Aplicativos em segundo plano podem ter um impacto negativo na bateria de PCs, porque estão liberados para consumir ciclos do processador independentemente do que estiverem fazendo. A Microsoft quer dar um jeito nisso.

Uma prévia do Windows 10 agora detecta quais aplicativos estão rodando em segundo plano e, dependendo do caso, limita o acesso deles ao processador.

O sistema identifica quais programas estão em primeiro plano, além de apps de música, e também detecta quais aplicativos estão fazendo algo importante (dependendo das demandas que ele faz ao Windows, ou das interações do usuário).

Então, os programas que não estiverem nessas categorias têm acesso limitado ao processador. O Windows manterá o CPU em seu estado de baixa energia, evitando ativar um modo de alto desempenho. A Microsoft diz que, em experimentos, o Power Throttling reduziu em até 11% o consumo de energia.

Você poderá ajustar esse recurso através de um controle deslizante no menu de energia. Deslize-o para a esquerda e o Windows tentará economizar mais a bateria; deslize-o para a direita e o recurso será desativado.

Você também pode excluir certos aplicativos do Power Throttling indo em Configurações > Sistema > Bateria e clicando em “Uso da bateria por aplicativo”. Lá, você seleciona o programa, alterna a opção “Gerenciado pelo Windows” para Desativado e desmarca a opção “Reduzir trabalho que o aplicativo faz em segundo plano”.

O Power Throttling não é ativado se o laptop estiver ligado à tomada. Além disso, ele só é compatível no momento com processadores Intel das gerações Skylake e Kaby Lake com a tecnologia Speed ​​Shift — a Microsoft promete expandir o suporte para outros processadores “nos próximos meses”.

Como lembra o Engadget, o macOS também limita aplicativos em segundo plano para melhorar a duração da bateria; o App Nap foi lançado na versão Mavericks. No entanto, este recurso apenas diminui a velocidade de certos programas, enquanto o Windows 10 controla diretamente o processador para colocar limites a cada aplicativo.

O Power Throttling está disponível na build 16176 para usuários no programa Insider do Windows 10, e deve ser lançado para todos até o final do ano.

Com informações: Microsoft, Ars Technica. Imagem por VentureBeat.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Theo Queiroz
Esse gato é tipo um mascote "não-oficial" deles há um tempo, hahahaha. Acho que apareceu no lançamento do W7. https://www.onmsft.com/news/celebrate-windows-10-anniversary-update-fan-art-wallpapers
@Sckillfer

Da série: antes tarde (pra cace..) do que mais tarde!

Sckillfer
Da série: antes tarde (pra cace..) do que mais tarde!
Keaton
No meu caso faria diferença sim... Tenho 3 pcs que ficam ligado 24 horas por dia por necessidade mesmo.
Henrique Queirós
já tem pesquisas sim, mas ainda vai demorar muito
Arley Martins
O gargalho dos equipamentos eletrônicos é sempre a bateria. Imagina um Iphone ou uma Galaxy com uma bateria que dure uma 1 semana de uso mediano que bacana seria. Antigamente os nokia de lanterninha durava 1 semana, como era bacana, porem aquilo não tinha nada de atraente igual os smarts de hoje. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
jonas720
tae blogs.windows.com/windowsexperience/2015/07/21/a-fun-surprise-for-windows-insiders/
Vitor Mikaelson
É basicamente um mascote.... https://twitter.com/Fur_Bi/status/854676549559345153
Trovalds
Só sei que EU QUERO esse papel de parede aí. Um gato com uma faixa vermelha na cabeça empunhando uma bandeira do windows montada numa narval com fatias de bacon espetadas no "chifre". Ou pelo menos saber qual é o entorpecente que o cara usou pra ter essa ideia.
Trovalds
As baterias de íons de lítio chegaram ao seu limite. A única solução seria um outro componente. Só que até agora as pesquisas nesse sentido não avançaram (baterias de lítio, não íons) ou não são seguras (bateria que se abastece com metanol).
Trovalds
No computador desktop (ou de mesa) isso não faz diferença na prática aqui no BR. Isso exige o Power Factor Correction, que só alguns países do mundo tem por padrão nas suas redes elétricas. E havendo o PFC a própria fonte se encarrega da economia, já que só consome exatamente o que precisa. E de mais a mais, 1 ou 2 watts a menos num computador desktop não faria diferença nenhuma em consumo em 1 ano. Já pro notebook significa a diferença entre se manter ligado por mais 10 minutos (um cálculo rasteiro) ou não.
Keaton
Hm.... economia de energia sempre é bom, queria que isso também fosse disponibilizado pro pessoal que usa computador normal. =P
Henrique Queirós
Demorou... Só falta agora as fabricantes investirem melhor nas baterias dos Notebooks (e câmeras também)
Marcogro®
Agora vai... Mas querendo ou não, o Windows 10 ainda se tornará uma ótima opção para os Smartfones. Claro que: EM BREVE!!®