A Meizu é uma conhecida fabricante chinesa de smartphones que costuma aliar boas especificações a um preço competitivo. A Vi, empresa que representa a Meizu no Brasil, vai lançar mais um aparelho da marca por aqui – desta vez, o destaque é a bateria.

O Meizu M5 Note possui tela IPS de 5,5 polegadas com resolução Full-HD e bordas curvas de vidro 2.5D. A empresa embutiu no sistema um modo noturno que reduz a luz azul da tela – essa cor ativa um fotopigmento que reduz a produção de um hormônio e prejudica o sono.

O botão abaixo da tela é multifuncional: abriga o leitor de digitais, funciona como Home quando pressionado, e age como Voltar quando tocado. O Flyme OS – versão do Android 6.0 Marshmallow modificada pela Meizu – se inspira no iOS.

Por dentro, você encontrará um processador MediaTek Helio P10 de oito núcleos, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento (expansível por microSD). A câmera traseira de 13 megapixels e lente ƒ/2.2 tem autofoco rápido por detecção de fase, e a câmera frontal de 5MP vem acompanhada por um algoritmo de embelezamento para selfies.

E, como dissemos, o destaque é a bateria: são 4.000 mAh com tecnologia de carregamento rápido – ele vai de 0% a 100% em uma hora e meia. O conector, no entanto, ainda é microUSB em vez de USB-C. O dispositivo tem corpo de alumínio e 8,1 mm de espessura.

O Meizu M5 Note estará disponível por R$ 1.299 no site da Vi a partir das 11h desta quarta-feira (5).

Com informações: Olhar Digital.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Massao Hannari
vejo que há muita gente que compra no aliexpress por aqui..... gostaria de adquirir um smartphone bom com processador de pelo menos 2.0 Ghz ou mais e com 4gb RAM, alguem poderia me indicar modelos confiaveis???
Theo Queiroz
Acho que a Meizu não tem autorização pra instalar lá na China, justamente porque a Google não pode atuar lá. Tanto é que os celulares da Meizu vendidos aqui no Brasil já vem com a Play Store. Acontece o mesmo com a Xiaomi. Os celulares vendidos na China não vêm com os serviços da Google, já os que são vendidos na Índia (e o Redmi 2 que era vendido aqui) vêm com os serviços e aplicativos já instalados.
Ricardo Cubas
Ohhh, bateria enorme! 4.000 mAh? Brincadeira né. Façam como o Oukitel K10000 e tragam qq coisa com bateria de 10.000 mAh. Please!
Cesar Cardoso
A Meizu não tem autorização do Google pra instalar o Google Mobile Services (Play Store etc). E, até a minha última visita à página dos parceiros, a Vi também não tinha esse direito.
Douglas Peixoto
Assim como se você tiver problemas com um espertofone importado também terá um pós venda satisfatório da loja, a depender do problemas elas sempre se propoem a reembolsar parcialmente o comprador.
Mickael Fernandes
Telegram não participo, mas participo da maioria conhecida no FB... acompanho mais o da Xiaomi e Importa Mais, os problemas que relataram conseguiram resolver em virtude da representatividade do grupo. O quê achou desse G8? Não conhecia... Eu tive esse Xiaomi por um breve momento, recomendo! Excelente duração de bateria mesmo.
Alberto Khalil Abi Antoun
Me desculpem a arrogância !! Mas não acho que uma bateria de 4000 mah, seja lá uma grande coisa !! Na minha opinião seria uma de no mínimo 5000 mah !!
Marcos Arcanjo
Participo de um grupo no Telegram, comunidade Xiaomi e Zuk no Facebook e fórum do Hardmob. Também prefiro importar pro meu uso e compro nacional pra minha mulher, ela tem um Moto Z Play e eu um Huawei G8, mas pretendo pegar um Redmi 4 Prime pela bateria!
Marcos Arcanjo
Redmi Pro (Mediatek Helio X25) VS Zuk Z2 (Snapdragon 820) https://www.youtube.com/watch?v=jjJ5iSk2tmw&t=170s Agora vc já viu um "mid" usando Mediatek! rss
Mickael Fernandes
Ah, sim, aí é complicado quando precisa do aparelho logo... Torço para atualizarem seu aparelho também, então ;)
Mickael Fernandes
Sugiro que veja mais relatos por aí, então, amigo, pois achei que você estava falando de outra coisa. Independente do aparelho, a taxa está sendo entre R$200~300; se o estado tiver ICMS, aumenta mais 100~200, então não dá 100%. Pela taxa máxima estipulada pela lei, daria o que falei acima, mas, exceto em raríssimos casos, não é o que ocorre.
Mickael Fernandes
Por curiosidade, quais grupos participa? Reclamações, infelizmente, existem em todo lugar, o que é bem natural, visto que tem algumas pessoas importando que pensam que as coisas funcionam como no Brasil e não se dão ao mínimo trabalho de pesquisar. Em algumas situações, a loja também não ajuda a princípio. Já vi alguns problemas graves em relação a lojas chineses grandes e bem conceituadas. Felizmente depois de muita conversa e inclusive ajuda de alguns grupos, foi resolvido (não digo que foi tão fácil ou rápido, mas melhor que a aqui no Brasil). Quanto a garantia nacional, também têm relatos de todos os tipos. Atualmente só gosto do pós venda da Apple - obviamente, está incluso no preço do aparelho -, porque o resto... tenho 3 amigos próximos com processos para resolver situações de garantia, vendo o estresse deles, teria colocado na justiça e pago um advogado para resolver para, então, largar mão... relatos desse tipo também têm aos montes por aí. Na família tem um com loja de aparelhos e assistência, é cada bucha... sei lá, prefiro importar e correr os possíveis riscos, na pior das hipóteses consigo um reembolso parcial e importo outro aparelho, já que atualmente pago menos da metade de um aqui no Brasil (considerando a taxa padrão, não a tributação pela lei, já que não é efetiva). Mas tem uma coisa boa também, vi alguns conhecidos com problemas no G4, a LG trocou sem problemas pelo G5, achei a atitude muito boa. É uma pena não nos tratarem como devemos, isso em todo lugar.
Marcos Arcanjo
Não é resolvido em 24h, mas é resolvido, eu tive um amigo que recebeu um Galaxy S6 da Samsung porque o Galaxy Alpha dele não teve concerto, e eu já precisei da garantia da Motorola e LG e foi resolvido meu problema em menos de 15 dias, mas mesmo assim eu também importo aparelhos, até porque, sei que compensa muito pelo valor pago, tenho um Huawei G8 e pretendo mandar vir um Redmi 4 Prime esse mês ainda, mas nem conto com garantia dos chineses! rss
Marcos Arcanjo
Também importo aparelhos, gosto dos Huawei e Xiaomi, mas nos grupos de importação que participo, quem precisou da garantia dos chineses não teve uma boa experiência, isso nas lojas mais conhecidas, nem conto com garantia dos aparelhos que importei, agora toda vez que precisei da garantia nacional, meu problema foi resolvido, um amigo meu até ganhou um Galaxy S6 da Samsung porque o Galaxy Alpha dele deu problema.
Lyondhur
Aqui na Nova Zelândia esse aparelho, novo e desbloqueado, sai por menos que a metade. É um bom smartphone, com preço melhor ainda. (Não no Brasil). Usado ou de segunda mão por aqui sai por até um terço disso. http://bit.ly/2nO8zig
Exibir mais comentários