O Windows 10 sempre esteve cercado de preocupações sobre privacidade, envolvendo os dados que o sistema envia em segundo plano para a Microsoft. A empresa pretende tornar isso mais claro com o Creators Update.

A partir da semana que vem, o Windows 10 terá controles melhores para você ajustar a coleta de dados do sistema. Se você atualizar para o Creators Update, verá uma tela semelhante à imagem abaixo, com opções de localização, reconhecimento de voz, diagnóstico e anúncios personalizados.

As opções estarão ativadas ou desativadas dependendo das suas configurações atuais: por exemplo, se você desativou o acesso à sua localização, o Creators Update vai mantê-lo desligado. (O mesmo vale para quem está no Windows 10 Mobile.)

E se você instalar o Windows 10 do zero, verá as mesmas opções. Todas elas estarão ativadas por padrão; e ao desativá-las, você verá uma mensagem explicando como isso afeta sua experiência – não poder falar com a Cortana sem o reconhecimento de voz, por exemplo.

Vale notar que a opção de diagnóstico nunca pode ser totalmente desativada. Você só pode alternar entre dois níveis: “básico”, que envia informações limitadas sobre seu dispositivo, compatibilidade de apps e Loja do Windows; e “completo”, que inclui seu ID de usuário e outros dados. Pela primeira vez, a Microsoft detalha todas as informações enviadas em cada um dos níveis – você pode conferir as listas aqui e aqui.

Marisa Rogers, responsável pela privacidade do Windows, diz ao Ars Technica que a telemetria ajuda a resolver bugs bem específicos. Por exemplo, certas combinações de drivers e hardware de áudio resultavam em problemas de som. Dados de diagnóstico no nível “completo” permitiram detectar essas combinações e resolver o bug.

A Microsoft afirma também que reduziu pela metade o volume de dados coletados no nível “básico”, após reavaliar quais informações são estritamente necessárias “para manter os dispositivos do Windows 10 atualizados e seguros”.

Controvérsia

Versões anteriores do Windows já possuíam telemetria embutida, mas o usuário precisava sempre ativá-la manualmente (através do Relatório de Erros e do Programa de Aperfeiçoamento da Experiência do Usuário). Desde o Windows 10, ela vem ativada por padrão.

Como a Microsoft não explicava em detalhes os dados que são enviados pelo sistema, ela sofreu diversas críticas, e até mesmo advertências da União Europeia. “Compartilharemos mais informações sobre como asseguraremos que o Windows 10 esteja em conformidade com o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia”, diz Marisa em comunicado.

Será isso o bastante para acalmar os ânimos de quem critica a privacidade no Windows 10? Saberemos ao certo em breve: o Creators Update será liberado a partir de 11 de abril para todos os usuários de PC.

Com informações: Microsoft, The Verge, Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Henrique Accioly
Obrigado pelo esclarecimento. Eu não sabia que ela consumia tantos recursos assim.
Baidu feat MC Brinquedo
Olha, não tenho a resposta definitiva, mas... A Cortina™ é o segundo processo nativo que mais consome memória no Windows, então eu sempre dou um jeito de desativá-la. Fora aquela coisa horrível de você procurar algo no seu computador e a mizeravi teimar em fazer uma busca na web.
Henrique Accioly
O Painel de controle, por exemplo...
Henrique Accioly
Alguém sabe dizer se manter a cortina ativada, altera algo no desempenho do Windows?
Lucas Ambrosio
Pior é aquela porra de antivirus que do nada começa a rodar na máquina e caga toda ela.
SiouxBR
Trabalho em um banco púbico e a área de segurança optou por ficar no Windows 8 justamente por não saber exatamente o que a MS envia para os seus servidores. Embora, considerando a quantidade de pirataria que tem lá dentro, o maior medo deles deve ser da ABES...
Keaton
Logo logo vem um e diz que isso não é tudo que ela coleta... =p (será que é mesmo?)
Molinex
E mesmo que seja possivel configurar. E a largura de banda de envio diminua, o que comprova que o data mining esta menos feroz. Quem garante que os dados enviados são só dados básicos para a manutenção do sistema?
Miguel Martins
tomara que essa atualização enxugue mais o SO. eu acho que ainda tem muita coisa duplicada e pesada pra lidar.
Baidu feat MC Brinquedo
Também já me questionei o quão "placebo" podem ser esses botões que desligam as coletas. Quem nos garante que as empresas realmente desligam a coleta?
Baidu feat MC Brinquedo
Só queria poder desligar a Cortana DEFINITIVAMENTE sem gambiarra! Tem um lance que você altera o registro, mexe aqui e ali e desliga, mas toda vez que o Windows atualiza a demônia volta a ativar "do nada".
Molinex
Microsoft enfim explica quais dados são coletados pelo Windows 10...Todos O que me garante que esses botõezinhos para configurar a privacidade, não são homeopáticos apenas para fazer, o usuario se sentir melhor psicologicamente, achando que pode controlar o que a empresa coleta ou não? Mas pra não parecer que eu só falo mal da MS, a Google faz até coisa pior com o Android. E pra não parecer que eu sou um paranoico por privacidade, uso Android a maior parte do meu tempo... Agora se quiser privacidade 99%, o negocio é Tails Linux... Com esse nem a CIA te rastreia... Né não Snowden
CtbaBr©

KKKKKKK... Muito boa essa piada da Microsoft!

CtbaBr
KKKKKKK... Muito boa essa piada da Microsoft!
Henrique Queirós
Interessante até, mas demoraram para se pronunciar. Ta na Hora de outros sistemas ganharem espaço no dekstop... vamo crescer mais, Linux u.u
Exibir mais comentários