Para comemorar o aniversário de Brasília, a TIM ativará nesta sexta-feira (21) uma rede 4G a 700 MHz na cidade. É a primeira capital do Brasil a receber cobertura nessa frequência, que traz diversas vantagens em relação à rede atual.

Atualmente, a TIM costuma utilizar as frequências de 1.800 MHz e 2.600 MHz, sendo essa última considerada a padrão brasileira. A frequência de 700 MHz traz maior penetração de sinal por se tratar de uma faixa mais curta, chegando a maiores regiões e a locais obstruídos.

A operadora afirma que o alcance de cobertura em 700 MHz é o dobro da faixa de 2.600 MHz, portanto pode-se esperar uma melhora significativa de sinal, principalmente em ambientes internos.

A operadora também prometeu a tecnologia VoLTE para julho, que permite utilizar a rede 4G para fazer chamadas de voz. Na tecnologia atual, ao receber ligações o celular se conecta a uma rede 2G ou 3G. Uma pena é que nem todos os smartphones são compatíveis com a nova tecnologia.

Além disso, é importante lembrar que nem todos os dispositivos são compatíveis com o 4G em 700 MHz. Procure em suas especificações técnicas se ele possui a banda 28. A TIM informa que todos os dispositivos de seu portfólio atual são compatíveis.

É questão de tempo até que outras operadoras disponibilizem o 4G a 700 MHz: Claro, TIM e Vivo arremataram blocos de espectros dessa frequência. Por sinal, a Claro fará uma coletiva na semana que vem em Brasília, onde fará o primeiro teste nessa frequência.

Além de melhorar o sinal, habilitar a rede de 700 MHz traz mais capacidade, visto que há mais espectro disponível para a tecnologia 4G. Com operação em três diferentes frequências (700 MHz, 1.800 MHz e 2.600 MHz) a TIM poderia habilitar a tecnologia LTE-Advanced, que agrega portadoras de três bandas. No entanto, ela nem mencionou essa tecnologia em seu comunicado à imprensa.

A TIM reafirma o compromisso de cobrir 2.000 cidades com cobertura 4G até o final do ano. Atualmente, ela continua na liderança com 1.291 municípios cobertos. A segunda maior cobertura é da Claro, com 851 municípios.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leonardo Lima
Comigo já é o inverso, a vivo tem o 4g melhor que eu já usei, internet sempre rapida e estável, em todos os ambientes que frequento. Já com a tim sempre tive problema com sinal, sinto como se as antenas da tim tivessem um alcance menos significativo, com qualidade bem inferior comparada a vivo. Porém, a vivo parou no tempo com seus planos defasados e aburdamente caros, infelizmente. O que está me fazendo querer sair da operadora.
Leonardo Lima
Pois eu recebo essas mensagens de ligações perdidas na vivo, e nunca paguei por isso.
Yago Oliveira
Eu entendo, porém, para muitas pessoas ainda não há mudança na qualidade ou alcance de sinal. É primoroso ver o que a TIM alcançou, mas a verdade é que para muitos isso ainda está somente no papel!
David Faustino
Pois é, sou TIM Beta LAB há um ano, e só pega o 3G nos tres bairros que eu frequento entre o meu trabalho e minha casa. E o 3 G da TIM continua péssimo.
Tiago Freitas
Eu dei um pé na bunda da Vivo quando começaram a cobrar por aquele serviço que avisa quem te ligou quando o celular está desligado. Fiz a portabilidade do meu número em 2009 e estou feliz na Tim até hoje.
Arley Martins
Eu ja prometi pra mim mesmo que se a TIM conseguir cobrir 2000 cidades até o fim do ano eu vou sair da VIVO e ir pra TIM. 4G da TIM é o melhor que ja usei. O da VIVO não é ruim, porem senti maior qualidade na TIM e preço mais adequado ao meu bolso.
pedroca
mas ainda falta muito no meu trabalho ela nao pega sinal nenhum, nem para ligar.
Yago G. Oliveira
É muito perceptível quando você sai do interior e vai pra um cidade extremamente densa. Meu telefone não durava nada. Telefonia no interior está bem melhor que nas cidades grandes; é o que acontece em países de primeiro mundo, eles possuem qualidade por terem cidades menos densas e geografia favorável, diferente do Brasil em algumas áreas.
Yago G. Oliveira
Vai que cê consegue. Quando cheguei na Oi em época de 3G, ela ainda era EDGE. Hoje empresta a rede pras outras, daí já sabe, sinal muito bom.
Tiago Freitas
Eu acho que também depende muito da região. Já faz um tempo que uso o 4G da TIM no celular, não tenho do que reclamar. Mas confesso que já foi muito ruim onde eu moro. Na banda larga fixa, eu uso Tim Live desde Novembro do ano passado. 70mbps download e 30mbps upload. No meu caso, a conexão vem se mantendo estável desde quando assinei. Até hoje não registrei nenhuma queda e nem oscilações bruscas na velocidade contratada. No cabo a velocidade sempre fica entre 70 e 75mbps. No WiFi fica entre 40 e 49mbps.
Marlon Souza
Normal. 3G está ficando no passado
Eduardo Papa
Teve uma reportagem sobre frequências e me parece que na Coréia do Sul é tão otimizada a rede, que um iphone que no Brasil a bateria dura um dia, lá estava durando 1 dia e meio a dois somente nessa otimização de rede. Só que tem vários fatores como densidade de antenas, essa otimização e etc. Se não me falha a memória foi aqui mesmo ou no meio bit a matéria!
Douglas B

A TIM do 3G era péssima, mas a do 4G está brilhando! Estou há 2 anos na operadora e nunca fiquei sem internet, nem problemas com ligações e sms. Na Vivo acontecia problema direto. Eu moro numa cidade da região METROPOLITANA de BH, em um bairro cercado por altas colinas dos 4 lados. Nunca teve sinal da TIM dentro da minha casa, mas com o 4G o sinal está pegando muito bem e com velocidade de 30 Mbps. O que ela não investiu no 3G, está investindo no 4G 👏👏👏

Douglas Baião
A TIM do 3G era péssima, mas a do 4G está brilhando! Estou há 2 anos na operadora e nunca fiquei sem internet, nem problemas com ligações e sms. Na Vivo acontecia problema direto. Eu moro numa cidade da região METROPOLITANA de BH, em um bairro cercado por altas colinas dos 4 lados. Nunca teve sinal da TIM dentro da minha casa, mas com o 4G o sinal está pegando muito bem e com velocidade de 30 Mbps. O que ela não investiu no 3G, está investindo no 4G ???
Yago G. Oliveira
Nem me fala, depois da renovação, demora uns 3 dias para processar.
Exibir mais comentários