Início » Legislação » Eletrônicos grandes estão proibidos na bagagem de mão em alguns voos para os EUA

Eletrônicos grandes estão proibidos na bagagem de mão em alguns voos para os EUA

Você precisa despachar seu notebook, tablet ou Kindle em voos partindo do Oriente Médio

Paulo Higa Por

Vai pegar um voo para os Estados Unidos partindo de um país do Oriente Médio? É bom prestar atenção na bagagem de mão: o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos confirmou nesta terça-feira (21) que proibiu eletrônicos “maiores que um smartphone” de serem transportados na cabine da aeronave, como notebooks, tablets, leitores de ebooks, câmeras e videogames de mão.

A medida não afeta voos partindo diretamente do Brasil, mas a notícia é importante para quem está voltando do Oriente Médio por meio de uma companhia árabe e vai fazer escala ou conexão nos Estados Unidos. Voos de nove empresas aéreas foram afetadas: Royal Jordanian, Egypt Air, Turkish Airlines, Saudi Arabian Airlines, Kuwait Airways, Royal Air Maroc, Qatar Airways, Emirates e Etihad Airways.

O banimento vale para voos com origem em 10 aeroportos:

  • Aeroporto Internacional Rainha Alia, na Jordânia (AMM)
  • Aeroporto Internacional do Cairo, no Egito (CAI)
  • Aeroporto de Istambul Atatürk, na Turquia (IST)
  • Aeroporto Internacional Rei Abdulaziz, na Arábia Saudita (JED)
  • Aeroporto Internacional Rei Khalid, na Arábia Saudita (RUH)
  • Aeroporto Internacional do Kuwait (KWI)
  • Aeroporto Internacional Mohammed V, no Marrocos (CMN)
  • Aeroporto Internacional de Hamad, no Catar (DOH)
  • Aeroporto Internacional de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos (DXB)
  • Aeroporto Internacional de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos (AUH)

Nesses voos, você terá que colocar seus eletrônicos maiores na bagagem despachada (e torcer para que nada aconteça com eles durante o transporte). O Departamento de Segurança Interna diz que baniu esses dispositivos porque “uma análise de inteligência indicou que grupos terroristas continuam minando a aviação comercial para colocar dispositivos explosivos escondidos em vários itens de consumo”.

As companhias aéreas têm prazo de 96 horas a partir de 4h00 da manhã (horário de Brasília) desta terça-feira (21) para cumprirem a ordem. Caso contrário, o Departamento de Segurança Interna trabalhará com a Agência Federal de Aviação (FAA) para revogar licenças de pouso nos Estados Unidos.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Chris Odahcam
Tá loco.... Não dar ideia ....
CtbaBr
Complicado... Se essa regra começar a ser usada também nos voos que saem dos EUA para o Brasil, acabara com o "turismo" dos brasileiros por lá!
Ricardo - Vaz Lobo
rarararaaaaaaaaa!
Zanac_Compile
Vim com um BB8 a controle remoto na bagagem de mão e foi o maior stress, em escalas pela Alemanha, rumo ao Brasil. O brinquedo foi aberto, passaram aqueles papéis que detectam sei lá o que por toda volta dele, discutiam, eu rezando pra não me confiscarem... Em 2 aeroportos durante as escalas... No raio X, a mochila parecia ter claramente uma bomba, cheia de anteninhas... :) Pra nós, brasileiros, uma medida dessas americana, inviabiliza viajar pra lá, os passeios são 1% da viagem, os 99% restantes do tempo são em compras, o objetivo principal. É verdade, notebook, máquina fotográfica, brinquedos, tablets, smarthpones, acessórios, é uma festa.
TaSerto Schmitt
Isso nem é culpa do terrorismo, mas sim da Samsung.....
TaSerto Schmitt
Nem precisa de C4, pode ser um galaxy note.....
Anayran Pinheiro
Mano, se é pra explodir eles vão explodir onde quer que seja! Americanos sendo americanos...
Ricardo - Vaz Lobo
- Senhor, o que tem na mão? - Um tablet cheio de C4. - Não por ir no colo não, ok? Por favor, coloque lá no bagageiro. - Esse Trump sempre atrapalhando nosso serviço...
Ramon Gonzalez
no caso específico de voos vindo do Oriente Medio, infelizmente nao é paranoia
Andrew Bueno Piolli
Franca, Bélgica e Turquia diminuira essa paranoia e ja se viu o que aconteceu... Mesmo coisa que falar que ter medo de ser assaltado no Rj é paranoia
evertonluiz
Brasileiro não vai com eletrônico pros EUA, apenas volta ?
André Kittler
“uma análise de inteligência indicou que grupos terroristas continuam minando a aviação comercial para colocar dispositivos explosivos escondidos em vários itens de consumo”. Isso está relacionado a todos os últimos atentado a bomba que ocorreu na aviação nos últimos anos? Todos eles??? Bom. De agora em diante esse numero deve ser zero, mostrando a eficiência dessa medida...
Marco Antonio
Diminuiu na França.
Fabricio Neves
E pq vc acha que deveria diminuir?
Trovalds
E quando você acha que a paranoia com terrorismo ia diminuir...