Início » Gadgets » Microsoft cria óculos de realidade aumentada inspirados em hologramas

Microsoft cria óculos de realidade aumentada inspirados em hologramas

Por
1 ano e meio atrás

Criar uma imagem realmente holográfica não é fácil: é necessário projetar uma imagem 3D usando lasers no espaço à sua frente. A Microsoft está avançando nesse sentido com um par de óculos inteligentes para realidade aumentada.

Pesquisadores da Microsoft Research criaram um display com espelhos e LCOS (cristal líquido sobre silício) para ser usado próximo aos olhos. Ele produz imagens coloridas, de alto contraste e de alta resolução.

Estas fotos foram tiradas de um protótipo; o campo de visão horizontal é de 80 graus:

O protótipo consegue ajustar o foco de cada pixel dependendo de onde você está olhando, e faz algo bem impressionante: ele corrige a imagem caso você tenha problemas de visão. Ou seja, você não precisa usar dois óculos: o dispositivo ajusta a imagem para compensar sua miopia, hipermetropia e/ou astigmatismo. Eis um exemplo (repare na seção com zoom):

Com essa correção de imagem, é possível renderizar texto com boa legibilidade e criar interfaces como esta, que faz referência ao filme Exterminador do Futuro:

Tudo isso exige um poder computacional maior do que pode caber atualmente em um par de óculos. O protótipo gera hologramas em tempo real a taxas de 90 Hz a 260 Hz, funcionando com uma placa de vídeo GeForce GTX 980 Ti de 5,6 teraflops.

Além disso, os óculos só produzem uma imagem monoscópica para um dos olhos. Eles não geram duas imagens estereoscópicas que se combinam para formar uma só (tal como em óculos 3D).

Vale notar que, apesar do nome, este não é um display realmente holográfico: ele não cria uma imagem 3D que existe no espaço, e sim projeta imagens no mundo real — algo semelhante ao HoloLens. (A plataforma Windows Holographic até mudou de nome para Windows Mixed Reality.)

No entanto, como explicam os pesquisadores, o protótipo “reproduz” um holograma com um feixe de luz laser para recriar todas as complexidades da cena 3D, incluindo a profundidade dos objetos. O avanço é importante, e mais um passo rumo à holografia de verdade.

Com informações: Engadget, Mashable.