Início » Carro » Tim Cook revela que Apple está se concentrando em sistemas para carros autônomos

Tim Cook revela que Apple está se concentrando em sistemas para carros autônomos

Felipe Ventura Por

Não havia muita dúvida de que a Apple está trabalhando em carros autônomos, mas o CEO Tim Cook comentou publicamente os planos da empresa pela primeira vez. Em entrevista à Bloomberg, ele diz que "estamos nos concentrando em sistemas autônomos", e que "esta é uma tecnologia central que consideramos muito importante".

Foto por Mike Deerkoski/Flickr

Para Cook, existem "três vetores de mudança ocorrendo ao mesmo tempo": tecnologia de carros autônomos, veículos elétricos, e serviços de transporte sob demanda (como o Uber).

A Apple está atuando em dois desses três vetores. No ano passado, ela anunciou um investimento de US$ 1 bilhão na Didi Chuxing, equivalente do Uber na China. E, como foi revelado agora, ela está trabalhando em tecnologias para carros autônomos. No entanto, a Apple não vai mais produzir veículos.

Segundo a Bloomberg, a Apple contratou mais de mil engenheiros desde 2014 para trabalhar no Project Titan, responsável por veículos autônomos. No entanto, os custos estavam altos demais.

Em 2016, o executivo Bob Mansfield assumiu o controle do departamento, desistiu dos planos de criar um carro e resolveu se concentrar em um sistema que poderia ser aplicado aos veículos de outras fabricantes.

Isso já é desafiador o suficiente: Cook diz que o projeto é "a mãe de todos os projetos de inteligência artificial", por ser "provavelmente um dos projetos de IA mais difíceis de se trabalhar". A Apple também está direcionando esforços para deixar a IA da Siri mais esperta.

Em abril, a Apple obteve uma licença do DMV (equivalente americano ao Detran) para testar três veículos autônomos na Califórnia. E em dezembro, ela escreveu uma carta para a autoridade nacional de trânsito dos EUA, pedindo para flexibilizar algumas regras envolvendo carros autônomos; e para tratar de forma igualitária as fabricantes já estabelecidas e as empresas novas no ramo.

Com informações: Bloomberg.