Início » Computador » Fit 15S é o notebook mais acessível da Vaio no Brasil

Fit 15S é o notebook mais acessível da Vaio no Brasil

Core de sétima geração, até 8 GB de RAM e telas de 15,6 polegadas custando a partir de R$ 1.999

Paulo Higa Por

A Positivo renovou a linha de notebooks Vaio com um modelo de entrada: o Fit 15S. Os computadores trazem os processadores Core de sétima geração, até 8 GB de RAM e o design da icônica marca japonesa, mas custando bem menos que os laptops anteriores, com preços a partir de R$ 1.999.

Diferente do Vaio Z, que era um modelo com preço de cinco dígitos para atender o segmento premium, o Vaio Fit 15S é um notebook para atingir o grande público. Ele tem painel LCD de 15,6 polegadas com resolução de 1366x768 pixels (boo!), GPU integrada e conexões de sobra: são duas USB 3.0, duas USB 2.0, uma HDMI, uma VGA (!), uma Ethernet, uma entrada de fone de ouvido, uma de microfone e um leitor de cartões.

Ele está disponível em quatro configurações de hardware (a versão mais básica ainda traz um Core i3 de sexta geração):

  • Core i3–6006U dual-core de 2,3 GHz, 4 GB de RAM e 1 TB de HD: R$ 1.999
  • Core i3–7100U dual-core de 2,4 GHz, 4 GB de RAM e 1 TB de HD: R$ 2.199
  • Core i5–7200U dual-core de 2,5 GHz, 8 GB de RAM e 1 TB de HD: R$ 2.699
  • Core i7–7500U dual-core de 2,7 GHz, 8 GB de RAM e 1 TB de HD: R$ 3.299

Como de costume em notebooks mais simples, os discos rígidos são de 5.400 RPM e não possuem cache em memória flash. A empresa diz que o som “tem uma engenharia acústica desenvolvida para canalizá-lo, de maneira mais clara, por seus dois speakers de 2 watts”, e você pode recarregar seus gadgets por meio da porta USB do notebook mesmo enquanto ele estiver desligado.

Os notebooks já estão disponíveis no site da Vaio e nas principais redes de varejo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vinnycius Amâncio
sério? só vejo o pessoal reclamando deste notebook
Maxnoob
Coisa horrorosa, custa fazer um design menos "brucutu"?
Cameron Poe

Lembro quando eu comprei meu Samsung Series 7 Chronos (de 14 pol.) com uma tela 1600x900 em 2012, já foi um dos fatores principais para comprá-lo, e ainda 5 anos depois essas telas ainda continuam padrão, é meio complicado mesmo,

Orlando Silva
Lembro quando eu comprei meu Samsung Series 7 Chronos (de 14 pol.) com uma tela 1600x900 em 2012, já foi um dos fatores principais para comprá-lo, e ainda 5 anos depois essas telas ainda continuam padrão, é meio complicado mesmo,
Gregory Saiber
Ou seja, acabou com uma marca que era uma das tops de linha. Levando em consideração que é a positivo que monta etc, os notebooks da positivo e lixo é praticamente a mesma coisa...
Paulo Higa
A Positivo comprou os direitos da marca Vaio no Brasil. Ela monta e distribui os notebooks Vaio, sob supervisão da Vaio do Japão.
Gregory Saiber
Uma pergunta de quem está bem por fora do mundo da tecnologia. Antes era Sony Vaio, tenho um e foi de longe a melhor escolha que fiz quando comprei (4 anos atrás) depois fiquei sabendo que a Sony tinha parado de produzir notebook, mais pra frente vi que o Vaio tinha voltado, mas sem a Sony... Aí entra minha pergunta: oque a positivo tem a ver com isso? Chega que eu me assustei, pois só de falar em positivo e notebook a vontade é manter distância.
Porto Velho

Sim.

Emanuel Schott
Sim.
Julio da Gaita ✔

mas vamos lá amigo, ja que a questão é a usabilidade, tente utilizar 4 planilhas ou telas lado a lado em um monitor de 13, 15 poelgadas.

E ae consegue, é confortável?!

Julio da Gaita
mas vamos lá amigo, ja que a questão é a usabilidade, tente utilizar 4 planilhas ou telas lado a lado em um monitor de 13, 15 poelgadas. E ae consegue, é confortável?!
Porto Velho

Mais uma vez: não é questão de qualidade ou pixel por polegada, é questão de espaço de trabalho. Concordo quando você diz que a qualidade não muda, mas discordo quando diz que é "marketing".

Quanto maior a resolução, mais itens cabem na tela (da pra perceber isso nas minhas imagens). Em 4K daria pra colocar quatro janelas dessas mantendo o mesmo tamanho.

Resoluções maiores fazem mais diferença pra trabalhar com duas janelas do Excel (que não exige poder de hardware) por exemplo do que pra jogar.

Emanuel Schott
Mais uma vez: não é questão de qualidade ou pixel por polegada, é questão de espaço de trabalho. Concordo quando você diz que a qualidade não muda, mas discordo quando diz que é "marketing". Quanto maior a resolução, mais itens cabem na tela (da pra perceber isso nas minhas imagens). Em 4K daria pra colocar quatro janelas dessas mantendo o mesmo tamanho. Resoluções maiores fazem mais diferença pra trabalhar com duas janelas do Excel (que não exige poder de hardware) por exemplo do que pra jogar.
Julio da Gaita ✔

Tudo bem amigo, mas vamos lá, se você leu meu comentário viu que questionei a percepção de qualidade ou alguma "diferença perceptível" em telas pequenas de Full HD ou seja 1080p para 2k ou 4k.

A diferença de qualidade entre 720p e 1080p é algo gritante pra mim, mas algumas pessoas nem ligam ./ e devem ser mais felizes economizando em placas de video, videogames, dvd's, locadoras suecas...

Julio da Gaita
Tudo bem amigo, mas vamos lá, se você leu meu comentário viu que questionei a percepção de qualidade ou alguma "diferença perceptível" em telas pequenas de Full HD ou seja 1080p para 2k ou 4k. A diferença de qualidade entre 720p e 1080p é algo gritante pra mim, mas algumas pessoas nem ligam ./ e devem ser mais felizes economizando em placas de video, videogames, dvd's, locadoras suecas...
Exibir mais comentários