Na internet, empresas como Google e Facebook se orgulham de oferecer anúncios personalizados com base em seus gostos e características pessoais — gênero, idade, local, entre outros.

Uma pizzaria em Oslo, Noruega, quis seguir esse exemplo com um anúncio físico e uma câmera, sem deixar isso claro aos clientes — mas foi descoberta depois que o sistema travou.

A Peppe’s Pizza tinha um pequeno outdoor digital com uma câmera embutida na parte superior. Ela era usada para detectar o rosto das pessoas que passavam em sua frente, e reconhecer seu gênero, faixa etária, expressão facial e tempo de atenção.

À primeira vista, o anúncio não tinha nada demais. Porém, em determinado momento, o sistema travou e passou a exibir o prompt de comando do Windows, em vez de propagandas de pizza. Na foto abaixo, a primeira linha de texto diz: “mulher – jovem adulta, tempo de atenção: 2015 de 4218”, mais um índice de sorriso e “óculos: não”.

O engenheiro Jeff Newman diz ao site norueguês Dinside que passou na frente do outdoor e viu uma linha de texto surgir na tela, descrevendo suas características gerais. Ele postou uma foto disso no Facebook e, em alguns dias, ela se espalhou para outras redes sociais.

Newman explica no Reddit:

Há uma tela que normalmente mostra propagandas da Peppe’s Pizza em frente à loja deles na estação central de Oslo. Os anúncios tinham deixado de funcionar, revelando o que estava sendo executado. À medida que eu me aproximei para tirar uma foto, a tela começou a rolar texto com informações genéricas sobre mim – que eu era um homem jovem… usando óculos, para onde eu estava olhando, e se eu estava sorrindo.

O outdoor foi criado pela empresa de análise de varejo Kairos: ela cria software de reconhecimento projetado para ajudar a “converter mais clientes” e “reconhecer, comercializar, rentabilizar”. Por exemplo, se uma mulher estiver vendo o anúncio, a tela pode exibir opções mais saudáveis ​​e com menos carne.

O gerente de marketing da ProntoTV, fornecedora do outdoor, diz ao Dinside que o sistema não armazena imagens das pessoas analisadas, apenas os metadados.

O Dinside foi até a pizzaria e descobriu que havia apenas um pequeno aviso sobre a câmera, e ele ficava na parte traseira do anúncio. Isso provavelmente não é o bastante: na Noruega, só é permitido usar câmeras de vigilância para fins como deter crimes, não para exibir publicidade direcionada de pizza.

Então, no mesmo dia em que o artigo do Dinside foi publicado, a pizzaria removeu a câmera do outdoor. O gerente de marketing da ProntoTV diz que “o período de teste estava programado para ser concluído esta semana, por isso fizemos a remoção”. Então tá.

O outdoor após remoção da câmera

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

José Figueiredo
A empresa que eu trabalho tem esse recurso no software que desenvolve. Acho bem legal a ideia também!
Guaip
Eu achei muito legal. Melhor que quando minha mulher usa meu PC pra navegar e depois o meu Facebook fica exibindo propaganda de blush por uma semana.
Jaca

Feia, jovem e usa aparelho : Oferece um anúncio de pizza VEG

Jaca Paladium
Feia, jovem e usa aparelho : Oferece um anúncio de pizza VEG
Rodrigo Bernardi
Como publicitário eu achei fodasso! ;)
Fabio Montarroios
Não mesmo.
Fabio Montarroios
Mas é invasivo e é ofensivo. Sua imagem sendo captada sem a sua permissão e isso virando uma banco de dados pra sabe se lá o que. Tolerar isso é abrir mão de direitos - aqui e pelo visto na Noruega tb.
Carlos Alex
Posto Ipriranga, eles sabem de tudo.
auhauhauhhahuhau
Victor C.
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Ricardo Marques
Google gostou disso (y)
Anti feminazi
Se trate.
Luck

Achei mto foda! Todos nós já sofremos com publicidade direcionada, google/facebook/youtube estão fazendo isso a muito tempo.

Fora outros exemplos que existem por aí.

DarkMaster
Achei mto foda! Todos nós já sofremos com publicidade direcionada, google/facebook/youtube estão fazendo isso a muito tempo. Fora outros exemplos que existem por aí.
Lucas Ambrosio
Se eles não armazenam a imagem, não usam para reconhecer "quem" está vendo a propaganda, que sentido faz ter algum problema eles venderem a informação de que "um homem de oculos passou sorrindo e olhou para o anuncio"
Exibir mais comentários