Início » Jogos » Este é o novo velho Mega Drive

Este é o novo velho Mega Drive

A Tectoy está relançando o Mega Drive para comemorar 30 anos de parceria com a Sega. O console, porém, não é igual ao original.

Emerson Alecrim Por

Eu nunca pensei que um dia iria conferir o relançamento de algo que marcou a infância de muita gente, mas aconteceu: na noite de quinta-feira (4), a Tectoy realizou um evento em São Paulo para oficializar o retorno ao mercado do primeiro modelo do Mega Drive.

Fãs do console e entusiastas já sabiam que isso iria acontecer: a pré-venda do “novo velho” Mega Drive começou há cerca de seis meses. E por que relançar um videogame tão clássico? Segundo Stefano Arnhold, presidente do conselho da Tectoy, o relançamento é uma celebração dos 30 anos de parceria com a Sega.

Stefano Arnhold e Tsurumi Naoya (COO da Sega)

Stefano Arnhold e Tsurumi Naoya (COO da Sega)

O executivo também comentou que o plano original era relançar a primeira versão do Master System, mas a Tectoy mudou de ideia depois de uma enquete nas redes sociais apontar que os consumidores brasileiros ansiavam mais pelo Mega Drive.

A versão que está sendo relançada, de fato, tem o mesmo visual do primeiro Mega Drive e tenta, tanto quanto possível, repetir as especificações do console. Mas não é simples: o som, por exemplo, difere muito do console original — e para pior.

Enquanto eu observava um jogador testando o Mega Drive no evento, notei que o som estava estranho, com determinados efeitos saindo como um chiado de rádio não sintonizado. Mais tarde, Arnhold explicou a razão: o chip de áudio Yamaha YM2612, usado no console original, não é mais fabricado. Aí o pessoal da Tectoy teve que se virar.

Mega Drive - Tectoy

Porém, imagino que frustração mesmo existirá com a quantidade bastante limitada de jogos. O console é acompanhado dos seguintes títulos:

  1. Alex Kidd in the Enchanted Castle
  2. Alien Storm
  3. Altered Beast
  4. Arrow Flash
  5. Bonanza Brothers
  6. Columns
  7. Zone (entrou no lugar de Decap Attack)
  8. E-Swat
  9. Fatal Labyrinth
  10. Flicky
  11. Gain Ground
  12. Golden Axe
  13. Golden Axe 3
  14. Jewel Master
  15. Kid Chameleon
  16. Last Battle
  17. Collumns III: Revenge of Columns (no lugar de Out Runners)
  18. Sega Soccer
  19. Shadow Dancer
  20. Shinobi 3
  21. Sonic 3
  22. Crystal’s Pony Tale (no lugar de Turbo Outrun).

É uma quantidade razoável, mas como o console tem suporte a cartuchos, é de se esperar que mais jogos sejam lançados, certo? Esse é o plano, segundo a Tectoy. Porém, o relançamento depende de acordos com as produtoras ou detentoras dos direitos dos games. O próprio Arnhold ressaltou que é difícil fazer isso, razão pela qual a empresa não pode prometer nada.

Para exemplificar a dificuldade, Arnhold disse que a Tectoy tentou relançar Ayrton Senna’s Super Monaco GP II, mas não conseguiu. Por outro lado, Turma da Mônica na Terra dos Monstros (título que é baseado no jogo Wonder Boy in Monster Land) será relançado em cartucho — a única confirmação até agora nesse formato —, embora ainda não haja definições sobre preço e data de lançamento.

Mega Drive - Tectoy

Quem tiver cartuchos do console original poderá rodá-los no Mega Drive de agora, mas a Tectoy avisa que há exceções: Super Street Fighter II, Virtua Racing e Truxton, por exemplo, não rodam por problemas de compatibilidade de hardware.

Alguns dos jogos compatíveis também podem ter probleminhas nos gráficos. A “culpa”, novamente, é do hardware, pois a Tectoy não conseguiu equipar o Mega Drive com os componentes originais — é o que a companhia afirma, pelo menos.

O que houve aqui, basicamente, foi um trabalho de adaptação. Isso permitiu até a inclusão de um slot SD no console. A propósito, os jogos que o acompanham estão dentro de um cartão. Muita gente queria que a Tectoy aproveitasse as adaptações para adicionar uma porta HDMI, mas a empresa argumentou que a inclusão desse item elevaria o preço do Mega Drive e não traria benefícios técnicos, como aumento de resolução.

Sonic

De modo geral, o Mega Drive relançado consegue garantir a diversão. Apesar disso, é bastante provável que somente entusiastas e nostálgicos adquiram o console, pelo menos inicialmente. Quão grande é esse público? Não sei, mas a Tectoy dá indícios de que não está arriscando muito, por isso, a recepção por essa turma (em termos de volumes de vendas) é que apontará se vale a pena trazer mais jogos e acessórios.

Está nos planos da Tectoy disponibilizar o joystick de seis botões do Mega Drive, por exemplo. Sem entrar em detalhes, Arnhold disse que há alguns empecilhos para isso. Dá para imaginar um deles: não faz sentido lançar o acessório se não houver um número significativo de jogos que tiram proveito dele — eles precisam esperar para descobrir se haverá demanda, creio.

O Mega Drive está à venda no site da Tectoy por R$ 449 (pois é), havendo desconto de 5% no pagamento via boleto. A empresa também pretende comercializar o console no varejo a partir de junho. Antes disso, o plano é entregar o produto para quem fez a compra na pré-venda.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vitor Fernandes
Será que o Everdrive não funciona nesse Novo Mega Drive?
doorspaulo
Também não faço parte do público alvo. Tenho um MD II aqui, junto com vários cartuchos com caixa, encarte e manuais originais, e jamais iria para essa gambiarra. Minha única lamentação é o MD não estar funcionando =/
BassVix
Pegaram alguns restos de peças e maquinário de montagem para dar vazão aproveitando o gancho da Nintendo. Quando acabar a sessão nostalgia ele deixarão todos na mão. Melhora comprar um desse portáteis que emulam N video-games e arcades que terão muito mais suporte e qualidade, além de saída para TV e processamento de imagem.
Ary Pádua
O que me intriga é que a TecToy não garante que vá funcionar para todos os títulos do console. E também pega a questão do som, que não é 100% fiel. Será que tem shaders para as TVs modernas ? Scanlines, CRT, Overlays... Nisso, o Retroarch é uma mão na Roda, é muito prazeroso emular as telas antigas com tamanha perfeição.
Rodrigo Sidney
Steam tem jogos de MegaDrive. Todos os Sonics, vários Street of Rage, todos os Phantasy Star e não para nem de perto por aí. E tem também emulação por terceiros. Que, aliás, funciona melhor que o emulador que a Sega usa no Steam.
Cesar Osvaldo Müller
ia comentar isso, empresa tão nostálgica que nunca chegou aos anos 2000
Tales Cembraneli Dantas
o Brasil já fabricou consoles de última geração... foi quando o Mega era "ultima geração" kkkkkk
Tony Henrique
Acho o YM2612 é importante no balanceamento geral deste Console.
Rafael Camargo
Prefiro pegar um Mega Drive usado e importar um Everdrive. Pelo menos dá pra colocar mais jogos, diferente de um certo relançamento da Nintendo...
Qndt
Caraca, Comix Zone! Adorava esse jogo!
Glauber Silva
Mas esse cartão SD onde estão os jogos pode ser usado pra inserir novos jogos ?? Se sim é bem mais interessante..
Molinex
O venerável mega drive. Ganhei um a 20 anos atras, e fiquei parecendo o moleque no nintendo64... Da vontade de esconder o PS3, e comprar um desses e deixar na sala pra criançada, mas tenho medo de apanhar...
Andre Kittler
Que bom! Podemos ter um mega "original" que é menos fiel ao original que o emulador, apenas com a limitação de jogos. E tudo isso por menos de R$500?!! Que futuro incrível que vivemos!!!
Luiz Claudio Eudes Corrêa
Ele recriaram o hardware antigo mas faltou peça (chip de som), teria sido melhor se usassem um FPGA pra emular o hardware antigo
João Paulo
Como ele tem entrada para cartão SD, é questão de tempo até alguém arrumar um jeito colocar todas as ROMs pra rodar. Claro que alguns jogos não serão compatíveis, mas aí paciência.
Exibir mais comentários