A Apple aproveitou a WWDC para anunciar novos Macs. Isso inclui modelos atualizados dos MacBooks e iMacs, mais o potente iMac Pro.

A nova linha de iMacs se destaca pela tela com brilho de 500 nits, 43% a mais que a geração anterior. Ela consegue reproduzir um bilhão de cores graças ao dithering de 10 bits.

São três modelos. O iMac básico de 21,5 polegadas terá chip gráfico Intel Iris Plus 640. A versão de 21,5″ com tela 4K terá placa de vídeo AMD Radeon Pro 555 ou 560. Enquanto isso, a versão de 27″ e tela 5K tem placa de vídeo Radeon 570/575/580 e até 8 GB de VRAM.

Eles vêm com processador da geração Kaby Lake, e SSDs 50% mais rápidos. Os modelos de 21,5 polegadas terão até 32 GB de RAM, enquanto o modelo de 27 polegadas pode chegar a 64 GB de memória. Na traseira, você encontra duas portas USB-C com Thunderbolt 3, além de portas USB comuns.

Os iMacs custam US$ 1.099 (21,5″), US$ 1.299 (21,5″ 4K) e US$ 1.799 (27″ 5K). No Brasil, eles saem por R$ 8.199, R$ 9.799 e R$ 13.899, respectivamente.

iMac Pro

O iMac Pro é um tudo-em-um voltado para quem precisa de mais poder computacional. Ele terá um processador Intel Xeon de 8, 10 ou 18 núcleos; placa de vídeo Radeon Vega com até 16 GB de VRAM; 128 GB de RAM ECC; quatro portas Thunderbolt 3 e uma porta Ethernet de 10 gigabits. O iMac Pro será lançado em dezembro e custará a partir de US$ 4.999 nos EUA.

A Apple avisou este ano que estava preparando uma nova geração do Mac Pro, mas não se trata deste computador aqui. “Além do novo iMac Pro, a Apple está trabalhando no Mac Pro de próxima geração totalmente reprojetado, feito para clientes profissionais… com um design modular; e também em um novo display profissional high-end”, diz a empresa em comunicado.

MacBook

A Apple também mencionou rapidamente as atualizações para sua linha de laptops. O MacBook ganhou um SSD mais rápido, o MacBook Pro tem um chip gráfico mais rápido, e ambos têm processador da geração Kaby Lake. O MacBook Air também ganha um processador mais rápido.

O MacBook de 12 polegadas custa a partir de R$ 9.799. O MacBook Pro também começa em R$ 9.799.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jean Samyr Sawada
Nada que os muambeiros do ML não resolvam, paguei 8k no meu iMac 5K base model (2015)
Jean Samyr Sawada
Dessa vez eu aplaudi pelo iMac PRO, 5K de trumps tá "barato" pra Spec do PC. Mas não deixa de ser um carrinho usado
Thiago Lopes
Não, ja avisaram que o novo Mac Pro está sendo desenvolvido, ele vai atrasar, deve chegar só no final do ano que vem.
Helmut
O texto foi alterado, agora está tudo certo ;)
Felipe Ventura
O iMac Pro não vai substituir o Mac Pro; atualizamos o texto com um comunicado da Apple.
Daniel Lucena
Vi no site da Apple que agora vc pode escolher o teclado e no macbook pro tem a opção 'portuguese' será que teremos enfim o 'ç' ??
Daniel Lucena
Legal um país onde há redução no preço de produtos de ultima geração hahahhahaha..
Gabriel Antonio
"A Apple avisou este ano que estava preparando uma nova geração de seu computador mais potente" eles se referem ao computador mais potente, que abandona o design do mac pro e passa a ser um all in one
Gabriel Antonio
studio compete com o imac convencional
Helmut
Sim, eu entendi a mesma coisa que você. iMac Pro não tem nada a ver com Mac Pro. Quando eu falei em confusão eu me referi a notícia, não ao anúncio da Apple: "Ele é semelhante aos outros iMacs, abandonando o design cilíndrico (ou de lata de lixo) do Mac Pro." Eu achei que só eu tinha confundido tudo, mas como o @trovalds:disqus também ficou confuso eu resolvi perguntar =P
Leonardo de Pádua
Surface Studio é um PC da xuxa perante o iMac Pro.
Giovanni Brescancini
Não sei se entendi direito o que você quis dizer. Mas a Apple anunciou um all in one (chamado de "iMac Pro") que tem um Xeon de 18 núcleos e uma GPU comparável à Titan Xp dentro de si. Eu assisti a WWDC em tempo real. Não é nenhum erro de digitação nem nada do gênero. Como eles conseguiram isso também foge da minha compreensão. Agora, se a Apple vai lançar outro Mac Pro, mais tradicional, à parte, eu não sei. Porém ele não foi anunciado hoje, e como ele só seria útil pra um grupo limitado de usuários (como os do ponto 2 do comentário do Orlando), eu não tenho tanta certeza de que um dia ele vai surgir.
Giovanni Brescancini
Ainda tô perplexo com o fato de terem conseguido colocar um Xeon de 18 núcleos num all in one. Hahhahaha. Além de uma GPU Vega que é comparável à GP100, a "big Pascal" que é maior até mesmo que a Titan Xp. E pensar que há um tempinho um All In One com uma GTX 1080 tinha me surpreendido. Tô curioso pra ver a magia negra que fizeram aí.
Helmut
Cara, sei lá, eu nunca ví alguém trabalhando sentado na frente de um Mac Pro. Pelo nas empresas que eu conheço eles são usados como slave renders ou tão em um cluster.
Paçaro
Nada que um crediário da Casas Bahia não resolva.
Exibir mais comentários