Início » Telecomunicações » Como saber se o seu celular é compatível com o 4G do Brasil

Como saber se o seu celular é compatível com o 4G do Brasil

Saiba quais são as frequências ou bandas usadas no país

Por
2 anos atrás

Com o desligamento da TV analógica, várias cidades do Brasil passam a ganhar uma nova banda de 4G, a 28, com frequência de 700 MHz (às vezes até antes da hora). Essa banda é caracterizada pela melhor penetração de sinal, permitindo melhor cobertura em ambientes internos. Já detalhamos aqui a nova frequência.

Ela chega para complementar a banda 7, mais comum no país, de 2.600 MHz. Diferente da frequência de 700 MHz, ela abrange grandes distâncias, mas tem perdas significativas de sinal ao ultrapassar obstáculos. Algumas operadoras também estão utilizando a banda 3, de 1.800 MHz, para oferecer conexão 4G.

No guia abaixo, explicamos como passar pelo tecniquês e conseguir identificar se o seu celular vai funcionar com todas as bandas do 4G no Brasil.

Lendo a ficha de especificações técnicas

O modo mais comum é ler a ficha de especificações técnicas do seu telefone. Isso pode ser feito em vários sites especializados, como o GSMArena, que lista as especificações de praticamente todos os smartphones que são lançados. O método mais fácil de procurar pelo seu celular é nesta página, que separa os smartphones por fabricante.

Usando o Galaxy S7 de exemplo, basta ir em Samsung e procurar pelo Galaxy S7, no meio da página. A organização é feita pela data de lançamento, mas também dá para ordenar por popularidade clicando em Popularity, ao lado de Time of Release. Se você não achar seu celular, também dá para escrever o modelo dele em Search, no topo da página (foque apenas na coluna Devices, que fica no meio da tela).

Quando você achar, a página vai se parecer com esta:

Na seção de NewtorkTechnology, clique em Expand para ver todas as tecnologias de conexão. Na imagem acima o menu já está expandido. Em 4G bands, procure pelas bandas 3, 7 ou 28; elas vão aparecer como 3(1800), 7(2600) e 28(700). Caso tenha alguma das três: yay, seu celular é compatível! O ideal é que ele comporte as três bandas para ter sinal garantido aonde você for.

Outra opção: Will My Phone Work?

Você também pode checar no Will My Phone Work, que compara o modelo dos telefones com as bandas de rede usadas em cada país. Mas consulte com um pé atrás, já que nem sempre ele tem eficácia garantida: para a Porto Seguro Conecta, por exemplo, ele informa que não há rede 4G no país. Alguns celulares mais populares foram testados e ele funcionou bem.

Vamos seguir com o exemplo do Galaxy S7. Em Brand, coloque a marca do seu celular (no exemplo, Samsung). Em Model, coloque o modelo do celular (Galaxy S7). Em Sub Model, ele pede a variante por região. Normalmente a opção que estiver com Americas (continente americano), South America (América do Sul) ou Global/International (modelo internacional) é a que representa a versão vendida no Brasil.

No caso do Galaxy S7 brasileiro, o Sub Model é SM-G930F (Global). Em Country, coloque Brazil. Por fim, em Carrier, coloque a sua operadora. TIM, no meu caso. Basta clicar em Search para obter o resultado final. O meu foi:

Ou seja, ele suporta completamente as redes 2G, 3G e 4G. Fique atento nas bandas que explicamos no 4G: Band28, de 700 MHz, Band3, de 1.800 MHz e Band7, de 2.600 MHz.

Quais aparelhos suportam 4G brasileiro

Os smartphones mais recentes já suportam pelo menos uma frequência de 4G no Brasil. Os mais caros já se conectam a quase todas (ou todas) as bandas de 4G no Brasil, com a exceção dos seguintes iPhones:

  • iPhone 5: suporta as bandas 3 e 28, que ainda têm atendimento limitado no país. A banda 7, mais popular, não é suportada.
  • iPhone 5c ou 5s: suportam as bandas 3 e 7, mas não há suporte para a 28.

Em marcas que oferecem smartphones mais baratos o suporte também é garantido, como Samsung, Lenovo (antiga Motorola), LG, Alcatel, Asus e Quantum. Aqui a lista de alguns aparelhos populares:

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.