Início » Negócios » Qatar Airways oferece laptops emprestados para driblar proibição dos EUA

Qatar Airways oferece laptops emprestados para driblar proibição dos EUA

Por
2 anos e meio atrás

Há duas semanas, o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS) proibiu eletrônicos maiores que um smartphone na bagagem de mão para voos chegando de determinados países do Oriente Médio. Ou seja, leitores de ebooks, câmeras e principalmente notebooks precisam ser despachados porque o DHS entende que eles podem ser modificados para explodirem durante o voo.

No entanto, a Qatar Airways, companhia aérea estatal do Qatar, achou um jeito de conquistar os clientes com a proibição: passageiros de classe executiva em qualquer voo da Qatar partindo para os Estados Unidos poderão pegar emprestado um laptop da empresa para usar em todo o trajeto.

Antes de entrar no voo, a companhia aérea vai oferecer um pen drive para os consumidores transferirem os arquivos que precisam para trabalhar. Depois, os eletrônicos afetados pela proibição serão coletados, empacotados, etiquetados e despachados separadamente para o passageiro identificá-los de forma fácil ao pousar nos Estados Unidos.

Dentro da aeronave, os passageiros vão receber o laptop da Qatar e poderão usá-lo durante todo o voo, que em alguns trechos pode ter duração de 15 horas sem conexão ― imagina o tédio de ficar preso ao sistema de entretenimento a bordo ou à telinha do smartphone por todo esse tempo.

A Qatar também vai oferecer uma hora de Wi-Fi grátis para todos os passageiros e um pacote especial de US$ 5 para os viajantes usarem a rede sem fio durante todo o voo. Essas novidades já estão disponíveis em todos os voos da empresa para os EUA a partir desta semana.

Mais sobre: