Início » Negócios » Amazon venderá eletrônicos no Brasil, mas…

Amazon venderá eletrônicos no Brasil, mas…

Inicialmente, empresa de Jeff Bezos deve trabalhar apenas no modelo de marketplace, não com venda própria

Paulo Higa Por

A Amazon estreou no mercado brasileiro em 2012, mas vem operando de forma tímida, vendendo apenas livros, ebooks e Kindles. Isso deve mudar nos próximos meses: de acordo com a revista Exame, a Amazon também vai comercializar produtos do setor de eletrônicos, informática, telefonia e moda.

Mas o esquema não será o mesmo do exterior: no Brasil, a Amazon pretende trabalhar inicialmente apenas com o modelo de marketplace, segundo a publicação. Em vez de vender diretamente ao consumidor, a Amazon vai intermediar produtos de outros comerciantes, como já fazem outras gigantes do varejo nacional — que também possuem venda própria.

Ou seja, é um segundo passo em relação ao marketplace de livros. Em abril, a Amazon passou a permitir que outras editoras, sebos e pessoas físicas trabalhassem na plataforma, abrindo caminho para a venda de livros usados e aumentando a oferta de 150 mil para 300 mil obras em português. O envio fica por conta do vendedor parceiro, não da Amazon. 50% das vendas da empresa no mundo vêm de marketplace.

Resta saber se a Amazon será capaz de manter a qualidade do marketplace: lojas brasileiras, que já trabalham com o modelo, são constantemente vitrine para produtos falsificados e comerciantes que não entregam ou cobram fretes irreais. Além disso, com uma estrutura mais enxuta, é pouco provável que a Amazon ofereça as vantagens de outros países, onde a empresa tem centros de distribuição e transportadora próprios.

Mais sobre:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Sérgio Vilar
Amazon entrega produtos de marketplace no exterior. Se vc quer vender Amazon Prime seu estoque tem que estar num galpão da Amazon, assim eles entregam em até 2 dias. Se vc não vender Prime vc perde pra a concorrência.
ALBERTO M
"ou cobram fretes irreais" > Culpa dos impostos estatais que quebram o prestador de serviços de transporte, obrigando o mesmo a cobrar frete caro para sobreviver. Se não existissem impostos, os preços das coisas seriam muito mais baixos. Vejam no supermercado por exemplo, alguns chocolates tem 50% de impostos, ou seja, você paga R$ 1,00 pelo chocolate mas é roubado pelo estado em outro R$ 1,00, desse dinheiro, para vai para bancar socialismo barato, parte para o bolso dos políticos, parte para corrupção etc.
ALBERTO M
" comerciantes que não entregam" > Isso é exceção a regra, a vasta maioria dos pedidos são entregues, sou comerciante online e sei do que falo, convivo com essa realidade todos os dias, o que acontece é que quando aparece um ladrão e não entrega, o caso dele fica famosíssimo, mas e quanto as dezenas de milhares de entregas que são feitas por dia? Essas não ganham fama.
Caleb Enyawbruce
Já é um começo! Se essa etapa vingar e der bom retorno acredito que eles vão para a proxima fase (vendas diretas / próprias). Estão no caminho certo, me parece. Cautelosos demais, talvez, mas melhor assim do que chegar todo empolgado, quebrar a cara e vazar do Brasil, como já ocorreu com tantas empresas.
Ramon Gonzalez
Já é um começo! Se essa etapa vingar e der bom retorno acredito que eles vão para a proxima fase (vendas diretas / próprias). Estão no caminho certo, me parece. Cautelosos demais, talvez, mas melhor assim do que chegar todo empolgado, quebrar a cara e vazar do Brasil, como já ocorreu com tantas empresas.
robsonc
A quantidade de cabo, carregador, bateria falsificada nesses marketplace é de lascar. Praticamente impossivel comprar algo desse tipo original se não for na loja da fabricante.
Marcelo Nicolosi
Sendo Marketplace ela não só não vai entregar, como não vai conseguir trackear o pedido.
Daniel Serodio
A diferença é que a Amazon não tolera sellers que atendem mal o cliente. Começou a ter reclamação, eles descredenciam rapidinho.
Bruno Cavalcanti
Pois é.. Depois de um problema simples que Submarino levou 3 meses pra resolver, eu hoje simplesmente fujo e qualquer marketplace. Sei que tem lojas sérias, mas não vou arriscar de novo.
Velho John
Pois é.. Depois de um problema simples que Submarino levou 3 meses pra resolver, eu hoje simplesmente fujo e qualquer marketplace. Sei que tem lojas sérias, mas não vou arriscar de novo.
Bruno Cavalcanti
Sou tão satisfeito com a Amazon, e eles tem tanto crédito comigo, que só posso acreditar que eles sabem o que estão fazendo. Mas minha ansiedade maior é pra eles trazerem vendas próprias de eletronicos pro Brasil. Vamos ver.
Velho John
Sou tão satisfeito com a Amazon, e eles tem tanto crédito comigo, que só posso acreditar que eles sabem o que estão fazendo. Mas minha ansiedade maior é pra eles trazerem vendas próprias de eletronicos pro Brasil. Vamos ver.
Victor Figueredo
A empresa tem que se virar nos trinta para expandir num mercado tão burocrático e taxador (não sei se essa palavra existe) como o Brasileiro.
DumbSloth87
Hj em dia sepre que penso em comprar qualquer coisa pesquiso primeiro no Mercado Livre.
Antonio Araújo
Tomara que as lojas sejam selecionadas, porq bixo, no ml tem muito amador!
Tem que exigir DANFE para começar!
Tradutores Conservadores
e checar se o tal produto é original
David Melo
e checar se o tal produto é original
Tradutores Conservadores
o que tem de produto pirata em lojas que o povo confia não é brincadeira
David Melo
o que tem de produto pirata em lojas que o povo confia não é brincadeira
José Vieira
Juridicamente, no Brasil, sim...
Richelmy Monteiro
Pra ser lojista, paga uma mensalidade, além de uma porcentagem do seu preço final, e o cadastro é vinculado ao seu CPF/CNPJ.
Richelmy Monteiro
Em livros vendidos pela Amazon, quando há opção de comprar de parceiros, fica bem visível sim, geralmente com várias opções de preço, por exemplo.
ABC
O marketplace tem responsabilidade solidária na venda?
Arley Martins
Basta oferecer mercado pago e problema resolvido. Se o cliente não recebeu a mercadoria, o dinheiro volta pra ele. Simples assim.
Amarildo
Afinal, estamos no Brasil haha
Isaias Lima
Concordo, já tive problema com isso
Isaias Lima
Já me ferrei com essa história de Marketplace
Gustavo
Pode ser opinião minha, mas não gostos desses maketplaces. Prefiro mil vezes comprar no mercadolivre do que comprar através do site de algum grande varejista, via marketplace. Se você tem um problema nesse tipo de compras os varejistas não estão nem aí para o seu problema, pelo menos via mercadolivre, posso chegar a credibilidade do vendendor, e tenho algumas garantias via mercadopago.
Leandro
ê rapaz..
3-6-9
Porque aqui temos um agente chamado ESTADO cujo hobby é criar empecilhos para as pessoas e empresas.
868686
Porque aqui temos um agente chamado ESTADO cujo hobby é criar empecilhos para as pessoas e empresas.
Raphael
Única coisa que esse modo de venda fez, pra mim, foi me fazer parar de comprar na b2w e pão de açúcar. Pq como aparece indexado no Google os produtos como se fossem das lojas, agora é uma desgraça achar coisas simples vendidas pelas lojas de verdade. A solução é ir direto em outras lojas, ou, quando não acho o produto, ir de loja em loja filtrando os "vendido e entregue por".
Felipe
Se eles deixarem um aviso na hora da compra bem vísivel (diferente de outros certos sites) acho que não terá problema...
Ricardo - Vaz Lobo
Amazon conhece seu público brazuca, mas desconhece o modus operandi das empresas locais. Tá dando mole, podendo exterminar um monte de concorrente porcaria que tem por aqui.
Andre Kittler
Porque merda não podemos ter uma empresa tido como "exemplo" e "revolucionaria" continuar sendo "exemplo" ou "revolucionaria" quando enta no .br?!!
Cesar Cardoso
A única coisa que complica mesmo é a Amazon Brasil não oferecer a possibilidade dela mesmo entregar os produtos. Fora isso, nada diferente do que a Amazon faz no exterior, segue o jogo, é muita vontade de reclamar viu...
Robson
Não dá para filtrar com precisão, se eu crio um username lá e sou classificado como lojista ruim, crio outro e volto a vender

Eles provavelmente passarão à oferecer alguma garantia financeira em algum momento, como o Mercado Pago ou aquele "seguro" do Buscapé, mas a chance de dar merda ou ser só mais um player abrasileirado é grande
Helmut
Marketplace tinha tudo para ser bom, mas está se tornando um câncer no e-commerce brasileiro.
A ideia de encontrar tudo o que eu preciso em uma só loja é excelente, ter que ficar pesquisando pra ver se o produto é verdadeiro, não.
John Smith
Amazon "venderá"... só que não.
Hemerson Silva
MAAAAASSSS...
André Jesus
A provável diferença é que a Amazon irá fazer um bom filtro dos lojistas, além é claro que o suporte vindo deles será anos-luz melhor do que temos hoje.
Allan Ferreira
Depende, se Amazon selecionar lojas boas, pode ser que não passe uma imagem igual do grupo B2W. Mas isso é ônus da empresa que não seleciona bem seus parceiros.
Lorena Krauss
Acho que vai acabar dando uma fama ruim para a Amazon, já que usuário leigo não sabe que está comprando de outra empresa, e isso prejudique caso no futuro eles queiram vender diretamente.
Murilo Rafael De Mello
... será a mesma bosta que todo o resto.
Thiago Moraes
Ou seja, continua tudo a mesma merda de sempre.
John Maverick
mas..não se anime. Mais um dia normal no Brasilsilsil