Início » Celular » A Quantum resolveu lançar outro smartphone de R$ 999

A Quantum resolveu lançar outro smartphone de R$ 999

Quantum You é um smartphone básico que tem o mesmo preço de praticamente todos os smartphones da marca

Paulo Higa Por

A Quantum lançou nesta quarta-feira (17) o You, um smartphone de entrada que custa R$ 999. Esse é exatamente o preço sugerido do recém-anunciado Go 2, e o mesmo valor cobrado à vista pelo Fly e Muv Up. Ele mantém o leitor de impressões digitais e os bons números de RAM e armazenamento dos outros aparelhos da marca, mas tem processador mais simples.

Apesar da carinha de Nexus 6P, o You é um aparelho menor e basicão, com tela IPS de 5 polegadas (1280x720 pixels), processador MediaTek MT6737 quad-core de 1,25 GHz (inferior ao MT6753 e Helio X20 dos outros smartphones da Quantum), 3 GB de RAM, 32 GB de armazenamento interno (com entrada para microSD) e bateria de 2.500 mAh. As câmeras frontal e traseira são de 13 megapixels.

Ele possui traseira de metal (provavelmente mais agradável ao toque que o estranho preto asfalto do Muv Up) e vidro com bordas levemente curvadas (2,5D). Diz a Quantum que uma das novidades do You é o aplicativo de câmera, que ganhou um “modo profissional” e agora permite ajustar ISO, velocidade do obturador, balanço de branco e foco.

E por que a Quantum tem cinco smartphones na mesma faixa de preço? A empresa afirma que o “objetivo dessa estratégia é chegar a um portfólio rico e com opções para as mais variadas necessidades, de um público consumidor com demandas cada dia mais diversificadas”. Na prática, quase todos os smartphones da Quantum têm o mesmo público; eles só estão mudando por fora.

O You já está disponível no site e nos quiosques da Quantum, por R$ 999. Uma variante mais simples, batizada de You L, terá menos RAM (2 GB), câmera frontal com resolução menor (8 megapixels) e chega sem sensor biométrico; o aparelho será vendido exclusivamente no varejo por R$ 749.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tori
"13 FUCKING MEGAPIXELS" na parte de trás do smartphone só pra vc não esquecer. me sinto na época dos MP7
Anthony Fernando
É, dá pra instalar um Xposed e fazer umas modificações até razoáveis mas, não é a mesma coisa que uma ROM customizada. Tive um Blu Life Pro com processador MediaTek bem bacana inclusive e usei ele por 4 meses com root e Xposed até que ficou limitado em personalizar e enjoativo. Passei pra frente e de lá pra cá só compro smartphone com processador Qualcomm devido a facilidade em desenvolver ROMs para o SoC
Panino, o Manino
Seria um problema se a ROM da Quantum não fosse tão limpinha. Só rotear se necessário e personalizar como quiser.
Anthony Fernando
Verdade. Agora o único problema são ROMs customizadas para esses processadores, por conta disso que eu fico ainda com um pé atrás para comprar.
Wololo ?
Controle manual na camera eu acho uma grande evolução, se não for igual aquela coisa tosca da motorola com obturador limitado. No mais, achei o telefone feio como todos os outros.
Panino, o Manino
Essa Quantum está fazendo um serviço público ao vender esses aparelhos com bastante RAM.
Willian Tetsuo Shiratori
a LG e a Lenovo estão fazendo isso já... Algumas vezes, esse mundo simplesmente não tem explicação.
Deilan Nunes
design diferente...consumidor normal nao ta nem ai pra especificações quer um celular com um design diferente
Uzumaki Jiraya
6737....bem fraquinho.
h1ghland3r
Que bosta, Quantum '-'...
Rookie naz
Se é pra lançar tantos modelos que mudem o tamanho da tela e os preços também, quem vai deixar de pegar um GO 2(que não é aquelas coisas) pra pegar um desse no mesmo preço.
Jefferson Rodrigues
Tô fora!
Vinícius Araújo
Funciona por um tempo, depois cansa. Não sei porque toda marca quer seguir esse caminho... Acho que os números sobem a cabeça.
Luiz Vitor Monteiro
Importar continua tendo melhor custo/beneficio
Vinícius Araújo
Esse flash imitando uma câmera dupla http://cdn.yourepeat.com/media/gif/001/582/091/de74e8395bb5aacddd10aba2a8cca84f.gif
Carlin
O "problema" é que naquele momento era rentável, os smartphones estavam se tornando cada vez mais populares e a Samsung conseguia bancar a estrategia, já a Quantum ainda não é ninguém no mercado, talvez a estrategia possa ser viável, mais não vejo muito apelo, já que poderá deixar o cliente confuso!
Diego F. Duarte
Funcionou por um tempo, vc quis dizer
Willguevara
Não gosto desta estratégia de inundar o mercado com diversos aparelhos, mas se funcionou para Samsung, por que não?
HenryS
troquem indivíduo por empresa! ????? https://uploads.disquscdn.com/images/a65f062b7030b7c1be6896a46a12d76425fb01f40cb11ea6b7b470741332fad7.jpg