A Microsoft está migrando o Windows para um modelo de atualizações constantes, tal qual o Office. Daqui em diante, o sistema operacional e a suíte de produtividade receberão dois grandes updates anuais, por volta de março e setembro.

Foto por DobaKung/Flickr

“O Windows está se comprometendo a um cronograma previsível de dois lançamentos de recursos por ano, mirando em setembro e março de cada ano, alinhado com o Office 365 ProPlus”, diz o blog oficial da Microsoft.

Cada versão terá suporte da Microsoft por 18 meses; você precisará migrar para uma versão superior para receber atualizações de segurança. Essa política já está valendo: quem ainda está rodando a build 1507 do Windows 10, lançada em julho de 2015, precisa atualizar para continuar recebendo suporte.

Desde então, tivemos a build 1511, lançada em novembro de 2015; a atualização de aniversário (build 1607), em agosto de 2016; e o Creators Update (build 1703), agora em abril.

E o que teremos no futuro? Rumores dizem que a próxima atualização do Windows, codinome Redstone 3, deve trazer mudanças no design com o Project Neon, com maior uso de animações e efeitos de semitransparência. Este é o conceito que a Microsoft está testando no app Groove Música:

E este é o conceito aplicado ao menu Iniciar. A empresa deve revelar mais detalhes sobre o Project Neon durante a conferência Build em maio.

Esperamos também ver alguns recursos que não ficaram prontos a tempo para o Creators Update, como um recurso que economiza bateria limitando programas em segundo plano; um visual melhorado para a Central de Ações

… e a integração de contatos na barra de tarefas:

A nova política de atualizações para o Windows deixa uma dúvida: como ficarão as empresas que não podem trocar tão rápido de versão? Bem, a Microsoft diz que isso dispensa a necessidade de formatar PCs de tempos em tempos, facilitando a implantação em larga escala, e fornecendo “mais previsibilidade e simplicidade”. Mas ela vai explicar isso com mais detalhes em maio, quando fará uma sessão de perguntas e respostas sobre o “Windows as a service”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Olegario Souza
Android atualiza sempre. Você quis dizer certas OEMs. E sim o povo reclama, e há quem reclama de quem reclama. Hehehe
Ives Accosta
Igual o meu. Mas meu problema que o meu veio o inglês e não to conseguindo mudar de novo pro português. E olha que sou Insider.
Baio-kun

Argumentos?!

Muriel
Argumentos?!
Anakin
mano, tu ta digitando de uma rave?
Dio
Pra usuários pode ser. Pra mim não vejo isso. Cada um com suas escolhas e gostos.
ばか

Já dei uma olhada, é mais do mesmo.
A experiência de uso da interface não é muito agradável nem eficiente.

Bruno ?
Já dei uma olhada, é mais do mesmo. A experiência de uso da interface não é muito agradável nem eficiente.
Dio
Linux deeping 15.04. O que vocês estão querendo de interface e já tem a tempos. Da uma conferido, vai achar um monte de dicas pra interface do 10
ばか

Ah bom.
Meu problema com o linux não é nem recursos, mas sim a interface, não importa quantas eu teste não acho nada de bom, é tudo igual.

Bruno ?
Ah bom. Meu problema com o linux não é nem recursos, mas sim a interface, não importa quantas eu teste não acho nada de bom, é tudo igual.
Adriano
O win10 Creators Update 1703 está quase perfeito. Está precisando apenas de alguns ajustes finos.
Baio-kun

Quero ver usar um PC com Chrome mas sem o Windows, quem sabe assim não afete o funcionamento de nenhum outro programa, além disso, se não quiser atualizar é só não atualizar.

Muriel
Quero ver usar um PC com Chrome mas sem o Windows, quem sabe assim não afete o funcionamento de nenhum outro programa, além disso, se não quiser atualizar é só não atualizar.
Dio
Estava falando em relação as atualizações. Agora qual o recurso que vc precisa e não encontrou no Linux?
Exibir mais comentários