Início » Aplicativos e Software » Adobe desiste de Apps para iPhone feitos em Flash

Adobe desiste de Apps para iPhone feitos em Flash

Avatar Por

Previously on LOST Anteriormente no mundo das notícias de tecnologia: Há apenas 10 dias a Adobe Creative Suite 5 (também conhecida como CS5) foi lançada. Uma das maiores novidades para desenvolvedores em Flash era a sua capacidade de criar apps para iPhone sem precisar utilizar o framework da Apple e seu Kit de Desenvolvimento de Software (SDK), o que normalmente incluiria aprender uma linguagem nova — chamada Objective C — que basicamente apenas a Apple utiliza. Com o lançamento da versão beta do iPhone OS 4 para desenvolvedores veio também um novo acordo onde a Apple definiu que aqueles que quiserem continuar a desenvolver para a plataforma e ter seus aplicativos na App Store terão que desenvolver esses apps usando exclusivamente APIs oficiais da empresa. Isso simplesmente condena qualquer aplicativo para iPhone desenvolvido originalmente em Flash ao banimento da App Store. Fim do flashback.

E o que a Adobe fez a esse respeito? Depois de inúmeras trocas de farpas públicas com a Apple, a empresa simplesmente desistiu de continuar dando suporte aos desenvolvimento de apps para iPhone através do Flash. Foi um dos gerentes de produto da Adobe, Mike Chambers, que escreveu um post (repleto de alfinetadas) colocando um fim na tentativa de penetrar as cercas que a Apple coloca em torno de seu iEcossistema. Para que fique claro, a Adobe manterá a capacidade de desenvolver aplicativos para iPhone, iPod Touch e iPad no Flash, mas ela não está “atualmente planejando qualquer investimento adicional nessa funcionalidade.”

“Para ser claro, durante todo o ciclo de desenvolvimento do Flash CS5, a funcionalidade estava de acordo com os termos da Apple. Porém, como os desenvolvedores de aplicativos para iPhone já aprenderam, se você quer desenvolver para o iPhone, você tem que estar preparado para a Apple rejeitar ou restringir seu desenvolvimento a qualquer tempo, e sem qualquer razão aparente,” disse o gerente de produto da Adobe.

Para finalizar, Chambers ainda provocou mais um pouquinho a Apple, dizendo que o iPhone não é a única plataforma por aí e que o Android vai indo muito bem. Ele lembrou também que, por se tratar de Flash, é extremamente simples portar os projetos que estavam sendo ou foram desenvolvidos com foco no iPhone para a plataforma Android.

Nós estamos no início de uma mudança significativa na indústria, e eu acredito que no fim plataformas abertas irão ganhar do tipo de plataforma fechada e trancada que a Apple está tentando criar,” escreveu Chambers.