Hoje, a Microsoft anunciou oficialmente seu sistema voltado para o mercado educacional, e ele se chama Windows 10 S. Esta é a resposta ao Chrome OS que rumores diziam se chamar “Windows 10 Cloud”.

A principal diferença é que esta variante do sistema só pode instalar e rodar aplicativos baixados através da Loja do Windows. Isso inclui apps da plataforma universal (UWP), e também aplicativos Win32 tradicionais portados para a Loja usando a Ponte de Desktop (anteriormente conhecido como “Project Centennial”).

Ambos os tipos rodam em uma sandbox isolada do restante do sistema, o que agiliza atualizações, aumenta a segurança e facilita a desinstalação. Além disso, o Windows pode suspender ou até mesmo fechar esses aplicativos para reduzir o uso de memória, processador e bateria.

Isso é importante para garantir um desempenho consistente em PCs com Windows 10 S, já que eles terão especificações limitadas. Os dispositivos custarão a partir de US$ 189 quando forem lançados no terceiro trimestre, período de volta às aulas nos EUA.

O Windows 10 S bloqueia aplicativos vindos de fora da Loja.

A ideia, no entanto, não é que cada aluno necessariamente compre um laptop desses. A escola pode oferecer laptops compartilhados: o aluno pega um, faz o login e usa durante a aula. Depois, é só deslogar e deixá-lo na sala para o próximo aluno.

A Microsoft modificou o processo de login no Windows 10 S, levando cerca de 15 segundos para exibir as configurações específicas do aluno. Também é possível configurar um computador inserindo um pendrive USB.

Computadores com Windows 10 S terão suporte ao Microsoft Intune, sistema de gerenciamento de dispositivos na nuvem. E caso a escola precise rodar programas fora da Loja, ela poderá atualizar gratuitamente para o Windows 10 Pro. (Outras empresas terão que pagar US$ 49.) Além disso, escolas que já tiverem cópias genuínas do Windows 10 poderão obter o Windows 10 S de graça.

A Microsoft está claramente mirando nos Chromebooks, que ganharam um espaço enorme em escolas dos EUA graças a seu baixo preço e facilidade de gerenciamento. No ano passado, esses laptops dominaram 58% das vendas para instituições americanas de ensino fundamental e médio; dispositivos com Windows estagnaram em 22%.

Fora dos EUA, a história é outra: o Windows detém 65% das vendas e vem crescendo ano após ano. Por isso, resta ver se o Windows 10 S será lançado com destaque em outros países também.

Com informações: Ars Technica, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel KT
Baixei a Ferramenta de Instalação para o Windows 10S e atualizei um PC que estava rodando Windows 10 Home. Ela não permite criar uma unidade de Boot (como uma Pen-Drive ou um DVD) não faz o download de uma imagem ISO. Não dá para fazer uma instalação Off-Line. Você tem que rodar a ferramenta no PC o qual deverá receber o Windows 10S. É tudo on-line, tem que estar conectado à Internet. Mas infelizmente ele não reconheceu a Licença do Windows10 Home que rodava na máquina... Como resultado o Windows 10S ficou como "Não Ativado". Nem pense em tentar atualizar a sua máquina se você não é uma Instituição de Ensino ! Me parece que você deve possuir aquele tipo de "Licenciamento de Lote". Se você é daqueles que como eu fizeram o Upgrade do Windows7 para o Windows 10 no período em que a Microsoft permitia o upgrade com a garantia de que o PC "receberia" a Licença do Windows10 durante o processo (que por sinal funcionou para mim), não perca tempo ! O Windows 10S não reconhece estas "Licenças de Upgrade". Outro detalhe é que o S.O. é todo é em Inglês (Não consegui alterar...). Para quem não familiarizado com o Idioma talvez seja um impeditivo.
igomd
É isso que a MS quer, ou instale a versão "PRO e desproegida" do Windows.
Rubens dos Santos
putz não tinha pensando nesse ponto kkkkkkk
Olegario Souza
Complicado então...
𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

A Microsoft deveria "ceder" (não sei se há resistência a isso, mas parece que sim) e liberar o uso de outros motores que não o do Edge em navegadores de terceiros. Caso contrário, sinto cheiro de Netscape, já que o Windows 10 S terá o Edge e outros navegadores da Loja como o Monument, que usa o motor do Edge. Se bem que eu duvido que o Google lance o Chrome na Loja, mesmo que essa liberação de motores de terceiros ocorra, mas o Vivaldi e o Firefox talvez aportassem na Loja
https://www.neowin.net/news...
Podem até rolar uns processinhos

Jack Silsan
A Microsoft deveria "ceder" (não sei se há resistência a isso, mas parece que sim) e liberar o uso de outros motores que não o do Edge em navegadores de terceiros. Caso contrário, sinto cheiro de Netscape, já que o Windows 10 S terá o Edge e outros navegadores da Loja como o Monument, que usa o motor do Edge. Se bem que eu duvido que o Google lance o Chrome na Loja, mesmo que essa liberação de motores de terceiros ocorra, mas o Vivaldi e o Firefox talvez aportassem na Loja
𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓

Agora deverá ficar mais fácil

Jack Silsan
Agora deverá ficar mais fácil
NoobIsrael
É doido é? Daí os desenvolvedores vão ter que atender aos requisitos da Microsoft e não vão ter mais tanta liberdade.
NoobIsrael
Galera, tenho 6 reais na conta da Microsoft há 3 anos. Qual app ou jogo eu compro?
Felipe Ventura
É meio confuso mesmo; não encontrei no site da Microsoft essa cláusula de "escolas podem migrar de graça do W10S para o W10Pro", mas eles disseram isso no evento.
Bruno Vieira
Falha minha então! Assisti ao evento e fiquei com a impressão do esquema de atualização ser como mencionei no comentário. Valeu pelo esclarecimento!
Olegario Souza
Por mim podem dar fim no EXE e desenvolver tudo empacotamento. Melhor mesmo quando for tudo streaming.
Felipe Ventura
O que dissemos está correto. Pegamos a informação do Ars Technica, e o TechCrunch diz: If you buy a cheap $189 Windows 10 S laptop, you’ll be able to upgrade it to a full-fledged Windows 10 Pro operating system for a one-time fee of $49. If you’re buying those Chromebook competitors as a student, a teacher or a school administrator, you’ll be able to upgrade those devices to Windows 10 Pro for free. https://techcrunch.com/2017/05/02/youll-be-able-to-upgrade-any-windows-10-s-device-to-windows-10-pro/?ncid=rss
Felipe Ventura
É verdade! Atualizamos o texto para corrigir isso.
Exibir mais comentários