Há vários anos, a Panasonic vende sua linha Toughbook de laptops bem resistentes. Eles vêm evoluindo com o tempo, ganhando touchscreens e telas destacáveis, e o modelo mais recente traz um display com proporção 3:2.

A maioria dos laptops usa telas 16:9 (16:10 no caso de MacBooks), mas algumas grandes empresas vêm adotando o 3:2. Isso inclui o Chromebook Pixel, do Google; o Surface Pro 3/4/Book, da Microsoft; e alguns modelos da Asus, Huawei e Samsung.

A proporção 3:2 tem duas vantagens principais. Primeiro, você ganha 18% mais espaço vertical para navegar na web, editar documentos, ver fotos, entre outras atividades mais frequentes do que assistir vídeo (quando você terá que lidar com barras pretas na tela).

Em segundo lugar, essa proporção é mais adequada para tablets — telas widescreen ficam ridículas quando usadas na vertical —, especialmente para displays com suporte a caneta stylus, porque esse formato é mais próximo de uma folha de papel.

De fato, o Toughbook 33 possui uma tela destacável, e vem acompanhado por uma caneta da Wacom que fica no corpo do tablet. O display de 12 polegadas tem resolução 2160×1440, brilho alto de 1.200 nits, e é sensível ao toque mesmo com mãos molhadas ou com luvas (ele usa tecnologia capacitiva).

Quanto às outras especificações, você pode escolher entre um processador Core i5 ou i7 da geração Kaby Lake mais recente, com 8 GB ou 16 GB de RAM, e SSD de 256 GB ou 512 GB.

O Toughbook 33 tem duas câmeras: uma traseira de 8 megapixels, e uma frontal 1080p com infravermelho compatível com Windows Hello, para fazer login por biometria mesmo em ambientes escuros. E o laptop vem com dois slots de bateria: dessa forma, você pode colocar uma bateria cheia e retirar outra vazia sem desligar o laptop.

Além das portas USB 3.0, microSD, HDMI, Ethernet, áudio in/out e nano-SIM, o tablet também possui uma porta serial para se conectar a dispositivos mais antigos e rodar diagnósticos. Enquanto isso, a base do teclado retroiluminado tem três portas USB, mais HDMI, VGA, Ethernet, serial e leitor de cartão SD.

Entre os recursos opcionais, há uma entrada na parte superior do tablet onde você pode inserir um leitor de impressão digital, um leitor de código de barras, outra câmera, ou um leitor de smart card.

Claro, como se trata de um Toughbook, ele é feito para aguentar todo tipo de situação. O corpo de liga de magnésio tem bordas de borracha de elastômero. Ele tem proteção IP65 contra água e poeira, mais certificação MIL-STD-810G para resistir a choques físicos, altas e baixas temperaturas, altitude, pressão, maresia e chuva.

É bastante coisa! Então não é surpresa que o Toughbook 33 seja bem pesado. Só o tablet tem 1,5 kg; adicione a base com teclado, e isso salta para quase 2,8 kg. Há uma alça no corpo para você carregar.

E claro, esse dispositivo robusto custa caro, a partir de US$ 3.649 pelo kit com teclado. Mas se você precisa de um laptop que aguente qualquer situação, essa é uma das melhores alternativas no mercado.

Com informações: Panasonic, Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

doorspaulo
Quando trabalhei na TI de uma concessionária Volks, vi vários desses notes. Eles são usados na oficina, principalmente para diagnóstico dos carros. São uns mini tanques de guerra!
Marsupial radical
Fiquei tentando imaginar o uso desse tipo de notebook, obrigado.
Adriano
Aqui no Japão, esses notebooks são muito comuns pincipalmente para o uso externo de prestadores de serviços tais como; pessoal de instalação de internet, companhia elétrica, gás etc.
Sckillfer
Ele tem um teclado apha-numérico.... Não tem é um teclado numérico, até porque ele tem uma tela de 12", não 15" (como os que tem o numérico)
Jack Silsan
Melhor definição ever!
Cristina Nascimento
Especialmente isso..
Rafael
Ou irremediavelmente desastrado...
Cristina Nascimento
Pra lidar com planilhas, precisa de teclado alfa numérico. AN é vida, rsrs
Paul
Já eu imagino alguém lá na guerra da Síria com um desse fazendo sua planilhazinha no Excel. :v PS: Brincadeira pessoal, ñ levem a sério.
Fernando Brandão
Ou militares.
Diogo Nóbrega
Toda vez que eu vejo um desses eu imagino alguém, sentado á beira de um vulcão, usando esse notebook para trabalhar e tomando seu cafézinho matinal...
Pio ?
Ele se parece com os notes de antigamente;os primeiros q surgiram.
David
Ou quem trabalha em indústria....
Cristina Nascimento
Mas sem teclado alfa numérico? Eu amo teclado alfa numérico. Tá bom entendi, ele não é pra executivos e economistas e sim pra aventureiros.