Início » Computador » AMD vai lançar processador de desktop com 16 núcleos e 32 threads

AMD vai lançar processador de desktop com 16 núcleos e 32 threads

Por
14 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Você ouviu rumores nos últimos dias sobre a AMD lançando um processador com 16 núcleos? Se sim, saiba que eles são verdadeiros: em reunião recente com analistas financeiros, Jim Anderson, vice-presidente sênior de produtos da companhia, confirmou que o chip está a caminho. Seu nome é Ryzen Threadripper.

São 16 núcleos e 32 threads. Via de regra, processadores com números tão elevados são destinados a servidores ou aplicações que necessitam de altíssimo desempenho. Tudo indica, porém, que o Threadripper está sendo desenvolvido principalmente para desktops — o público-alvo são gamers ou entusiastas que podem gastar muito.

Sim, pois ainda que os preços do Threadripper não tenham sido revelados, certamente eles não serão baratos. Alguns burburinhos apontam que as versões mais em conta do chip custarão cerca de US$ 1.000.

Threadripper

Na verdade, a AMD deu pouquíssimos detalhes sobre o Threadripper. Aparentemente, o plano inicial da companhia era revelar o processador na próxima edição da Computex. A empresa só teria se antecipado para fazer frente aos rumores de que a Intel anunciará a linha Core i9 (um chip de 12 núcleos) em breve, talvez na própria Computex.

É de se esperar que os chips Threadripper sejam baseados na arquitetura Zen, tenham suporte a memórias DDR4 de quatro canais e possuam TDP entre 150 W e 180 W. Fala-se também sobre o uso de um novo tipo de socket com 4.094 pinos, o SR3.

Há boas chances de que a AMD também lance uma ou mais versões do Threadripper com 12 núcleos e 24 threads. Dessa forma, a companhia passaria a ter um portfólio bastante completo de processadores para enfrentar a Intel.

Será? A gente só precisa de um pouquinho de paciência para descobrir: os detalhes do Ryzen Threadripper devem mesmo ser revelados na Computex. O evento está marcado para o final do mês.

Com informações: PCWorld

  • Chuto que vá ficar subutilizado demais, dependendo dos desenvolvedores se adaptar pra rodar programas em tantos núcelos/threads.

    • Edson Veloso Murta Júnior

      Mas quem controla a camada de hardware é o kernel!! se o kernel for otimizado para varios núcleos como já são o kernel otimiza a carga de trabalho nos núcleos do processador . Pelo menos é assim que funciona o kernel linux . Como a microsoft está com um kernel bem proximo de um FREE BSD acredito que este problema já está resolvido ou quem sabe um pequeno update. Hoje não existe jogo que utilize um processador i7 por completo.

      • Mario Junior ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        Não interessa se o kernel é otimizado ou não. Se a aplicação que será executada não for, só 1 núcleo será usado ou então o sistema distribuirá a carga de apenas 1 núcleo em 2~4, o que não fará diferença pois continuará com a performance de apenas 1 núcleo.

        • Edson Veloso Murta Júnior

          Vou te explicar da forma mais simples possivel quem contrala o hardware é o kernel o kernel otimizado vai distribuir a aplicação por igual em todos os nucleos . Aplicação não controla isso procure sobre isso. No linux temos a opção do kernel RT que usamos para ediçao de video e audio . Só o kernel ja muda por completo o funcionamento da mesma aplicação .

          • Mario Junior ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Vou lhe explicar de novo, de uma forma resumida e clara:

            O Kernel não fará uma aplicação desenvolvida pra trabalhar com X núcleos fazer o uso de Y núcleos! Se a aplicação X não é desenvolvida com suporte a 4, 6, 8 ou sei lá quantos núcleos, não será o kernel que fará com que a aplicação faça real uso dos 4, 6, 8 ou N núcleos.

            Entendeu agora? O balanceamento que o sistema fará nesse caso, nada mais é que pegar o trabalho de um core e jogar pra mais um ou dois, no máximo. O trabalho só estará sendo jogado de core pra core, sem de fato fazer o uso de X ou Y cores. Você não ganhará performance e a aplicação não estará fazendo o uso de trocentos cores de fato.

            Uma coisa é um software fazer o uso real de 4 núcleos. Outra coisa é o software fazer o uso de 1 ou 2 núcleos e o kernel dividir o trabalho com os núcleos ociosos, mas mantendo a mesma performance.

          • Edson Veloso Murta Júnior

            no linux nao funciona assim não. Você deve estar falando de outtro sistema só pode ser isso.

    • Alberto Prado

      Esse processador e o i9 é mais voltado para workstations. Quem usa programas de CAD, modelagens 3D, edição de vídeo, pesquisa científica… Todos esse programas já são otimizados para multi core.
      Seria um desperdício de dinheiro usá-lo como game station. Os i7 e R7 mais fortes já não gargalam as gpus mais fortes.

    • Renan Birck Pinheiro

      Para aplicações científicas a maioria dos programas já é paralelizada.

  • Jonas Schumacher

    Gostei do nome

  • Keaton

    Oba! Até que enfim a AMD vai lançar um processador capaz de competir com os i3 dessa geração! 😀

    • Menos… que eu tenho um i5 e posso falar que não é tudo isso não.

    • menos… muito menos..

    • Theo Queiroz

      Fanboys… Fanboys everywhere

      • Keaton

        dica: sou usuário de AMD desde 1995.

        • Theo Queiroz

          dica: se vc usa desde 1995 e até hoje acha ruim, vc está fazendo algo errado.

          • Keaton

            O fato de eu fazer piada com a AMD não quer dizer que eu não goste dela.

            Eu heim, fanboy da AMD é um porre mesmo. (Não só da AMD, mas fanboy idiota é um porre mesmo.)

  • “possuam TDP entre 150 W e 180 W”
    Pelo que eu vi, o TDP irá até 155W no de 16 núcleos.

    • hardware topvideos

      Threadpiper 16 nucleos 32 threads 155 W e por volta de 999 dolares

      Core i9–7960X: 16 núcleos, 32 threads, TDP de 165W (US$ 1.699)

      O equivalente da Intel tem 10 W a mais e ira custar uns 700 dolares a mais .Vamos ver os benchmarks quando publicados .