Início » Negócios » Google acusa Uber de criar empresa falsa para roubar tecnologia de carro autônomo

Google acusa Uber de criar empresa falsa para roubar tecnologia de carro autônomo

Emerson Alecrim Por

No mais recente capítulo de uma disputa que começou em fevereiro, a Waymo acusa o Uber de montar uma empresa apenas para roubar a tecnologia de carro autônomo que o Google estava desenvolvendo. A alegação vem depois de o Uber se defender nos tribunais com argumentos como o de que os documentos referentes à tecnologia não foram armazenados em seus computadores, não havendo, portanto, prova de seu envolvimento no caso.

A história toda foi explicada aqui, mas eis um resumo: em 2016, o Uber comprou uma startup focada em caminhões autônomos; porém, o principal nome por trás da Otto, como era chamada a empresa, é Anthony Levandowski, engenheiro que trabalhou justamente no carro autônomo do Google. Ele saiu da empresa para montar o negócio, mas teria levado antes documentos sigilosos relacionados à tecnologia do projeto.

Waymo

O projeto de carro autônomo do Google continua em desenvolvimento, mas, agora, a divisão se chama Waymo. O suposto vazamento foi descoberto quando a empresa recebeu um email de um fornecedor de peças que continha detalhes confidenciais de uma placa de circuito usada no veículo. Aparentemente, o email chegou à Waymo por engano, pois o destinatário principal era o Uber.

Depois desse episódio, uma investigação interna foi iniciada. Com base nela, a Waymo descobriu que, seis meses antes de sair do Google, Levandowski baixou em seu notebook pessoal mais de 14 mil arquivos relacionados ao projeto. Alguns meses depois, Levandowski criou a Otto.

Não poderia haver outra consequência: o Uber foi levado aos tribunais. Inicialmente, a companhia simplesmente negou as acusações, mas, vendo que não era suficiente, mergulhou no assunto para tentar encontrar elementos eficazes de defesa.

Como a Waymo já conseguiu reunir evidências de que Levandowski baixou mesmo os 14 mil arquivos, mas ainda não provou que esse material foi usado pela Otto, o Uber passou a alegar que não tem envolvimento com o vazamento.

Mas, para a Waymo, há envolvimento, sim: seus advogados afirmam que a Otto teria sido montada justamente para ser comprada pelo Uber. Nesse sentido, a startup cumpriu o papel de encobrir o plano principal — o suposto roubo de tecnologia. Como possível evidência, os advogados citaram um acordo que teria feito Levandowski receber mais de US$ 250 milhões em ações do Uber apenas um dia depois de sair do Google.

O CEO do Uber Travis Kalanick (esquerda) e Anthony Levandowski

O CEO do Uber Travis Kalanick (esquerda) e Anthony Levandowski

Apesar dos esforços da Waymo, ainda não há provas contundentes contra o Uber. A defesa alega, por exemplo, que a concessão de ações a Levandowski foi feita na data de aquisição da Otto, em agosto de 2016, mas a operação foi retroativamente datada para janeiro do mesmo ano (época em que Levandowski saiu do Google), uma prática relativamente comum — é como se o Uber quisesse compensar Levandowski pelo tempo de existência da Otto.

Muitas pedras ainda vão rolar nessa história. Os juízes que analisam o caso estão bastante cautelosos, naturalmente, para evitar equívocos — talvez o Uber tenha gastado bastante dinheiro com o negócio na intenção apenas de contratar um engenheiro com grande domínio do assunto, por exemplo.

Se considerada culpada, porém, o Uber poderá ter que pagar indenizações gigantescas e ser forçada a descontinuar seu projeto de veículo autônomo.

Com informações: Ars Technica, Engadget

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Silvio Ney
Cheguei a ler em alguns locais que era exatamente isso. Valeu por lembrar.
Pedro Cavalieri
Corrija-me se eu estiver errado, mas me parece que as situações são muito diferentes... Porque aparentemente, a situação que você trouxe foi a de que o Google se utilizou de um CONCEITO, pegou uma ideia que havia sido criada pela Apple, e fez a sua versão dessa ideia - não necessariamente roubou toda a tecnologia já desenvolvida pela Apple, mas sim, criou a sua própria seguindo só a mesma ideia (um telefone celular, com funções mais próximas à um computador, com uma grande tela capacitiva na frente). Uma possível prova disso é que o primeiro iPhone/iOS era VIOLENTAMENTE superior e melhor acabado/desenvolvido do que o primeiro Android, e levaram anos pro Android começar a fazer frente. No caso do Uber, parece ser furto descarado mesmo, pegar todas as pesquisas e desenvolvimentos já feitos pela outra empresa, e colocá-la pra funcionar nos seus produtos como se dela fosse.
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ
Tem em vários livros, mas não sou saber te referenciar exatamente onde. Agora, se tu ler as biografias do Jobs ou livros sobre a Apple vai entender pq o Jobs jurou que iria acabar com a Google. Ele se sentiu traído pq deu lugar no conselho da Apple e eles pegaram o conceito do smartphone.
Mago Erudito®
Tem em vários livros, mas não sou saber te referenciar exatamente onde. Agora, se tu ler as biografias do Jobs ou livros sobre a Apple vai entender pq o Jobs jurou que iria acabar com a Google. Ele se sentiu traído pq deu lugar no conselho da Apple e eles pegaram o conceito do smartphone.
Thiago
Fiquei curioso tbm, nunca tinha ouvido falar disso.
Anakin
cara, desconheço essa informação ai, tem algum link ai? eu realmente nunca ouvi isso
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ
Acredito que a Google não tenha roubado arquivos da Apple, mas roubou um segredo industrial que era o conceito de smartphones. Na minha visão é só um tipo um pouco diferente de roubo seria algo comparável a roubo e furto, ou seja, um é mais grave que outro contudo os dois são crimes.
Mago Erudito®
Acredito que a Google não tenha roubado arquivos da Apple, mas roubou um segredo industrial que era o conceito de smartphones. Na minha visão é só um tipo um pouco diferente de roubo seria algo comparável a roubo e furto, ou seja, um é mais grave que outro contudo os dois são crimes.
Anakin
uma coisa é você pegar a ideia e fazer uma similar igual, outra coisa é você pegar a tecnologia, que eu saiba, me corrija se eu estiver errado, o Google fez seu SO sem usar nada da Apple, o Uber pode muito bem desenvolver seu próprio carro autônomo, só não pegar o que o coleguinha já fez.
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ
A Uber é uma empresa muito agressiva e precisa dessa tecnologia o quanto antes.Agora, a Google também já aprontou dessas quando "pegou emprestada" a ideia do smartphone da Apple. No fim das contas isso foi bom para o consumidor, caso contrário morreríamos na mão da empresa da maçã.
Mago Erudito®
A Uber é uma empresa muito agressiva e precisa dessa tecnologia o quanto antes.

Agora, a Google também já aprontou dessas quando "pegou emprestada" a ideia do smartphone da Apple. No fim das contas isso foi bom para o consumidor, caso contrário morreríamos na mão da empresa da maçã.
Pedro Cavalieri
Com certeza, no que tange ao transporte privado de pessoas, não há como negar o valor do pioneirismo no método criado pelo/a Uber. Tal qual você, eu espero que as concorrentes realmente estejam anotando os acertos, porque concorrência é extremamente saudável pro mercado. O que assusta, é a grandeza e gravidade dos erros, e quão rápido a empresa passou de bom exemplo para mal exemplo... É literalmente o nerd que sentava na frente da sala, e foi se misturar com a galera do fundão... Hahahahahahaha
Ricardo - Vaz Lobo
Há uma coisa boa nisso tudo: o/a Uber está desbravando todos os meandros deste novo negócio. As concorrentes tão olhando isso e anotando no caderninho. Ou pelo menos, deveriam estar.
Henrique Queirós
Kkkkkk demorou até demais
PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ
kkk boa
PPKX XD ?????????
kkk boa
Junior Santos ?
Cara! Uber ta pior que a Odebrecht.
Ligo a TV e só da Odebrecht, entro nos blog e só da Uber, na categoria.... "B.O."
Pedro Cavalieri
Nunca vi uma empresa passar tão rápido de "mocinho pioneiro heróis das startups", para "pilantrão cara-de-pau do vale do silício", como o Uber passou. Depois de tantos escândalos, salvo final julgamento de inocência, a empresa que antes levantou multidões para se juntar à sua bravada para funcionar em meio aos táxis, ultimamente anda levantando só olhares de suspeita...