Início » Jogos » Microsoft cancela promoção do Xbox Live no Brasil após abuso

Microsoft cancela promoção do Xbox Live no Brasil após abuso

Felipe Ventura Por

Este mês, a Microsoft decidiu dar créditos e meses gratuitos na Xbox Live Gold para brasileiros que adquiriram acesso ao serviço. Só que a promoção foi mal concebida e, após abuso dos usuários, logo foi suspensa. O que aconteceu?

No dia 22 de maio, por volta das 18h, a página oficial do Xbox Brasil no Facebook publicou um link para o site da promoção. Havia três opções:

  • compre Live Gold 12 meses e ganhe 3 meses adicionais
  • compre Live Gold 3 meses e ganhe 1 mês adicional
  • compre Live Gold 3 meses e ganhe R$ 15 em crédito

Cada escolha (3 meses, 1 mês ou R$ 15) era limitada a uma vez, e você recebia os códigos de ativação por e-mail. Como comprovante, bastava enviar a nota fiscal de compra.

O link para o site resgatecodigos.com.br foi postado na página oficial do Xbox Brasil, e o domínio pertence à Microsoft Informática Ltda — até aí, tudo bem.

No entanto, as regras da promoção não estavam claras. Aparentemente, você não precisava ter comprado Live Gold recentemente para ganhar os brindes: usuários dizem ter cadastrado comprovantes de 2015, 2014, até 2013, e logo receberam os códigos de ativação.

Pior: diversos relatos diziam que a Microsoft não estava verificando as notas fiscais. Teve gente que enviou comprovantes de compra de jogos — não da Live Gold — e, ainda assim, recebeu os meses gratuitos. Isso fora quem enviou NFs de produtos aleatórios, sem qualquer relação com o console.

No mesmo dia, por volta das 20h, o site Resgate Códigos parou de funcionar. Atualmente, ele só exibe a mensagem "promoção suspensa". O link foi apagado da página do Xbox Brasil no Facebook; só sobrou um post de 17 de maio, prometendo "uma surpresa da Xbox Live Gold".

O envio de códigos era tão rápido que parecia não haver uma validação. Usuários sugeriram que a Microsoft não deveria gerar códigos imediatamente, e sim enviá-los após analisar os comprovantes. Além disso, ela deveria ter limitado cada usuário a uma nota fiscal; na promoção, teve quem levou 4 meses de Live Gold mais o crédito de R$ 15.

Não está claro o que vai acontecer com quem enviou notas fiscais inválidas para o site da promoção; um usuário diz que conseguiu três meses gratuitos na Live Gold, "mas dá erro quando tento resgatar". Entramos em contato com a Microsoft para mais detalhes; em comunicado ao Tecnoblog, a empresa apenas diz:

No dia 22 de maio, a Microsoft Brasil realizou o teste de uma nova ferramenta para promoções digitais. O sistema foi retirado do ar momentaneamente para ajustes técnicos necessários, mas em breve os fãs de Xbox poderão usufruir novamente de promoções exclusivas em nosso site oficial.

Não é a primeira vez que uma promoção da Microsoft dá errado. No final de 2012, a empresa ofereceu gratuitamente o Windows Media Center para quem havia comprado o Windows 8 sem o programa embutido. Para tanto, era necessário solicitar um número de série que você inseria no sistema. O problema é que essa chave acabava ativando cópias piratas. A promoção foi suspensa.

Atualizado em 30/05 com comunicado da Microsoft.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas Diniz Landim

Deveriam fazer um levantamento de todo mundo que fraudou a promoção e dar um ban nessa galera.

iLookBr _

wow isso é ótimo, recebi um código de ouro Xbox Live e eu não posso acreditar que ele realmente funcionou! Para obter um você mesmo basta ir ao http://xblg.codetoad.org

Cesar Moscardi
ta revoltada kenka? porque? foi abusado na infancia, é garotavira homem porra
Marlon
É a realidade. Não importa se é uma empresa ou pessoa física, se tem dinheiro ou não. Você nao pode ganhar vantagem sobre o outro só pq tem oportunidade.
Andriw
Que exemplo infeliz esse seu. Uma coisa não relaciona em nada com a outra.
Marlon
É muito fácil culpar os moradores pelas cagadas de um ladrão. Quem precisa testar todas as possibilidades de segurança de uma casa? Se eu conseguir entrar na sua casa e roubar tudo dela, a culpa é sua que não testou todas as possibilidades de segurança e me deixou entrar. /sarcasm
Andriw
É muito fácil culpar o usuário por cagadas da empresa. Quem precisa testar todas as possibilidades de um sistema? Brasileiro não tem nada de diferente de qualquer outro povo (exceto japonês). Não fomos colonizados por ETs.
Andriw
A M$ no Brasil bate todos os recordes em incompetência.
Andriw
A empresa faz cagada mas a culpa é sempre do usuário... ?
AlxR

E o mesmo que justificar assassinato só porque todo mundo mata barata, rato e mosquito...

Meganegão
E o mesmo que justificar assassinato só porque todo mundo mata barata, rato e mosquito...
AlxR

Pois é...

Meganegão
Pois é...
Aleski

Antes dessa atual geração 80% usavam console desbloqueado 10 conto um DVD do Xbox e jogo de PS3, fora que baixa na internet e a maioria não tinha serviço de banda larga em casa só desbloqueio mesmo off-line.
Só quem tinha dinheiro e conhecia amigos que utilizava serviço jogava bloqueado.
Essa é a mais pura verdade pioneira Sony PS1 PS2 e seus famosos jogos piratas que cada usuário de bomba Patch foi feliz.

Alexnaldo
Antes dessa atual geração 80% usavam console desbloqueado 10 conto um DVD do Xbox e jogo de PS3, fora que baixa na internet e a maioria não tinha serviço de banda larga em casa só desbloqueio mesmo off-line. Só quem tinha dinheiro e conhecia amigos que utilizava serviço jogava bloqueado. Essa é a mais pura verdade pioneira Sony PS1 PS2 e seus famosos jogos piratas que cada usuário de bomba Patch foi feliz.
Exibir mais comentários