Você deve conhecer as máquinas da Nespresso ou Dolce Gusto: elas usam cápsulas para produzir café, chocolate quente e outras bebidas. Uma startup nos EUA resolveu seguir esse mesmo modelo para criar uma máquina de suco orgânico — mas acabou se envolvendo em uma polêmica.

A Juicero, lançada há um ano por US$ 700, espreme pacotes proprietários de frutas e legumes picados para fazer suco. Você insere o pacote na máquina, ela lê um QR code na embalagem e confere na internet se os ingredientes estão frescos — sim, ela tem conexão Wi-Fi. Depois, ela aplica quatro toneladas de força para fazer um copo de suco.

O vídeo de divulgação parece um infomercial de TV, mostrando um casal desastrado tentando fazer suco:

A empresa recebeu US$ 120 milhões de investidores no Vale do Silício, incluindo a GV (antes conhecida como Google Ventures) e a famosa KPCB, que dedicou recursos a inúmeras companhias famosas de tecnologia como Uber, Amazon e Spotify. No ano passado, poucas startups de hardware receberam tanto dinheiro assim nos EUA.

Então, a Bloomberg descobriu que você pode simplesmente espremer o pacote com as mãos para conseguir o suco:

A máquina — que agora custa US$ 400 — extrai um pouco mais de líquido, porém demora bem mais que o processo manual. No teste da Bloomberg, uma repórter obteve 220 ml em um minuto e meio; a Juicero conseguiu 240 ml em dois minutos.

Como nota a Fast Company, a Juicero tem basicamente um sistema de DRM: ela exige conexão constante à internet, senão você não pode usar os pacotes. Cada um deles custa de US$ 5 a US$ 8 (R$ 15 a R$ 25) e rende um copo de suco. Uma análise do Washington Post mostra como isso é muito mais caro que outras alternativas:

Você só pode adquirir os pacotes se for dono de uma Juicero. Eles são entregues apenas em alguns estados dos EUA, e não podem viajar grandes distâncias senão estragam. (A empresa não congela os pacotes.) A embalagem de plástico é reciclável (após ser limpa), e a polpa na parte interna pode ser utilizada para compostagem.

Juicero responde

Após o dilúvio de críticas ao produto, o CEO Jeff Dunn respondeu em uma longa carta aberta. Ele lembra que já trabalhou na Coca-Cola; diz que espremer os pacotes da Juicero é como “hackear um produto para consumidores”; e tenta explicar o valor da máquina, sem muito sucesso.

Dunn diz que, graças à conectividade Wi-Fi da Juicero, ela é capaz de desativar remotamente um pacote caso um de seus ingredientes tenha sofrido recall. No entanto, é fácil avisar isso aos clientes de outra forma; por exemplo, através do app usado para controlar a máquina.

O executivo também promete uma qualidade de suco mais consistente com a Juicero: “o que você vai obter espremendo o pacote à mão é uma experiência medíocre (e talvez muito bagunçada) que você não vai querer repetir”.

Ele também anexou este vídeo — publicado por Chrissy Trampedach, chefe de comunicação da Juicero — mostrando um pacote Beta Glow aberto ao meio, com a polpa de cenouras e laranjas. Acho que a ideia é mostrar que o pacote não vem com o suco pronto.

Como apontam muitos críticos, a Juicero representa muito do que há de errado na cultura do Vale do Silício, vendendo pacotes caríssimos de polpa atrelados a um app, e dizendo que isto vai resolver um problema real — no caso, “os desafios de nutrição e obesidade dos EUA”. Doug Evans, fundador da Juicero, até comparou seu trabalho ao de Steve Jobs, dizendo em entrevista que queria popularizar as prensas para suco tal como a Apple popularizou computadores pessoais.

A resposta de Dunn não convence, e ele parece saber disso: a Juicero vai reembolsar qualquer cliente insatisfeito com a máquina, não importando quando ela tenha sido adquirida.

A Juicero conseguiu coordenar a produção de alimentos orgânicos, o processamento em pacotes, a entrega, e ainda criou uma máquina para extrair o suco. É um feito e tanto. Infelizmente, do jeito que está, não vejo muito futuro nessa ideia. É mais fácil bater um suco no liquidificador, sem se preocupar com Wi-Fi ou DRM.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jaldomir
Interessante é ver burro nó cego como você, que sabe nada de café, querendo impor suas teorias da conspiração. Aposto que você acredita em Terra Plana, Planeta Nibiru e que o homem nunca chegou à lua. Qualidade de café é grão, torrefação, pureza do pó, pressão e temperatura de preparação e qualidade da água. Quase toda essa linha de qualidade é encontrada no Nespresso, exceto a qualidade da água, que é o consumidor que coloca na máquina. Sua teoriazinha furada de "sobra de café" cai por terra só pelos diversos grãos disponíveis nas lojas Nespresso, é impossível juntar "sobras" com tantos aromas diferentes. Você não sabe nada de café, nó cego burro, não passa de um moleque vagabundo que se esconde por trás de apelido pra escrever merda na internet.
Jaldomir
Interessante é ver burro nó cego como você, que sabe nada de café, querendo impor suas teorias da conspiração. Aposto que você acredita em Terra Plana, Planeta Nibiru e que o homem nunca chegou à lua. Qualidade de café é grão, torrefação, pureza do pó, pressão e temperatura de preparação e qualidade da água. Quase toda essa linha de qualidade é encontrada no Nespresso, exceto a qualidade da água, que é o consumidor que coloca na máquina. Sua teoriazinha furada de "sobra de café" cai por terra só pelos diversos grãos disponíveis nas lojas Nespresso, é impossível juntar "sobras" com tantos aromas diferentes. Você não sabe nada de café, nó cego burro, não passa de um moleque vagabundo que se esconde por trás de apelido pra escrever merda na internet.
adrianonorthingan

Mas tipo a maquina é uma porcaria, mais porem não seria melhor vender os pacotes de suco, se la não me pareceu tão rim assim

Adriano Northingan
Mas tipo a maquina é uma porcaria, mais porem não seria melhor vender os pacotes de suco, se la não me pareceu tão rim assim
sergio432
Ligue já 011-1406. Mais um lançamento do grupo imagem teleshop!
Renan Batista Sanches
Juicero is dead miseravelmente https://www.theverge.com/2017/9/1/16243356/juicero-shut-down-lay-off-refund
Themyscira
Kkk! Exatamente, lembrei daqueles comerciais da polyshop eu acho, que via uns 20 anos atrás quando era criança. Faltou só ser em preto e branco antes do produto e colorido depois.
82_BD
É superior sim! Era incrédulo até o dia que experimentei várias cápsulas! O sabor é MUITO mais encorpado. Isso qualquer um que experimenta comprova, gostando ou não? da máquina.
Indayara Magalhaes
Anakin, olá. Tá para você? Isso que importa ponto com
Leandro F. Silveira
me admira quem comprou isso...
robsonc
É verídico mesmo, mas você pode simplesmente ir no mercado e comprar um suco que alguém fez esse trabalho todo por você.
robsonc
10 reais é ainda mais barato que o saco da Juicero e não precisa de maquina de 500 dólares (e você pode reciclar a garrafa do mesmo jeito, se quiser). Essa Juicero foi a piada da vez da tecnologinha. Internet of shit.
tropaR
O que essa empresa fez foi complicar ao máximo o processo de espremer suco e depois lançou uma máquina super cara prometendo a solução para um problema que ela mesma criou. UMa máquina de espremer suco que exige internet constante para verificar DRM do pacote com o produto e que só opera com uma unica marca? Parabéns para quem comprou essa merda.
Alberto Prado
Talvez varie conforme a marca. Faz muito tempo que tomei, mas pelo que me lembro foi bom.
Carlos Pacheco
Cara, suco em pó e água com gás não combinam :O Fica extremamente forte, tipo, amargo/azedo... Não sei o motivo :(
Exibir mais comentários