Início » Celular » Apple decide criar GPU própria para iPhones (ou: a parte ruim de ter um cliente grande demais)

Apple decide criar GPU própria para iPhones (ou: a parte ruim de ter um cliente grande demais)

Metade da receita da Imagination Technologies, dona da PowerVR, vem da Apple

Paulo Higa Por

Eis um ponto negativo de ter um cliente grande demais: se você perdê-lo, suas receitas vão despencar e sua crise financeira deve piorar. É o que está acontecendo com a Imagination Technologies, que desenvolve os chips gráficos dos iPhones e iPads. A Apple decidiu que vai criar sua própria GPU — o que fez as ações da empresa parceira caírem 70% nesta segunda-feira (3).

Apple A10 é equipado com uma GPU PowerVR GT7600 personalizada

A Imagination é uma empresa britânica mais conhecida por desenvolver as GPUs PowerVR, que estão nos processadores da Apple e, até um tempo atrás, nos chips Intel Atom para smartphones. O problema é que só os pedidos da Apple representam metade de toda a receita da Imagination — e a maior parte desse dinheiro vai desaparecer nos próximos 15 a 24 meses.

Depois de avisar os investidores sobre a perda de seu maior cliente, a Imagination viu a cotação de seus papéis abrirem em baixa de 63%, passando de 268,25 libras no fechamento anterior para apenas 100,00 libras no primeiro minuto do pregão da bolsa de Londres. No ponto mais baixo do dia, o tombo era de 72%.

Para acalmar os acionistas, a Imagination afirmou que, embora a Apple esteja trabalhando “em um projeto independente de GPU”, a empresa de Tim Cook não apresentou evidências de que não vai mais precisar das patentes, informações confidenciais e propriedade intelectual da Imagination para desenvolver seu próprio chip gráfico — portanto, é provável que a britânica continue ganhando com royalties.

A Apple é cliente antiga da Imagination, tendo equipado os iPhones e iPads com GPUs PowerVR desde 2010, e detendo quase 10% das ações da pequena companhia. Em 2016, a Apple admitiu que estava conversando com a Imagination sobre uma possível aquisição, mas as negociações não avançaram.

No ano passado, a Imagination obteve receita de US$ 150 milhões, sendo que US$ 75,8 milhões vieram dos cofres da Apple. Mesmo com esse dinheiro, os britânicos não estavam bem: em março de 2016, a empresa anunciou um plano para demitir 350 funcionários, uma redução de 20% na força de trabalho.

Agora com menos dinheiro, vamos esperar para ver se a Imagination vai conseguir emplacar suas GPUs — as PowerVR, embora apresentem ótimo desempenho, têm pouco espaço no mercado por causa da forte concorrência com a ARM (que desenvolve as GPUs Mali) e a Qualcomm (que tem a Adreno). O chip topo de linha mais recente da MediaTek, o Helio X30, tem uma GPU PowerVR. Quem sabe?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

PhoneMix Lab de Smartphones
Pessoal, Boa Tarde! Somos um laboratório técnico de Smartphones e Tablets e efetuamos o reparo do seu IPhone no local de sua escolha. Acesse nosso site e solicite um chamado. http://www.phonemix.com.br Obrigado!
Ramon Gonzalez
Eu duvido q seja isso. Mas respeito sua opiniao
Bruno
Tudo isso que você disse é sim importante, e provavelmente a empresa já deve fazer. Agora imagina que eles tinham 100.000 clientes diferentes que totalizavam 100% do faturamento, aí chega a Apple e começa a utilizar suas tecnologias, e sozinha passa a ter 50% do faturamento. Na teoria é fácil dizer que é só diversificar, na prática já é outra coisa, porque a cada ano a Apple aumenta as vendas e com isso aumenta a demanda pelo uso da tecnologia da imagination.
Ramon Gonzalez
Ela poderia diversificar de diversas formas. Por exemplo, se quiser continuar no mesmo ramo (apesar de eu achá-lo limitado), o principal seria buscar novos clientes pra não depender só da Apple. Fora isso poderia continuar investindo em Pesquisa e Desenvolvimento pra outros tipos de chips, placas e dispositivos. Ou até ir além e iniciar pesquisas mais gerais na área de dispositivos mobile, pra chegar a outros tipos de patente pra esse tipo de aparelho. Se quiser diversificar ainda mais, poderia pesquisar outros tipos de dispositivos e equipamentos. Por exemplo, há uma quantidade absurda de tecnologia na área da saúde (basta ver o que uma Siemens da vida anda fazendo nessa área). Enfim, diversificar. Só estão nessa situação porque se acomodaram no fato de terem a Apple como cliente. Falta visão.
Julian Leno
Concordo, não é porque tem muito que vai dar o que estão pedindo.
Bruno
Eu sei que desenvolver é diferente de fabricar, mas ainda assim não fica claro que a imagination "só" fornece as patentes. O Press Release oficial da Imagination deixa bem claro: https://www.imgtec.com/news/press-release/discussions-with-apple-regarding-license-agreement/ Só uma crítica construtiva pra ficar um pouco mais claro, sem diminuir o artigo de vocês. =)
Bruno
Nesse caso, a Imagination fornece as patentes, para diversificar, precisa de mais empresas fabricando gpus. Acredito que não tem muito o que fazer, pq se uma Apple da vida ou Intel, começam a usar suas patentes, não tem como falar não e ela acaba ficando na mão essas empresas.
Paulo Higa
Desenvolver != fabricar. Qualcomm também não fabrica Snapdragon, MediaTek também não fabrica Helio, Apple também não fabrica processador. Mas todas elas desenvolvem, projetam.
Bruno
Lendo a matéria original da reuters, vemos que a imagination fornece a tecnologia/design e não fabrica as gpus. Nessa matéria da wired, também é possível entender melhor: "Apple uses Imagination's designs to make the GPUs for the iPhone, iPad and Apple Watch, but Apple has been working on its own graphics design on the side." "Imagination said in a statement that Apple had ended its contract, and would stop using its intellectual property within 15 months to two years." Ou seja, muito difícil realmente que a Apple não vá pagar nenhuma patente à imagination. Seria melhor mudar essa frase: A Imagination é uma empresa britânica mais conhecida por desenvolver as GPUs PowerVR, para "A Imagination é uma empresa britânica mais conhecida por desenvolver a tecnologia PowerVR para GPUs"
Abraão Pereira de Sousa
Eu percebi.. Vi e pensei: UEH é tendencia mesmo estes trecos.. rsrs
Sckillfer
Não é porque ela bastante que ela não vai querer economizar.
Geek_Musical
Entendi, eu não acompanhei essa zueira kkkkkk
LekyChan
no dia 1 de abril no topo do site teve o TecnoStories parodiando o facebook que anda copiando o stories em todos seus apps
Jonas S. Marques
Então, ela não tem US$250 bi em caixa livre, ela tem esse dinheiro em investimentods, outras empresas, pesquisas, etc etc etc.
Ramon Gonzalez
Colocar todos os ovos de ouro na mesma cesta nunca é bom. É necessário diversificar!
Exibir mais comentários