Início » Games » Este é o novo velho Mega Drive

Este é o novo velho Mega Drive

A Tectoy está relançando o Mega Drive para comemorar 30 anos de parceria com a Sega. O console, porém, não é igual ao original.

Por
24 semanas atrás

Eu nunca pensei que um dia iria conferir o relançamento de algo que marcou a infância de muita gente, mas aconteceu: na noite de quinta-feira (4), a Tectoy realizou um evento em São Paulo para oficializar o retorno ao mercado do primeiro modelo do Mega Drive.

Fãs do console e entusiastas já sabiam que isso iria acontecer: a pré-venda do “novo velho” Mega Drive começou há cerca de seis meses. E por que relançar um videogame tão clássico? Segundo Stefano Arnhold, presidente do conselho da Tectoy, o relançamento é uma celebração dos 30 anos de parceria com a Sega.

Stefano Arnhold e Tsurumi Naoya (COO da Sega)

Stefano Arnhold e Tsurumi Naoya (COO da Sega)

O executivo também comentou que o plano original era relançar a primeira versão do Master System, mas a Tectoy mudou de ideia depois de uma enquete nas redes sociais apontar que os consumidores brasileiros ansiavam mais pelo Mega Drive.

A versão que está sendo relançada, de fato, tem o mesmo visual do primeiro Mega Drive e tenta, tanto quanto possível, repetir as especificações do console. Mas não é simples: o som, por exemplo, difere muito do console original — e para pior.

Enquanto eu observava um jogador testando o Mega Drive no evento, notei que o som estava estranho, com determinados efeitos saindo como um chiado de rádio não sintonizado. Mais tarde, Arnhold explicou a razão: o chip de áudio Yamaha YM2612, usado no console original, não é mais fabricado. Aí o pessoal da Tectoy teve que se virar.

Mega Drive - Tectoy

Porém, imagino que frustração mesmo existirá com a quantidade bastante limitada de jogos. O console é acompanhado dos seguintes títulos:

  1. Alex Kidd in the Enchanted Castle
  2. Alien Storm
  3. Altered Beast
  4. Arrow Flash
  5. Bonanza Brothers
  6. Columns
  7. Zone (entrou no lugar de Decap Attack)
  8. E-Swat
  9. Fatal Labyrinth
  10. Flicky
  11. Gain Ground
  12. Golden Axe
  13. Golden Axe 3
  14. Jewel Master
  15. Kid Chameleon
  16. Last Battle
  17. Collumns III: Revenge of Columns (no lugar de Out Runners)
  18. Sega Soccer
  19. Shadow Dancer
  20. Shinobi 3
  21. Sonic 3
  22. Crystal’s Pony Tale (no lugar de Turbo Outrun).

É uma quantidade razoável, mas como o console tem suporte a cartuchos, é de se esperar que mais jogos sejam lançados, certo? Esse é o plano, segundo a Tectoy. Porém, o relançamento depende de acordos com as produtoras ou detentoras dos direitos dos games. O próprio Arnhold ressaltou que é difícil fazer isso, razão pela qual a empresa não pode prometer nada.

Para exemplificar a dificuldade, Arnhold disse que a Tectoy tentou relançar Ayrton Senna’s Super Monaco GP II, mas não conseguiu. Por outro lado, Turma da Mônica na Terra dos Monstros (título que é baseado no jogo Wonder Boy in Monster Land) será relançado em cartucho — a única confirmação até agora nesse formato —, embora ainda não haja definições sobre preço e data de lançamento.

Mega Drive - Tectoy

Quem tiver cartuchos do console original poderá rodá-los no Mega Drive de agora, mas a Tectoy avisa que há exceções: Super Street Fighter II, Virtua Racing e Truxton, por exemplo, não rodam por problemas de compatibilidade de hardware.

Alguns dos jogos compatíveis também podem ter probleminhas nos gráficos. A “culpa”, novamente, é do hardware, pois a Tectoy não conseguiu equipar o Mega Drive com os componentes originais — é o que a companhia afirma, pelo menos.

O que houve aqui, basicamente, foi um trabalho de adaptação. Isso permitiu até a inclusão de um slot SD no console. A propósito, os jogos que o acompanham estão dentro de um cartão. Muita gente queria que a Tectoy aproveitasse as adaptações para adicionar uma porta HDMI, mas a empresa argumentou que a inclusão desse item elevaria o preço do Mega Drive e não traria benefícios técnicos, como aumento de resolução.

Sonic

De modo geral, o Mega Drive relançado consegue garantir a diversão. Apesar disso, é bastante provável que somente entusiastas e nostálgicos adquiram o console, pelo menos inicialmente. Quão grande é esse público? Não sei, mas a Tectoy dá indícios de que não está arriscando muito, por isso, a recepção por essa turma (em termos de volumes de vendas) é que apontará se vale a pena trazer mais jogos e acessórios.

Está nos planos da Tectoy disponibilizar o joystick de seis botões do Mega Drive, por exemplo. Sem entrar em detalhes, Arnhold disse que há alguns empecilhos para isso. Dá para imaginar um deles: não faz sentido lançar o acessório se não houver um número significativo de jogos que tiram proveito dele — eles precisam esperar para descobrir se haverá demanda, creio.

O Mega Drive está à venda no site da Tectoy por R$ 449 (pois é), havendo desconto de 5% no pagamento via boleto. A empresa também pretende comercializar o console no varejo a partir de junho. Antes disso, o plano é entregar o produto para quem fez a compra na pré-venda.

  • leoleonardo85

    Não serve pra nada isso ai

  • Ramon Gonzalez

    Nao sei nem oq dizer… Mistura de alegria com frustração. Tomara que venda pra caramba pra eles se jogarem de cabeça com produções de jogos e acessórios. Mas ainda é só um sonho bobo…

    • Ricardo – Vaz Lobo

      Como uma empresa que relançou o console e parou de fabricar porque vendeu à rodo.

      • Ramon Gonzalez

        Putz, ai é tenso! :/

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Alguns quarentões vão comprar pra mostrar pros filhos como era a jogatina no mesozóico dos games.

    • Valter

      Nem precisa ir tão longe assim, esses jogos do Mega Drive são bem melhores graficamente que o MinerCraft.

      • Anayran Pinheiro

        Tibia tem gráficos melhores que MineCraft…

  • Igor Ruckert

    É legal até você descobrir o preço

  • Como disse no meu blog esses dias. Esse console será para os “de boa”, filão que não é exigente e não vai ficar fazendo gambiarras para rodar jogo X ou Y. O que vier com ele, será o suficiente para a maioria, incluindo colecionadores do Mega Drive.
    Como não faço parte do público alvo (meu Mega Drive III original+Sega CD+Everdrive mandam abraços), boa sorte aí TecToy o/

    • doorspaulo

      Também não faço parte do público alvo. Tenho um MD II aqui, junto com vários cartuchos com caixa, encarte e manuais originais, e jamais iria para essa gambiarra.

      Minha única lamentação é o MD não estar funcionando =/

  • Só é preciso que alguém crie um cartucho que aceite SD card e emule o cartucho original… Pronto!

  • passo

  • João Eduardo Pereira de Sousa

    Ufa! Achei que só eu tinha estranhado o som. Eu estava desanimado, mas com a confirmação de que relançarão jogos em cartucho, me empolguei um pouco novamente.

  • Numa boa, melhor comprar um original em bom estado.

  • Com este preço, melhor ter apenas a nostalgia na memória…

  • Eu tenho fitas do Mega Drive Originais guardadas ainda, uma delas é GP de Monaco haha

  • raphaela1

    Enquanto as americanas e japonesas tentam criar consoles e jogos de última geração com hardware de ponta, o BRhue tenta relançar pela 9999º vez um console de 20 anos atrás como se fosse novidade.
    A única vez que o Brasil tentou lançar algum console inovador foi o Zeebo(que o poder gráfico era o mesmo de um smartphone). Não é a toa que temos um atraso tecnológico gigante perante as grandes potências.

    • Tales Cembraneli Dantas

      o Brasil já fabricou consoles de última geração… foi quando o Mega era “ultima geração” kkkkkk

  • Diogo Nóbrega

    Impressão minha ou até o presidente da TecToy está vestido como se estivesse nos anos 80/90? uahauahuahau

    • Cesar Osvaldo Müller

      ia comentar isso, empresa tão nostálgica que nunca chegou aos anos 2000

  • João Paulo

    Como ele tem entrada para cartão SD, é questão de tempo até alguém arrumar um jeito colocar todas as ROMs pra rodar. Claro que alguns jogos não serão compatíveis, mas aí paciência.

  • Luiz Claudio Eudes Corrêa

    Ele recriaram o hardware antigo mas faltou peça (chip de som), teria sido melhor se usassem um FPGA pra emular o hardware antigo

  • Andre Kittler

    Que bom! Podemos ter um mega “original” que é menos fiel ao original que o emulador, apenas com a limitação de jogos.
    E tudo isso por menos de R$500?!!
    Que futuro incrível que vivemos!!!

  • Molinex

    O venerável mega drive. Ganhei um a 20 anos atras, e fiquei parecendo o moleque no nintendo64…
    Da vontade de esconder o PS3, e comprar um desses e deixar na sala pra criançada, mas tenho medo de apanhar…

  • Glauber Silva

    Mas esse cartão SD onde estão os jogos pode ser usado pra inserir novos jogos ?? Se sim é bem mais interessante..

  • Qndt

    Caraca, Comix Zone! Adorava esse jogo!

  • Rafael Camargo

    Prefiro pegar um Mega Drive usado e importar um Everdrive.

    Pelo menos dá pra colocar mais jogos, diferente de um certo relançamento da Nintendo…

    • Vitor Fernandes

      Será que o Everdrive não funciona nesse Novo Mega Drive?

  • Tony Henrique

    Acho o YM2612 é importante no balanceamento geral deste Console.

  • Rodrigo Sidney

    Steam tem jogos de MegaDrive. Todos os Sonics, vários Street of Rage, todos os Phantasy Star e não para nem de perto por aí.

    E tem também emulação por terceiros. Que, aliás, funciona melhor que o emulador que a Sega usa no Steam.

  • Ary Pádua

    O que me intriga é que a TecToy não garante que vá funcionar para todos os títulos do console. E também pega a questão do som, que não é 100% fiel.
    Será que tem shaders para as TVs modernas ? Scanlines, CRT, Overlays… Nisso, o Retroarch é uma mão na Roda, é muito prazeroso emular as telas antigas com tamanha perfeição.

  • BassVix

    Pegaram alguns restos de peças e maquinário de montagem para dar vazão aproveitando o gancho da Nintendo.
    Quando acabar a sessão nostalgia ele deixarão todos na mão.

    Melhora comprar um desse portáteis que emulam N video-games e arcades que terão muito mais suporte e qualidade, além de saída para TV e processamento de imagem.