Início » Telecom » Anatel procura operadoras para criar plano de contingência em caso de colapso da Oi

Anatel procura operadoras para criar plano de contingência em caso de colapso da Oi

Por
29 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Oi não anda bem: com dívida de R$ 65,4 bilhões, a operadora entrou com o maior pedido de recuperação judicial da história do Brasil em junho de 2016. E o governo já está se preparando para um possível colapso da empresa: a Anatel consultou Vivo, TIM e Claro para criar um plano de contingência caso a situação se agrave ainda mais.

A informação foi revelada por Lauro Jardim, no jornal O Globo. Segundo a coluna, a Anatel enviou um ofício às três grandes operadoras marcando reuniões individuais para definir um plano “com o objetivo de mitigar o risco de interrupção no fornecimento de serviços de telecomunicações de varejo e atacado pelo grupo Oi”.

O governo quer saber qual é o nível de dependência das outras operadoras com a rede da Oi, e o que pode ser feito para evitar transtornos aos clientes em uma possível intervenção. Isso porque a Oi é a maior empresa de telefonia fixa do país, tendo presença em todo o território nacional (exceto no estado de São Paulo, onde a concessionária é a Vivo).

Ao Estadão, o presidente da Anatel, Juarez Quadros, confirmou que o ofício foi enviado às operadoras, mas que se trata de uma “ação de rotina”. Segundo ele, não há risco dos serviços da Oi serem interrompidos: mesmo se a empresa sofresse uma intervenção, “a rede seria preservada e continuaria ativa”, garantiu.

Pela lei, o governo só pode intervir na telefonia fixa da Oi, já que se trata de um serviço em regime de concessão — telefonia móvel, internet e TV por assinatura são prestados sob autorização. No entanto, o governo já prepara uma medida provisória para fazer uma intervenção completa na Oi, caso seja necessária, que deve ser publicada nos próximos dias.

Uma possível saída para a Oi seria a compra por outra empresa. Mas, segundo o Valor, a americana AT&T foi procurada pelo governo e disse não ter interesse na Oi, já que a operadora é hoje um “ativo tóxico”.

Aguarde os próximos capítulos.

Mais sobre: ,
  • David Diniz

    VISH a coisa não está fácil para a Oi.

  • Silvio Ney

    Quem vai ser o louco a ter coragem de comprar? kkkkkk

    • Alberto Prado

      Se compra pelo preço certo, ela AINDA pode ser um bom negócio. O ideal seria entrega ela pelo preço simbólico de R$ 1.
      A divisão de tv por assinatura dela tá crescendo. A Oi deve ter uma das maiores coberturas (se não a maior) em fibra do Brasil. Se troca os equipamentos nas pontas, por equipamentos atuais, ela pode dobra banda das fibras.
      Ela poderia pula a tecnologia ADSL e Cabo e partir FTTH direto. Só que isso exigi um bom dinheiro. Mas teria ganho de tempo de implantação. Você tem menos perda de qualidade trabalhando com fibra e cabos ethernet diretamente.

      • Henrique Queirós

        A questão é que, mesmo a OI crescendo no serviço de assinatura de TV, o serviço em geral tem caido muito, e é outro mercado que não vai valer a pena investir

        • Alberto Prado

          Tem caído pela falta de investimento. Quem for compra-la certamente já leva em consideração o investimento que terá que ser feito, bem como o potencial crescimento que no caso dela ainda é substancial. Do contrário não teria tantos interessados.

          • Henrique Queirós

            Me referi a TV, o sistema de TV por assinatura vai cair, mais cedo ou mais tarde

          • Alberto Prado

            Ah sim. Concordo tb. Mas com exceção das capitais vai demorar muito. Principalmente aqui no Brasil onde não se tem condições de leva IPTV em cada canto.
            Pode ter certeza que a Oi ainda terá condições de explorar o satélite dela até o fim da vida útil. E nesse meio tempo ela pode expandir a infra dela e fazer a transição.

          • gicapp

            Satélite é alugado. Estragou? Coloca outro, simples assim.

          • Alberto Prado

            Acho que não é alugado não. Se não me engano ela é sócia do satélite junto com outra empresa.

          • Burnerman_X

            Exato. O SES-1 é da Oi com outra empresa mesmo.

          • Burnerman_X

            E a Oi tem iptv no serviço FTTH dela.

          • Wellington Gabriel de Borba

            É alugado, mas ela comprou praticamente toda capacidade do aparelho, por isso que tem a logo da Oi lá 36 mil Km

          • gicapp

            Ah, sim… mas a curto prazo não vai ser, principalmente as DTH. Cabo vai convergir com internet (assim como já é a NET, telefone via VoIP e Internet e TV via rede IP).

          • Vitor Luis

            Por isso que ninguém compra.
            Você assume um passivo + investimento.

            Talvez valha mais a pena aguardar o leilão/concessão com benefícios do governo.

          • Alberto Prado

            Se o passivo for o valor da empresa, paga-se um valor simbólico e assume a dívida. Um novo player poderia até ter condições de rola a dívida ou paga-la integralmente. Fala-se mesmo hoje que se descontar o valor das dívidas, ela valha algo perto de 7/8 Bi.
            Pessoalmente, se fosse pra assumir, acho que ela valeria R$ 1.

        • gicapp

          Mas a Oi TV é praticamente outra empresa… tanto que até o billing é diferente.

        • Wellington Gabriel de Borba

          TV por assinatura vai ser o novo telefone fixo, quer ver espera.

      • Silvio Ney

        Como investir grana que não tem e devendo 78bi?

        Você tem noção do que é investir em uma atualização de equipamentos da “maior” do Brasil? Tem noção de quanto custaria isso, fora o tempo de implantação?

        • Alberto Prado

          Só pra saber… vc leu essa parte né???
          “O ideal seria entrega ela pelo preço simbólico de R$ 1.”

          • gicapp

            Mesmo assim, assumir esse passivo não é vantagem.

          • Alberto Prado

            Só se vc subestimar o valor dela. Acredite ela ainda tem um valor grande. Não tão grande quanta a dívida. Mas o ponto é o potencial de crescimento. Hoje, praticamente metade dos municípios do interior no Brasil só é atendido por ela. É quase um monopólio que ela tem.

          • Silvio Ney

            Uma pergunta de quem não entende: mesmo tendo o “monopólio” como ela pode ter uma dívida absurda dessas a ponto de “falir”?

          • Islan Oliveira

            Má-gestão, como no caso da fusão com a Portugal Telecom.

          • Alberto Prado

            Ela passou um bom tempo dando bônus e dividendos altos aos acionistas para ter um valorização artificial na bolsa tirando dinheiro de áreas essenciais da empresa como manutenção da infra atual.
            Fez aquela cagada de se unir com Portugal Telecom em um momento que o mercado europeu estava consolidado e estagnado. Pra piorar, a PT mentiu sobre o patrimônio dela. Afirmando ter um determinado capital que realidade era dívida de um banco português que veio a quebrar. Ou seja, o valor PT evaporou.
            E como toda fusão, quase sempre é necessário dinheiro, dinheiro esse que veio de empréstimos pego em dólar, que após a crise, disparou fazendo aumentar mais ainda.
            Bom, esse é grosso né. Tem o por menores, mas isso ia fica muito longo.

          • gicapp

            Assumir a “modernização” futura dessa rede legada, que não foi feito até hoje (em muitos lugares desde a época da Brasil Telecom), não, realmente não concordo que seja um bom negócio. Somando enxugamento dos planos + passivo + investimento em toda essa rede legada. Não, não é um bom negócio no longo prazo.

            A não ser que, desmembrem. Oi Móvel pra um lado, TV pra outro (que já é separada), fixo pra outro… aí a coisa até muda de figura.

          • Alberto Prado

            Esse seria o melhor cenário ao meu ver tb. Geraria mais competição.

            Mas eu acredito dinheiro+competência-ganância possa coloca-la nos eixos.

          • Wellington Gabriel de Borba

            Transformar a rede fixa em uma empresa de infraestrutura com oferta de no atacado, para ser aquilo que a Telebras, estatal, nunca serviu.

          • Jefferson Rodrigues

            Em muitos desses lugares que só ela atua é devido a renda per capita baixa. As outras bem fazem questão de atuar em áreas assim.

          • Silvio Ney

            Sim, li. Falei do investimento de implantação da nova tecnologia mesmo com uma dívida de 78bi nas costas.

          • Wellington Gabriel de Borba

            Ou transformava todos os credores em acionistas.

      • tuneman

        a Oi possui fibra??

        • Alberto Prado

          Pelo que me lembre ela chegou a lança em Rio e BH. Mas não sei se ela expandiu.
          Mas fora o FTTH, ela possuí fibra de infra interligando o Brasil inteiro e possuí cabo ultra marinho até Miami.

        • Trovalds

          Tem troncos de transmissão continentais em fibra. Recentemente chegou a Manaus/AM depois de anos tendo praticamente toda a transmissão via satélite.

        • gicapp

          Redes empresariais boa parte é fibra, bem como interconexões.

        • Burnerman_X

          Inclusive tem FTTH. Só a Oi e Vivo tem esse serviço.

        • Wellington Gabriel de Borba

          Quando ainda era Brasil Telecom os bairros mais ricos de Goiânia já possuíam fibra ótica. Na época lembro de planos de 100 Mbps por 999,00 mensais. Ai a Oi comprou e descontinuou o serviço. Burrice, hoje internet da Oi morre em 15 Mbps, na minha rua vai a 5 Mbps, pelo preço que na NET pago 60 Mbps.

      • Burnerman_X

        Eu não contaria com FTTH, o custo é muito alto. É alto até mesmo para as provedoras americanas que oferecem o serviço, tanto que estão pensando em migrar para par metálico, tal como a Live Tim fez.

        • Alberto Prado

          Sim. As próprias operadoras usam esse termo mas na realidade é um FTTC. O problema do par metálico que cada vez mais as centrais tem que fica mais perto do cliente e o espaço ocupado. A próxima tecnologia xDSL já não suporta mais que 400 metros até a central. Já fibra tem um custo alto, mas não tem limitações de distância e ela precisa de pouco espaço pra muita banda passante pois na ponta ela só precisaria de um splitter optico.
          Vamos vê como vai ser o futuro. Eu acho que não tem muito pra onde fugi. A demanda por mais banda vai explodir nos próximos 10 anos com conteúdo 4K/8K e IoT, e xDSL e Docsis não vai aguenta isso. Eu até mesmo apostaria em antes no 4G+/5G do que nos velhos cabos de cobre ou até mesmo da fibra.

          • Burnerman_X

            Sim, o Google Fiber mesmo já está vendo seu futuro indo pro wifi, porque estão com dificuldade de se expandir com fibra.

          • Wellington Gabriel de Borba

            Mas como conectar tantas estações de rádio base? Precisa de fibra sim.

      • Wellington Gabriel de Borba

        O problema são as exigências de universalização da telefonia fixa e o fato do governo insistir em querer retomar os ativos da Oi. Se eu fosse o Governo mudava o marco regulatório, fatiava a Oi, separava a telefonia móvel e da fixa em uma empresa. A infraestrutura fixa em várias empresas regionais, pelo menos umas três com metas de oferta no atacado de infraestrutura, principalmente para pequenos provedores, de ampliação da cobertura de fibra, por fim, criava outra empresa de TV por assinatura, que ao meu ver é novo telefone fixo da vez devido as OTTs.

    • Yago G. Oliveira

      Eu compraria. A oi possuem o maior arsenal de telefonia fixa, boa parte do nordeste é totalmente independente com backbones e cabos ópticos da própria infraestrutura.

  • Antonio Araújo

    Correção! A Oi é a maior empresa sucateada em telefonia fixa do país.
    Ta com as pernas bambas assim porq não investiu o que deveria investir!

  • Higa, nao entendi esse parágrafo:

    Pela lei, o governo só pode intervir na telefonia fixa da Oi, já que se trata de um serviço em regime de concessão — telefonia móvel, internet e TV por assinatura são prestados sob autorização. No entanto, o governo já prepara uma medida provisória para fazer uma intervenção completa na Oi, caso seja necessária, que deve ser publicada nos próximos dias

    Obs: Tenho interesse, pois sou cliente dessa porcaria aí ;(

    • A Oi está em processo de recuperação judicial, e está bolando planos para se recuperar. Só que esses planos precisam da aprovação dos controladores/acionistas (que nem sempre concordam). Se esse plano não sair, o governo pode intervir no serviço de telefonia fixa. Mas o problema não é só a telefonia fixa da Oi, é toda a Oi. Por isso a medida provisória para permitir que o governo “assuma o comando” de toda a empresa, se precisar.

      • Me expressei mal:

        A OI (assim como todas as outras companhias) praticam a venda casada (ué, mas não é proibido? welcome to braziu). Se o governo só pode intervir na Telefonia fixa, como ficam os clientes, assim como eu, que só possuem uma linha por conta da prática criminosa?

        • Alberto Prado

          Por isso que o governo tá editando uma medida provisória pra poder tratar dela com um todo. Todos os serviços.
          Ps: Na real diz-se que “não existe” venda casada pq a operadora oferece o plano de internet em separado. Mas eles não dizem que ele é absurdamente caro sozinho né… Mas de fato ela existe.

          • Eu pago R$ 59,90 por 15Mbs (que até chegam legal) e mais R$ 29,90 (cheguei nesse valor após muito choro) por um telefone que não uso.

            O plano de banda larga de 10Mb sem telefone pra minha região custa R$ 149,90 e nem existe a opção de pagar por 15Mb.

            Pra mim “compensa” essa venda casada, infelizmente.

          • gicapp

            Muito nas antigas, lá em 2002-2004 (não lembro bem), eu tinha ADSL (na época acho que era 1 ou 2 Mbits sem telefone. Mas foi uma briga infernal. Vinha na fatura R$ 0,00 como LP (suponho que seja Linha privativa, linha privada, algo assim). Infelizmente não tenho mais as faturas da época pra comprovar. Mas era época da Brasil Telecom, acho…

            Hoje a Oi tem planos sem telefone, mas encarecem o valor. O porquê? Nem ideia.

          • Diego

            Telefonia fixa é o produto/serviço com menor carga tributária no portfólio das empresas de Telecom, logo, é o produto/serviço mais rentável. Por isso todas as operadoras focam nos combos e o desconto é sempre na Banda Larga ou na TV.

          • Errado:
            Tributos Alíquota (%)

            Cofins 3,0%
            PIS/PASEP 0,65%
            ICMS 25% a 37%
            FUST 1,0%
            FUNTTEL 0,5%

            Total 30,15% a 42,15%

            Lembrando que, por conta da guerra fiscal que há nesse país, há estados como o Pará e o RJ onde essa conta pode chegar a mais de 50%, ou seja, metade da conta do telefone é SOMENTE imposto.

  • Antonio Araújo

    Correção! A Oi é a maior empresa sucateada em telefonia fixa do país.
    Ta com as pernas bambas assim porq não investiu o que deveria investir!

    • Wellington Gabriel de Borba

      Ela é a única.

    • Yago G. Oliveira

      Eu me pergunto como uma empresa do tamanho da Oi pode ter tido tanta dívida. Boa parte dela é de local onde consiste num monopólio.

      • Jefferson Rodrigues

        Quando ela se fundiu com outras empresas, acabou adquirindo as dividas dessas empresas.

    • Leonardo Varuzza

      Ela investiu muito em Atibaia.

  • Leonardo Varuzza

    Oi, Friboi, BRF, Odebrecht, grupo EBX, todos gigantes nacionais criados pelo PT e todos grandes fracassos que vão custar bilhões à população brasileira. Tudo isso para enriquecer os políticos e os empresários “amigos”.

    • Paulo Henrique

      Chegou o comentarista do G1

      • Henrique Queirós

        Sempre tem. Tem até um cara que o perfil é “Comentarista do G1” :v

        • Wellington Gabriel de Borba

          Virou profissão? kkkkk

      • Leonardo Varuzza

        Não dá para entender o que seu comentário gostaria de dizer. Eu não falo troll.

    • na dúvida se você é bolsominion2018 ou comentarista do G1.

      Faltou escrever tudo em caixa alta amigão!

      • Henrique Queirós

        Bolsominion comentarista do G1 ao mesmo tempo

    • Ligeiro

      Vamos tentar um contra argumento mais educado ao invés do AdHominem comum.

      – Oi – nasceu do resto da Brasil Telecom, esta que na verdade era a empresa originaria do leilão de concessões feita lá pelos anos 90. A Oi seria o que hoje é a Telebrás e concessionárias locais.

      – Friboi / BRF – ganharam dinheiro do BNDES para “melhoria de seu processo”. Na prática vimos o que aconteceu.

      – Odebrecht – já assumiu que negocia com governos desde sua criação – a lógica do “mercado” sempre foi “dar o dízimo aos políticos”.

      – Grupo EBX – foi uma tentativa insana de um cara insano de tentar fazer algo insano.

      Envolvimentos do PT aqui:

      – Oi – negociações de sociedade e investimentos (GameCorp e outros). No entanto problemas economicos atormentam a Oi antes mesmo de ser a Oi.
      – Friboi / BRF – amizade entre membros. De fato, cresceu rápido na gestão Lula.
      – Odebrecht – manutenção da política de corrupção existente desde antes mesmo da ditadura. O PT não fez nada de diferente de outras gestões anteriores.
      – Grupo EBX – não muita, exceto só auxilio do BNDES.

      • 868686

        A Oi era a operadora móvel da Telemar, operadora de telefonia fixa.

        Assim que o PT assumiu o governo em 2002 a Telemar ganhou (?) o leilão para operar telefonia móvel GSM, a Telemar deu o nome de Oi para a operação móvel. Pouco tempo depois ela abandonou a marca Telemar e passou a chamar tudo Oi.

        O envolvimento com o PT só aumentou ao longo dos anos, com empréstimos do BNDES e sabe-se lá mais o quê, até que em algum momento do 2º mandato do Lularápio o governo do PT alterou a lei das telecomunicações para permitir que a Oi pudesse comprar a Brasil Telecom. E obviamente o BNDES emprestou mais dinheiro para que a Oi pudesse efetuar a compra.

        Essa é a história verdadeira.

        • Ricardo – Vaz Lobo

          A OI herdou a sucataria das extintas Telerj e Cetel aqui no RJ. Deve ter muito cobre delas por aí ainda.

        • Ligeiro

          Mas de fato Brasil Telecom se associou a Telemar/Oi.

    • Jônathas Arruda

      É TUDO CULPA DA DILMAAAA¡!!1!

    • Diogo Nóbrega

      Faltou citar os Correios…

  • Alberto Prado

    Ele acharam que conseguiriam viver eternamente na barra da saia do governo.
    O pior que é que o tal plano de recuperação só não vai por ganância dos atuais acionistas.
    Eles devem o valor da empresa inteira e mais um pouco aos credores e não querem perder o poder de comanda a empresa diluindo a parte que lhes cabe.
    Essa empresa tem mais que se ferra mesmo.
    Tomara que o governo intervenha, fatie e venda ela e pegue de volta o dinheiro que deve. Pq do bolso do cidadão não tem que sair um centavo mais.

    • Ligeiro

      Mas a Oi nasceu da barra da saia do governo. Este é o ponto. Era uma concessão, virou essa bagunça toda. Isso porque se vendeu um grande lote ao invés de dividir em lotes menores.

      • Alberto Prado

        Sim, mas mesmo depois ela continuou tendo ajuda ou a bem da verdade, sendo influenciada. O Lula foi pessoalmente a Portugal para “incentivar” o povo de lá a fazer a fusão. Facilitou empréstimos no BNDS.
        Agora eles vão ter que fazer o que não fizeram antes. Fatia-la e vender.
        Ou os acionista entregam ela por R$ 1 pra uma AT&T da vida.

        • Ligeiro

          Vou te dar um “joinha”, mas ignoro o R$ 1 real da AT&T. Acho que esta tática não funcionaria. :

    • Off Topic: Quem é cliente OI, percebeu o tanto que eles melhoraram o atendimento?
      Atendentes mais educados, parece que eles migraram o atendimento aqui pra região sudeste e está bem melhor, pena que a Infra ta uma porcaria ainda em pleno 2017.

      • Alberto Prado

        Deve ter parado de terceirizar ou usar aquelas piores terceirizadas que migraram para o nordeste em busca de mão de obra barata, mas sem qualificação.
        A GVT tinha call center próprio, era ótimo. Depois que foi comprada pela Vivo ficou pior. Deve ter terceirizado. A Vivo adora fazer essas economias porcas.

        • Orlando C. Neto

          A Vivo está migrando o atendimento das terceirizadas pra um atendimento próprio, mas a migração está acontecendo aos poucos.

          • Ligeiro

            Na verdade geralmente boa parte do atendimento da Vivo (call center) é de um braço do grupo, a Atento. Não sei quantas empresas atuam além dela.

            Só os serviços de infraestrutura geralmente são terceirizados.

        • Renan Araújo

          Nossa… “atendimento tá bom, gente educada, parece que migraram pro sudeste”, e ainda: “mão de obra desqualificada, atendimento ruim, é do nordeste”…

          De verdade que esses pensamentos ainda permeiam a cabeça de vocês?

          • Alberto Prado

            Sabia que alguém ia fala algo do tipo. Mas não é preconceito. Até pq eu não sou nem Sudeste e nem do Sul. Só coloca no google os termos: Migração call center nordeste. Vai ter várias notícias 2011/2011 falando disso. E se vc souber ler nas entre linhas vai vê que é exatamente isso.
            Eu não to dizendo que é um verdade absoluta. Com certeza deve ter pessoas qualificadas. Mas a escala é muito menor. Esses call centers terceirizados sempre estão buscando cortar custo e tentam padronizar ao máximo a força de trabalho.
            Ps: Alguns se bem me lembro foram até para o interior de SP em busca dessas mesmas “características”.
            No mais, foi mal se te ofendi, não foi a intenção. E sim uma leitura da realidade.

          • Berg

            Se vc realmente conhecer um call center, vai perceber que grande parte dos trabalhadores de la sao universitários que precisam de trabalhos de meio período e qe no Brasil é praticamente inexistente

          • Alberto Prado

            Olha, em tempos de universitários que entra em uma faculdade sem nem saber interpretar um texto, fazer uma redação coerente ou resolver um equação de 1º grau, ser um universitário já deixou de ser sinônimo de conhecimento a um bom tempo. E acho que é exatamente aí que reside o problema. Selecionar uma pessoa que só precisa de um emprego pra cobrir as despesas no final do mês em uma área tão técnica como a de telecom e não uma que está iniciando carreira nessa área é uma burrice sem tamanho.
            Tudo bem que ajude, mas em dadas áreas é necessário algum grau de conhecimento covalente para exercer a função com proficiência.
            Acho que os call centers de cobrança, oferecimento de produtos, etc se adequaria melhor a esse perfil.

          • Jefferson Rodrigues

            Eu aprendi a resolver essa tal equação, nos tempos de escolas, mas acabei esquecendo, porque NUNCA precisei usar essa fórmula para resolver algo tanto na minha vida diária quanta na profissional. O aluno de teologia, por exemplo, nem precisa saber de certas coisas dá matemática já que não vai ser necessário para ele.

          • Alberto Prado

            Se vc não se lembra nem de como faz como vc sabe que não usa ela no dia dia? Acredite, todo mundo usa, ou pelos menos deveria, no dia a dia. Se vc pega um táxi/Uber, vc pensa em um financiamento, em uma comissão de venda.

          • Jefferson Rodrigues

            Kkk Me diga 5 exemplos do uso dessa equação que eu e todos podemos usar no dia a dia.

          • Ligeiro
          • Jefferson Rodrigues

            Pura balela! Só quem usa isso é profissional de alguma área que exija cálculos específicos. Para pessoas comuns não serve de nada.

          • Ligeiro

            Cara, todo dia precisamos de alguma coisa de matemática. Se não precisa, continue plantando milho e colhendo mandioca…

          • Jefferson Rodrigues

            Verdade, mas não disso. Me diga quando foi a última vez que você usou essa fórmula e para quê? Me poupe!!!

          • Ligeiro

            Poupe-se então de ler e comentar. Se não aceita, então vire a cara e tchau. :p

          • Jefferson Rodrigues

            Não é que eu não aceito. É que eu estou certo, e você errado.

          • Ligeiro

            Como dizem, “o cliente sempre tem razão, mesmo quando está errado”.

          • Jefferson Rodrigues

            Me fala quando que você usa a equação de primeiro grau que eu “calo” os meu dedos.

          • Ligeiro
          • Jefferson Rodrigues

            Bom, você tá fugindo dá resposta me mostrando site e vídeo. Tenho 23 anos. nunca vi ninguém usando isso no dia a dia e já trabalhei na área de vendas dá AmBev e também nunca vi ninguém usando isso.

          • Ligeiro

            Vou mandar este comentário lá para a AmBev para ver se eles te explicam então.

          • Jefferson Rodrigues

            É! Você não usa mesmo e não admite. Kkkk

          • Ligeiro

            Cara, não é porque eu não uso que outras pessoas não usem. E desmerecer isso é ignorar inteligência. Se quer “pagar de bonzão porque não precisa de matemática”, depois não reclame na próxima entrevista de emprego. Boa sorte na vida.

            Em tempos de “fod*es de opiniões”, lidar com isso é lidar com estupidez…

          • Jefferson Rodrigues

            Percebe-se que você tem memória fraca ou não sabe ler. Te sugiro que você leia o que escrevi desde o começo. Aí a gente conversa!!

          • Ligeiro

            Me diga 5 exemplos do uso dessa equação que eu e todos podemos usar no dia a dia.

            Li isso. lhe respondi com exemplos. Se tu ignorou, problema seu. Quer se provar dono da razão? Continue.

          • Jefferson Rodrigues

            https://uploads.disquscdn.com/images/66622813f1b8ba744c686cbb60a7f4f2bad6047a6b2d7941d98427f264d7182d.png Em nenhum momento eu falei que não precisamos dá matemática e nem que a equação de primeiro grau se não serve pra mim, não serve pra ninguém.

      • Berg

        “Atendentes mais educados, parece que eles migraram o atendimento aqui pra região sudeste”. Me poupe, se poupe e nos poupe! O problema do mal atendimento não é devido a região que ele estar e sim devido a terceirização, onde colocam uma super carga de trabalho nos atendentes e ainda querem exigir qualidade. Você acha que uma pessoa consegue atender em média 100 pessoas com qualidade, dando atenção e tudo que ela precisa em 5:40 de trabalho? 3:30min por ligação? a culpa não é do trabalhador que ganha salario minimo pra se sujeitar a isso e sim da empresa em si que terceiriza o serviço, da anatel que não fiscaliza algumas coisas do atendimento e também do governo por não ter leis que defendam o direito do Atendente.

        • Jefferson Rodrigues

          Muitos dos problemas do call center das operadoras é que as empresas não querem resolver os problemas, principalmente aqueles que se refere a cobranças indevidas, cancelamento e problemas de qualidade.

        • Levi Brito

          Concordo, fui atendente da Vivo aqui no nordeste. o trabalho de telemarketing é super estressante, mesmo assim boa parte dos clientes elogiavam os atendentes, principalmente quando o atendente era do nordeste.
          Mas como disse, não depende da região e sim das condições de trabalho da empresa terceirizada.

      • Leandro Araujo

        entao na sua opinião, eles melhoraram o atendimento pq teriam mudado para região sudeste? que respeito vc tem pelas pessoas de outras regiões, verdadeiro preconceito esse seu, isso sim!!!

        • tropaR

          Vai bascar o fresco, cara? Quem você pensa que é para se considerar juiz do que deve ou não ser dito?
          Vá brincar de SJW (social justice warrior) em outro lugar.

          • Leandro Araujo

            obrigado pela confirmação

          • Israel S. Haas

            Eu respeito as diferenças dos demais estados. Mas, francamente, não entendo 70% do que um nordestino fala (moro no Sul). O país é muito grande e a diferença de sotaques é enorme entre as pontas do país.
            A região sudeste caracteriza-se por ser um “meio termo” entre os sotaques.
            Portanto SIM, a qualidade do atendimento tende a melhorar e MUITO ao mudar um call center da região norte para uma região mais central.

  • Henrique Queirós

    O governo vaia comprar e usar as antenas pra expandir os serviços dos Correios XD

  • Jefferson Rodrigues

    Ainda existem idiotas pedindo o fim dá operadora. O mesmo cara que pede o fim dela pode ficar sem serviço de telefonia porque a operadora dele usa a infraestrutura dá OI.

    • Silvio Ney

      Ficar sem não fica, o que acho que vai ser é que vão fatiar ela toda e dividir entre as outras

  • Paulo Romain

    O problema é dimensionar uma dívida em grande parte sem sentido, esses valores nem deveriam estar em questão. Na real, o Grupo Oi está querendo reparar danos a investidores de forma amigável!!!

  • 868686

    Na verdade a AT&T e demais operadoras estrangeiras não tem interesse em comprar a Oi ou mesmo atuar no Brasil porque o mercado é super regulado pelo Estado para garantir o oligopólio das 4 grandes operadoras nacionais (Vivo, Claro, TIM e Oi).

    Não existe livre mercado no Brasil e é por isso que as empresas estrangeiras não tem interesse em atuar no país.

    • Jefferson Rodrigues

      Não acho que isso seja o problema principal. A carga tributária é altíssima aqui para tudo. Penso que essa seja a principal barreira para não virem para cá.

      • Burnerman_X

        A barreira é até simples:

        -Ninguém tem colhões para fazer uma infra a nível nacional do 0 e nem vai querer investir tubos de dinheiro nisso. A última que teve colhões foi a GVT e ainda assim longe da abrangência ser nacional.

        -A maior infra existente está concedida com a Oi e ninguém quer comprar a dívida dela.

        • Jefferson Rodrigues

          Concordo com você sobre que ninguém quer construir uma infraestrutura do zero. Dou um exemplo disso sobre a Sky, Net e a Vivo. Todas as três só estão operando na minha cidade, porque compraram outras operadoras que atuavam aqui. Infelizmente, perdemos com isso, pois as operadoras menores vão morrendo para dar lugar as outras menores que vão se tornando maiores com as compras.

          • Marks William

            Li por aí que uma das reclamações das teles é a burocracia para fazer alguma melhoria na infra. No caso de instalação das torres para telefonia móvel, a liberação de toda a documentação pode durar mais de dois anos.

          • Jefferson Rodrigues

            Sim! Mas elas também não fazem nada para mudar isso. As empresas de telecomunicações deveriam se juntar para tentar acabar ou diminuir a burocracia nesse setor.

    • Antony

      Não entendi (realmente). Não são Vivo (não lembro se a Vivo comprou a Telefónica ou o contrário), Claro e TIM empresas estrangeiras que vieram atuar no Brasil? Porque não seria interessante para outras empresas fazerem o mesmo?

      • Michel Bazzo

        Claro sempre foi br, só foi comprada por uma estrangeira.

      • Luiz Fernando

        Vivo era dívida meio a meio entre Telefônica e Portugal Telecom. Essa última saiu e foi pra Oi. A Telefônica ficou sozinha com a Vivo e, depois disso, mudou todas as suas logomarcas para Vivo.

      • 868686

        Sim são empresas estrangeiras. As mesmas de sempre desde a “privatização” das telecomunicações.

        É interessante para outras empresas virem atuar aqui. E não vem justamente porque o Estado não deixa, isso que estou tentando dizer!

    • Wellington Gabriel de Borba

      Em todo lugar do mundo o mercado é regulado pelo Estado, principalmente porque não existem frequência para todo mundo.

    • Burnerman_X

      “Não existe livre mercado no Brasil e é por isso que as empresas estrangeiras não tem interesse em atuar no país.”

      Cof cof, Tim, Telefónica, Vivendi, América Móvil.

      A única nacional no bolo é a Oi, e ainda assim com participação da Portugal Telecom por um tempo.

      • Yago G. Oliveira

        PT Telecom já foi a muito tempo, passou para as mãos da Oi e se desfez dela tão cedo.

      • 868686

        Nossa que tantão, né? E são as mesmas desde… sempre!

        Cadê a Vodafone? A T-Mobile? A Softbank? A própria AT&T?

        Pois é, vc acha que essas operadoras não tem interesse em atuar no Brasil, onde o serviço é péssimo?

        Então, por que não atuam? Deve ser porque existe um Estado corrupto e intrometido que não deixa.

        E a Vivendi vendeu a GVT para a Telefonica, caso você não saiba.

        • Burnerman_X

          Muitas dessas operadoras operam em poucos países.

          Muitas dessas tem escritório no Brasil e oferecem serviços para clientes corporativos.

          Verizon e AT&T só atendem os EUA. Porque não vão pra outros países? Todos são ruins igual o Brasil?

          São poucas empresas de telefonia direta ao consumidor que tem operações internacionais, uma delas inclusive funciona aqui. Tambem tem a Telefônica, Vodafone e por aí vai…

          E sobre as empresas, estou contando as que estão e as que passaram aqui, por isso incluí a Vivendi, que vendeu a GVT porque a mesma precisava de dinheiro, não foi culpa das políticas adotadas aqui.

    • Willian Tetsuo Shiratori

      Que post mais síndrome de vira-lata. Só ver no Reddit, há muito monopólio por parte das operadoras dos Estados Unidos. Ter desmantelado A Bell não adiantou em nada: A AT&T comprou as concorrentes aos poucos.

      Olha, eu curto livre mercado, mas não dá pra defender algo sem pelo menos a Anatel, por mais que ela mais erre do que acerte. Parece que todo ano eles estão se defendendo contra políticas de coleta de dados ou neutralidade de rede. E lá tem a EFF, a FSF e um monte de startups que iriam odiar o fim da neutralidade de rede. Até temos o NIC.BR e o IDEC, mas é só isso.

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Capitalismo é assim: se funciona, vive. Se não funciona, quebra e os urubus fazem o resto do serviço.
    Melhor fatiar a empresa: vende o que prestar pra amortizar o prejuízo de quem vai ter que arcar como o sebo e o osso.

    • Yago G. Oliveira

      É fácil fazer isso quando existe capitalismo verdadeiro, onde qualquer que quiser e tiver dinheiro possa comprar. Aqui no Brasil não é assim, nunca foi e não consegue funcionar dessa forma. Interesses pessoais se sobressaem à vontade de fazer o país crescer.

      • Leonardo Varuzza

        Como vai existir capitalismo no Brasil se o governo controla direta ou indiretamente 100% das grandes empresas do País. Depois falam que o FHC privatizou as empresas estatais.

        • Yago G. Oliveira

          Privatização no Brasil é piada de mau gosto. A telefonia é só um exemplo, venderam nossas empresas a troco de bala logo após grandes investimentos na atualização de equipamentos. Por que não abriram o mercado e fizeram-nas competidoras? Pela quantidade de locais atendidos, naturalmente iriam ser compradas pelas que entrariam aqui. Capitalismo? Brasil não faz ideia do que seja.

          • Leonardo Varuzza

            O preço nem foi o problema da privatização, o problema é que ela não foi uma privatização real pois as empresas foram compradas pelos fundos de pensão das próprias estatais e pelo BDNES, ou seja, venderam mas o governo continuou controlando as empresas.

  • Henrique Queirós

    Bom, um concorrente a menos é péssimo pro mercado, espero que aumente a concorrência, não diminua

    • Jefferson Rodrigues

      Se uma empresa de telefonia de grande porte entrasse hoje, no Brasil, levariam décadas para que os serviços dela atingissem 90% dos brasileiros. O governo precisa atrair mais operadoras pra cá, porque o nosso setor de telecomunicações ta ficando pobre.

  • Ramon Gonzalez

    Essa era a hora de uma Vodafone, Verizon, AT&T, T-Mobile, Orange, Spring… chegarem chegando. #sonhomeu #vaisonhando

    • Wellington Gabriel de Borba

      Poderiam criar um consórcio e comprar.

  • Fred

    A reportagem poderia avaliar o valor patrimonial da companhia. Aí poderíamos saber se vender a empresa por R$1,00 é caro ou barato…

  • Leandro Araujo

    agora entendem pq o ministro queria doar todo equipamento para operadoras perdoa as dividas?

  • Airton Tobaru

    Deve ter muito rolo aí, muita mutreta!
    Já viu né! Quem serão! hehe

  • Luiz Fernando

    Acho que o naufrágio dá Oi começou quando comprou a Brasil Telecom. Depois disso, senti que os serviços, que já não eram bons, pioraram muito.

  • Jefferson

    Tem que acabar com essa porcaria logo. Essa [email protected] tem o Amazonas e nunca fez nada, nunca investiu um centavo aqui. Esse lixo tem que ir pro inferno logo.

  • Orion Beta

    Como sempre o governo só beneficiando 3 ou 4 grandes telecons, sustentando um monopólio…Ta cheio de telecons de médio porte no Brasil que pode absorver os serviços da oi…No nordeste onde as telecons de grande porte não tão nem aí, surgiu vários provedores via rádio…Alguns evoluíram e se tornaram provedores FTTH (como é o caso da Brisanet, a maior dá região)…Que com toda dificuldade, ocupa o espaço que as grandes telecons não se interessam…Em fim, onde o estado se mete, só existe como resultado um serviço monopolizado e caro …E as empresas novas não são valorizadas.

  • Marcos Roman

    A postura que a Oi tem com os credores é no mínimo de grande consideração. Ainda mais quando existe uma clara evidência de que alguns mesquinhos tentam denegrir a empresa e prejudicá-la a qualquer custo. Se observar, boa parte desses antigos investidores não tem nenhum vinculo com a empresa, e é certo que muitos já lucraram. A realidade é que a Oi é o Brasil, e a nova sociedade continua a crescer!

  • Sonny Ruggy

    Uma provável intervenção na Oi irá revelar um cenário até então inimaginável. É necessário ou é esperado que o agente interventor solicite informações passadas para tentar entender como a Oi chegou nessa situação deplorável.
    Essas informações do passado hão de revelar que a história de multas da Oi junto a agência reguladora ANATEL poderia ser bem maior do que os 10 bilhões referentes a processos atualmente instaurados. A Oi durante toda a sua existência burlou/fraudou informações disponibilizadas mensalmente à ANATEL para melhorar os indicadores. Se o interventor for um técnico, vira a tona um volume de informações que foram modificadas para melhorar os indicadores da companhia ao longo dos anos. Soma-se a isso a atividade dei venda de bens móveis e imóveis reversíveis sem a anuência prévia da agência. Também existem contratos escusos com a empresa CONTAX. A Oi é um mar de lama.

  • Marcos Roman

    A postura que a Oi tem com os credores é no mínimo de grande consideração. Ainda mais quando existe uma clara evidência de que alguns mesquinhos requestam em denegrir a empresa e prejudicá-la a qualquer custo. Se observar, boa parte desses antigos investidores não tem nenhum vinculo com a empresa, e é certo que muitos já lucraram.

  • Marcos Roman

    A postura que a Oi tem com os supostos credores é no mínimo de grande consideração. Ainda mais quando existe uma clara evidência de que alguns mesquinhos requestam em denegrir a empresa e prejudicá-la a qualquer custo. Se observar, boa parte desses antigos investidores não tem nenhum vinculo com a empresa, e é certo que muitos já lucraram.

  • Donald

    New formation Investors 2017;BNDES(R),Bank Safra,Pharol,Goldman Sachs,Pointstate, Societe Mondiale, Marathon Management, Morgan Stanley and Friends. Good luck.”Oi”

  • Donald

    New formation Investors 2017 ”Oi”;BNDES(R),Bank Safra,Pharol,Goldman Sachs,Pointstate, Societe Mondiale, Marathon Management, Morgan Stanley and Friends. Good luck.

  • Donald

    New formation Investors 2017 ”Oi”;BNDES(R),Bank Safra,Pharol,Goldman Sachs,Pointstate, Société Mondiale, Marathon Management, Morgan Stanley and Friends. Good luck.

  • Donald

    New formation Investors 2017 ”Oi”; BNDES(R),Bank Safra,Goldman Sachs,Pharol,Pointstate, Société Mondiale,Marathon Management,Morgan Stanley and Friends. Progress!

  • Ricardo – Vaz Lobo

    A caixa de pandora está pra ser aberta. Quem acredita, vai começando as preces.Quem não, idem.

  • Luiz Antonio

    Pelo andar da carruagem é OI e Tchau.