Início » Games » Microsoft cancela promoção do Xbox Live no Brasil após abuso

Microsoft cancela promoção do Xbox Live no Brasil após abuso

Por
1 ano atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Este mês, a Microsoft decidiu dar créditos e meses gratuitos na Xbox Live Gold para brasileiros que adquiriram acesso ao serviço. Só que a promoção foi mal concebida e, após abuso dos usuários, logo foi suspensa. O que aconteceu?

No dia 22 de maio, por volta das 18h, a página oficial do Xbox Brasil no Facebook publicou um link para o site da promoção. Havia três opções:

  • compre Live Gold 12 meses e ganhe 3 meses adicionais
  • compre Live Gold 3 meses e ganhe 1 mês adicional
  • compre Live Gold 3 meses e ganhe R$ 15 em crédito

Cada escolha (3 meses, 1 mês ou R$ 15) era limitada a uma vez, e você recebia os códigos de ativação por e-mail. Como comprovante, bastava enviar a nota fiscal de compra.

O link para o site resgatecodigos.com.br foi postado na página oficial do Xbox Brasil, e o domínio pertence à Microsoft Informática Ltda — até aí, tudo bem.

No entanto, as regras da promoção não estavam claras. Aparentemente, você não precisava ter comprado Live Gold recentemente para ganhar os brindes: usuários dizem ter cadastrado comprovantes de 2015, 2014, até 2013, e logo receberam os códigos de ativação.

Pior: diversos relatos diziam que a Microsoft não estava verificando as notas fiscais. Teve gente que enviou comprovantes de compra de jogos — não da Live Gold — e, ainda assim, recebeu os meses gratuitos. Isso fora quem enviou NFs de produtos aleatórios, sem qualquer relação com o console.

No mesmo dia, por volta das 20h, o site Resgate Códigos parou de funcionar. Atualmente, ele só exibe a mensagem “promoção suspensa”. O link foi apagado da página do Xbox Brasil no Facebook; só sobrou um post de 17 de maio, prometendo “uma surpresa da Xbox Live Gold”.

O envio de códigos era tão rápido que parecia não haver uma validação. Usuários sugeriram que a Microsoft não deveria gerar códigos imediatamente, e sim enviá-los após analisar os comprovantes. Além disso, ela deveria ter limitado cada usuário a uma nota fiscal; na promoção, teve quem levou 4 meses de Live Gold mais o crédito de R$ 15.

Não está claro o que vai acontecer com quem enviou notas fiscais inválidas para o site da promoção; um usuário diz que conseguiu três meses gratuitos na Live Gold, “mas dá erro quando tento resgatar”. Entramos em contato com a Microsoft para mais detalhes; em comunicado ao Tecnoblog, a empresa apenas diz:

No dia 22 de maio, a Microsoft Brasil realizou o teste de uma nova ferramenta para promoções digitais. O sistema foi retirado do ar momentaneamente para ajustes técnicos necessários, mas em breve os fãs de Xbox poderão usufruir novamente de promoções exclusivas em nosso site oficial.

Não é a primeira vez que uma promoção da Microsoft dá errado. No final de 2012, a empresa ofereceu gratuitamente o Windows Media Center para quem havia comprado o Windows 8 sem o programa embutido. Para tanto, era necessário solicitar um número de série que você inseria no sistema. O problema é que essa chave acabava ativando cópias piratas. A promoção foi suspensa.

Atualizado em 30/05 com comunicado da Microsoft.