Início » Jogos » Nintendo deixa de fabricar NES Classic Edition

Nintendo deixa de fabricar NES Classic Edition

Felipe Ventura Por

No ano passado, a Nintendo lançou uma versão menor do NES com 30 jogos na memória. O NES Classic Edition talvez fosse meio caro por US$ 60, mas era ótimo e seus estoques logo esgotaram — ele acertou em cheio na onda de nostalgia por consoles antigos.

Infelizmente, a Nintendo decidiu que o NES Classic Edition não será mais fabricado. As últimas remessas serão enviadas para as lojas na América do Norte este mês — depois, acabou. O Famicom Classic Edition, versão japonesa do miniconsole, também deixará de ser produzido.

“O NES Classic Edition não foi concebido para ser um produto contínuo de longo prazo. No entanto, devido à alta demanda, nós adicionamos remessas extras aos nossos planos originais”, explica a Nintendo à IGN. Foram vendidas 1,5 milhão de unidades até o final de janeiro.

Em comunicado, a Nintendo diz:

Ao longo do mês de abril, os territórios da América do Norte receberão as últimas remessas do Nintendo Entertainment System: NES Classic Edition para este ano. Encorajamos quem estiver interessado em obtê-lo a conferir sua disponibilidade nas lojas de varejo.

Entendemos que vem sendo difícil para muitos consumidores encontrar o console, e pedimos desculpas por isso. Estamos prestando muita atenção no feedback dos consumidores e apreciamos muito o incrível interesse e apoio dos consumidores para este produto.

Em seu site para o Japão, a empresa afirma:

A produção deste produto foi encerrada por enquanto. Quando ela for retomada, vamos informar isso em nosso site.

Por que a Nintendo descontinuou um produto tão bem-sucedido? O Polygon levanta algumas possibilidades. Talvez a empresa tenha se irritado com as modificações no console para adicionar jogos através de ROMs baixadas; quem sabe houve um problema no licenciamento de algum jogo; ou pode ser que o NES Classic Edition não fosse tão lucrativo justamente devido a licenciamentos.

Ou, talvez, o NES Classic Edition tenha sido apenas uma forma de a Nintendo chamar a atenção enquanto o Switch não era lançado. Agora que ele chegou e é um sucesso de vendas, o console nostálgico cumpriu seu papel. Vale lembrar também que o Switch ganhará suporte a jogos retrô através do Virtual Console; talvez a Nintendo não queira um de seus produtos canibalizando outro.

Ainda assim, se você estiver bastante determinado a comprar um NES Classic Edition, talvez seja necessário recorrer ao eBay (onde ele custa entre US$ 150 e US$ 250) ou ao Mercado Livre (onde ele sai por volta de R$ 600).

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Theo Queiroz
O preço não é 700 reais. Ele não foi lançado oficialmente no Brasil. O preço do console é 60 dólares. E 60 dólares é um preço totalmente aceitável.
Eduardo Martins
o sistema já vem pronto, com todos emuladores e roms, é só baixar, colocar no rasp e jogar
Helmut
Nossa, então a Nintendo deve mesmo estar com dificuldades para enganar os trouxas! Ela deveria criar um kit com 1 controle usb (25 reais + 1 raspberry (35 reais) + 3 folhas de sulfite com o tutorial de como configurar, colocar tudo isso nas prateleiras e ganhar rios de dinheiro. ¯_(?)_/¯
Eduardo Martins
pra quê isso tudo, 60 dólares? com 1 controle usb (25 reais) + 1 raspberry (35 reais) vc joga até N64 na sua tv
Helmut
Usando sua lógica maravilhosa eu também consigo comprar um controle desses usb, um aparelho pra ligar esse controle que funcione plugado na minha tv e jogar todos esses "mais de 30 jogos pfff" por US$ 60?
Eduardo Martins
Um controle do nes com usb (R$25) e um emulador (com mais de 30 jogos pfff...) já resolvem a parada. Isso tb serve pra qualquer console retrô que a nintendo lançar, e não preciso pagar 700-900 reais nisso.
Keaton
Comprem quanto mais desses NES classic que conseguirem e estoquem sem abrir. Em 30 anos eles valerão 100 dólares cada. :P
Caleb Enyawbruce

Tudo indica que foi um movimento planejado mesmo. Senão não teriam limitado tanto a oferta. Vamos ver se vai mesmo resultar em aumento de vendas do Switch quando o Virtual Console chegar.

Ramon Gonzalez
Tudo indica que foi um movimento planejado mesmo. Senão não teriam limitado tanto a oferta. Vamos ver se vai mesmo resultar em aumento de vendas do Switch quando o Virtual Console chegar.
Helmut
E que preço você acha que seria justo eles cobrarem pelo aparelho?
Eduardo Martins
por 700 reais teria que ficar com peso na consciência mesmo
Andre Kittler
Foi genial: criaram a demanda, limitaram o hardware artificialmente (sim esse foi, não tem desculpa que não deu conta nesse caso). Pessoas amaram, boca a boa seguiu e tal. Cancelam o hardware. Em algumas semanas, quando finalmente lançarem os virtual consoles, pessoas terão mais um motivo para comprar o Switch. Serio. Genial.
Helmut
"Sim, Eduardo, estamos encerrando as vendas por peso na consciência." -.-
Guaip
Ninguém abre mão de dinheiro de graça (aka lucro). É provável que ela realmente estava perdendo dinheiro com um produto que só lançou para gerar um marketing e expectativa absurdos em cima da marca, apenas para apontar os holofotes para o lançamento do Switch. Não gostar das modificações não deve ser o problema. Quando foi a última vez que um console da Nintendo NÃO foi modificado? Eu tinha os adaptadores desde o NES.
Eduardo Martins
ta difícil enganar os trouxas, nintendo?