar nossa assinatura, ainda sim o custo operacional da netflix vai ser mais em conta pelo modelo diferenciado.

        • Ligeiro

          O sistema mais barato do Windows que existiu foi o “Starter”, que limitava o sistema para usar até 2GB de RAM e não tinha sistemas para compartilhamento na rede.

      • O maior apelo de uma TV fechada é que eles não deveriam ter comerciais, justamente porque pagamos por eles. No começo não tinha, eram paradas curtas, do tipo ir no banheiro ou beber uma agua.

        Ja hoje… vc faz janta, janta, lava a louça, come uma sobremesa e quando volta, ainda espera mais alguns minutos… pra voltar do comercial.

  • CtbaBr

    É por essas e por outras que eu atualizei meu 7 para o 10… E depois reinstalei novamente o 7!
    O PC é meu, eu não o comprei para a Microsoft ficar usando!

    • Ricardo – Vaz Lobo

      Mais um nicho de mercado: você não compra mais notebook/tablet/smartphone, você leva a geringonça de graça e PAGA para usar os recursos.

      • CtbaBr

        Nesse caso até que seria coerente, mesmo que fosse só o software (Windows)!
        Mas não é, pelo contrario uma licença OEM ta R$ 437,90 (a vista) no KaBuM!
        E essa licença é o tipo comercial mais barato, ela fica vinculada a maquina, não pode ser migrada para outra CPU!

      • Tom

        Isso existiu e talvez ainda exista nos EUA, a Amazon tinha um tablat ou e-reader baratinho mas que exibia anúncios.

        • Antony

          A Multilaser faz isso aqui com os celulares dela. Tenho um, e sem root tive que fazer umas gambiarras pra bloquear

          • Lucas Mota

            A positivo ja fez isso também.

  • Mas essa porra de OneDrive já não vem instalado por padrão no sistema? Pra quê precisa do anúncio?

    Edit: Agora eu vi que é um anúncio para assinar o OneDrive Premium e não para download do app.

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Tá faltando o que fazer lá na MS? Jogar uma sueca, um dominó… quem sabe.

  • Keaton

    Sério que eu paguei 400 reais pra receber propagandas? :I

  • Mariano Miranda

    Temos que reivindicar que as latinhas de Coca-Cola, Skol, Kaiser, venham sem o timbre (lata lisa, sem pintura). McDonald’s, Girafas, Bobs, também devem vir num saco de pão, sem timbre. Ahh, dá licença, o cara compra um serviço Microsoft e fica reclamando da Dica do One Drive? Vcs queriam o quê? Uma propaganda do Linux ou da Apple? Dá licença, meu, tem treta essa polêmica , o Win 10 bateu seu antecessores e tá na vanguarda. Desde que instalei, há dois anos, nunca mais precisei formatar o PC.

  • Louis

    Por essas e outras que removi o W10 do meu novo notebook e instalei o W7. Além de ter melhorado o desempenho, até ligar/desligar ficou mais rápido e a bateria agradeceu.

    • Jefferson Rodrigues

      Onde você conseguiu o 7?

      • ochateador

        Baia dos piratas?

    • José Rafael Zarembski

      Reclama de ter propaganda. Quero ver se tem licença do Windows. 🙂

  • Anakin

    Ai eu te pergunto, pra que esse desespero todo? Uma coisa que fico puto, é quando não respeitam minhas decisões, ja formatei meu computador com Windows 10 três vezes, e todas elas eu marco que não quero usar o One Drive, e sempre quando ele inicia, está lá, o One Drive sincronizando, ai tenho que ir lá e desativar, é bem chato a Microsoft forçando a amizade rs

    • CtbaBr

      KKKKKKK… Para que alguém lúcido como você possa acalmar a situação!

      • Anakin

        eu vou mandar sabre de luz nesses executivos tudo hahaha

  • Thiago Lopes

    Haha!!!! Se fode aí!

  • Alex Panceri

    Microsoft ta inovando. Uma vez era uma versão do windos lixo e outra boa.
    Agora o 7 foi bom, o 8 lixo e o 10 lixo tbm. Porra Microsoft, assim fica difícil de te defender!

    • Jefferson Rodrigues

      Eu gostei muito do 7.

      • CtbaBr

        Eu gostei do 10, mas com ele minha maquina ficava mais tempo atualizando o Windows do que servido a mim!
        Só tem uma opção para você protelar a instalação de uma atualização, e usando ela de vez em quando pula a janela de lembrete!

        No 7 eu baixo e instalo tudo de uma vez, quando eu tenho tempo pra isso!
        Enfim, com o 7 ainda me sinto dono da maquina!

    • Thiago Lopes

      E com propaganda dentro do S.O. Isso é inovação, ninguém nunca tinha feito isso antes…

      • José Rafael Zarembski

        Nego reclama como se o Ubuntu nao viesse cheio de propaganda.

  • Carlin

    Ninguem merece anuncio do OneDrive!! rsrsrsrs…

  • Não que eu ame ads, mas não vejo o pessoal reclamando tanto assim de todos os serviços do Google ter anuncio pra instalar o Chrome saindo pelo ladrão…

    É um anuncio interno que você pode facilmente desativar, a Google tem o Google pra te vender o peixe Chrome, a MS tem o Windows…

  • Daniel Silva

    É nisso que eles andam trabalhando e investindo ultimamente?

  • C. Herrera

    Poluição industrial, poluição radioativa, biológica, genética, visual, sonora… e, agora, poluição publicitária por todos os lados. É admirável ver que existem pessoas capazes de encontrar formas de justificar a necessidade dessa última.

    • Rubens Dos Santos

      recomendo a série Mr. Robot, cê vai gosta 🙂

    • José Rafael Zarembski

      Agora tem até poluicao em comentários.

      • Ligeiro

        Poluição em comentários é que nem trânsito e poluição do ar: se as pessoas não se tocarem que são elas que colaboram com isso, vai continuar até a hora que todo mundo morrer por causa disto :p

  • Paulo Bogado

    Tão ruim quanto isso é o Edge (substituto do IE) dizer que é mais rápido que o Chrome sempre que eu abro este. Se eu quisesse o Edge, teria baixado ele igual fiz com Chrome, Firefox, Opera, etc.

  • Eliézer José Lonczynski

    As opções na tela de bloqueio e menu iniciar não se parecem nem um pouco com anúncios.

  • Gui Sousa

    Quanto mimimi nos comentários desse site.

    Nego tem preguiça de desmarcar uma caixa?

    Fora os evangelizadores de Linux, que tudo parece ser motivo para as pessoas migrarem de SO. Acho que ficam fuçando a internet pra achar notícias de Windows e tentar justificar a “superioridade” das distros Linux.

    Lembro de quando a Cortana foi lançada e todos os linuxistas foram a loucura pq falaram que era uma invasão sem tamanho e bla bla bla.

    Hoje tem o Google assistant no Android e nego tem orgulho.

    Parem de tentar justificar a todo custo que Linux é uma melhor opção, todo mundo conhece a famosa tia de Facebook né?

    Vocês realmente acham que ela vai se dar ao trabalho de instalar outro SO, instalar cópias de programas Windows só que bem mal feitas e com outro nome. Ou até mesmo se aventurar no wine pra emular porcamente coisas básicas como algum joguinho. Nem venha me falar de alternativas, pois a única coisa utilizável é o libre office e olhe lá.

    Acho que nem o próprio Linus é tão desesperado quanto certos lunáticos.

    Linux é bom ?
    Para pessoas comuns NAO. Se você usa na sua empresa, escritório, torradeira. Parabéns você ganhou o prêmio de pessoa mais diferenciada do ano por usar Linux. Clap clap clap

    • Rubens Dos Santos

      Oi, sou evangelista linux, a proposito gostei do seu comentário, bem acirrado mas passou a ideia de uma forma bem flexivel, eu uso linux e digo o mesmo: linux não serve para pessoas comuns, nem o Ubuntu com Unity/Gnome. nunca usei uma distro linux com o nivel de intuição do windows, talvez as distros com interface xfce… mas recomendo linux para pessoas com fins especificos, até pela variedade de programas do windows, facilidades praticas e etc.. linux é bom? é… é facil? sem duvidas, mas se tem uma boa maquina, bons requisitos, windows de graça.. pra que mudar do que vc está acostumado a usar unicamente por causa de um anuncio bobo e facilmente desabilitavel?.. até achei exagerado o cara q escreveu a materia atenuar q n é tão simples assim desabilitar. enfim, acho que o tecnoblog não gosta muito da microsoft rsrsrsrs

  • Rubens Dos Santos

    Eu já defendi bastante a Microsoft, mas decidi deixar a empresa, pedi divorcio kkkkk mas sério… migrei pro linux (viva a liberdade) e deixei o windows phone a pouco tempo pelo android, e minha experiencia atual com o android… céus, eu estava vivendo na era da pedra enquanto usava o windows 10 mobile, o sistema da microsoft é muito intuitivo e talz, simples.. mas o da Google é muuuuito bem acabado e o material design tbm tá um beleza

  • Adriano

    Engraçado. O fato do Windows 10 fazer uma coleta massiva de informações do usuário, diariamente, não é problema pra ninguém, no entanto, propaganda exibida no Explorer, gera bate boca…
    Vai entender.

  • Não acho nenhuma das propagandas invasivas a ponto de eu querer bloqueá-las. Esse é o preço q se paga pra ter o negócio de graça. Todo mundo ganhou licença do Windows 10 de graça (e parece q ainda dá de conseguir de graça) e ta todo mundo achando que ninguém vai pagar essa conta? u.u

  • Arthur Dubeux

    “A nova extensão do Tecnoblog está pronta.Baixe Agora!” Parece que o jogo virou, não é mesmo?

  • Ligeiro

    Sou do tempo que via Positivos e CCEs vindo com aquele “gadget” de propaganda no Windows XP… :p

  • Molinex

    Use o Edge, ele é mais seguro que o Chrome…
    Instale o office 365…
    Use o onedrive, para guardar seu arquivos em nuvem…
    Compre baton, compre baton, compre baton…
    Que piada maluco

  • Marcus Araújo

    Eu não sou fã do macOS, mas é por essas e outras que dizem que quem nasceu pra ser Windows jamais será macOS (nem falo do Linux porque o tão popular Ubuntu já aderiu aos anúncios da Amazon faz tempo).

    Dá pra desativar ambos? Dá, mas depende de conhecimento que nem sempre o usuário “comum” possui ou pelo menos lhe é apresentado na hora que lhes jogam uma propaganda na cara.

    Enfim, pra quem anda cobrando 810 reais numa licença do Windows Pro, o mínimo de respeito que deveriam apresentar é ao menos PERGUNTAR se o usuário deseja habilitar esse tipo de patifaria.

  • Daniel Tavares

    A MS só está cavando a própria cova ultimamente, e está abrindo espaço para a popularização do Ubuntu.

  • Tiago

    Desde o lançamento oficial do Windows 10, eu fico estudando a possibilidade de migrar… Eu nunca usei.
    Mas toda vez que vejo notícias como essa, a única coisa que a Microsoft consegue é me desencorajar ainda mais.