Foi com a frase “a AMD voltou para ficar” que Mark Papermaster, vice-presidente de tecnologia e engenharia, anunciou a linha Epyc (antes conhecida pelo codinome Naples) durante um evento no Texas realizado na terça-feira (20). Estamos falando de um processador para servidores que, na versão mais poderosa, conta com assombrosos 32 núcleos.

AMD Epyc

A linha Epyc é composta por nove chips divididos em quatro categorias. A primeira e mais básica (mas ainda assim bastante poderosa) conta apenas com o Epyc 7251, processador de oito núcleos e 16 threads, além de TDP de 120 W.

Já a segunda categoria tem três processadores Epyc de 16 núcleos e 32 threads. Na terceira, estão dois chips com 24 núcleos e 48 threads. Em ambas, o TDP varia entre 155 W e 170 W, havendo também um chip de 24 núcleos com TDP de 180 W.

AMD Epyc - linha

Na categoria mais parruda, com três processadores, está o Epyc 7601, o mais avançado de toda a linha. O chip tem 32 núcleos, 64 threads, frequência de 2,2 GHz (3,2 GHz em boost) e 180 W para o TDP.

Poder de fogo há de sobra aqui. A AMD afirma que o Epyc 7601 consegue ter até 75% mais desempenho que um Intel Xeon E5-2699A V4 (de 22 núcleos e 44 threads) em operações de ponto flutuante. Aliás, a comparação com a Intel aconteceu várias vezes no decorrer do evento: a AMD quis deixar bem claro que a nova linha vem para enfrentar os chips Xeon sem medo.

Todos os novos processadores suportam até oito canais de memória DDR4 de 2.666 MHz (total de até 2 TB de RAM por CPU) e até 128 pistas de PCI Express 3.0. Assim como os chips Ryzen, os processadores Epyc possuem como base a arquitetura Zen e contam com processo de fabricação FinFET de 14 nanômetros.

AMD Epyc - desempenho

Levemos em conta também que os chips Epyc conseguem trabalhar em modo de soquete duplo, o que significa que o servidor pode contar com o dobro de recursos. A AMD chama atenção ainda para uma tecnologia de criptografia de memória baseada em hardware que é invisível ao sistema operacional, de modo que nenhum software precise ser alterado para uso do recurso.

No quesito eficiência energética, a AMD afirma que os novos chips não decepcionam. Eles contam, por exemplo, com um mecanismo de regulagem dinâmica que faz cada núcleo trabalhar com uma combinação de frequência e voltagem baseada na demanda de processamento — sensores de temperatura se comunicam com o sistema de gestão de energia para que a carga de trabalho seja distribuída de maneira otimizada entre os núcleos.

AMD Epyc

Oficialmente, os preços da linha Epyc variam entre US$ 400 e US$ 4.000, mas provavelmente esses valores podem ser reduzidos nas negociações com a AMD baseadas em volumes de compra. Várias gigantes do setor já confirmaram intenção de lançar servidores com os novos chips, entre elas, Asus, Dell, Gigabyte, HP e Lenovo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Keaton
Nypples*
@Sckillfer

Nipples era um nome mais legal!

Sckillfer
Nipples era um nome mais legal!
@Sckillfer

Um "i7" que perde em benchmark pra um iPhone...

Sckillfer
Um "i7" que perde em benchmark pra um iPhone...
DumbSloth87
A Intel da falando que a AMD "colando" 4 processadores Zen em um processador (foto do EPYC abaixo) é esperado que cause problemas e performance inconsistente. O que a Intel não entende é que o Infinity Fabric faz com que esses núcleos trabalhem em conjunto muito mais eficientemente do que seus Xeon. https://regmedia.co.uk/2017/06/20/epyc_dies_sm.jpg?x=648&y=500&infer_y=1
Anayran Pinheiro
Não compreendi direito as linhas em negrito, poderia explicar?
Tony Soprano
Minha AMD está viva. Viva a concorrência
Mario Junior ?????????
>21% more integer performance from one EPYC than 2 (TWO) Xeons >300TFLOPs of FP16 in a 2U server Outra coisa:
? Dell, HPE, Lenovo, Mellanox, Samsung Electronics, Supermicro, VMware, Xilinx, and many others form strong global ecosystem for EPYC™ processors ? ? Cloud datacenter customers Microsoft Azure and Baidu announce deployments ?
E olha a resposta desesperada da Intel:
In a statement, Intel said, “We take all competitors seriously, and while AMD is trying to re-enter the server market segment, Intel continues to deliver 20-plus years of uninterrupted data center innovations while maintaining broad ecosystem investments. Our Xeon CPU architecture is proven and battle tested, delivering outstanding performance on a wide range of workloads and specifically designed to maximize data center performance, capabilities, reliability, and manageability. With our next-generation Xeon Scalable processors, we expect to continue offering the highest core and system performance versus AMD. AMD’s approach of stitching together 4 desktop die in a processor is expected to lead to inconsistent performance and other deployment complexities in the data center.”
https://venturebeat.com/2017/06/20/amd-launches-broad-epyc-server-line-with-up-to-32-cores-per-chip/ @ A Intel está completamente fo****! xD
CtbaBr©
Pois é rapaz, até agora a nível de servidores, os Xeons dominavam! Mas nessa área a estabilidade é fundamental, e mesmo depois dos testes surgirem, só o tempo dirá se eles são confiáveis de fato. Eu torço para que a AMD continue assim, concorrência é ótimo!
Drax

é um "i7" que é igual a um i3

Gnull
é um "i7" que é igual a um i3
ÒTIMO. Faltava concorrente fazia muito tempo...
Anayran Pinheiro
Esperando os testes independentes. E curtindo demais o caminho que a AMD resolveu tomar com esta nova arquitetura, será capaz de reconquistar uma boa parcela do mercado se mantiver esse nível de competição com a Intel.
ばか

128 incríveis PCI Lanes, eu não faço idéia do que faria com tudo isso.
A AMD esta trucidando a intel em todas as categorias de processadores com esta arquitetura Zen junto do CCX e Infinity Fabric, é muito poder de processamento com pouco consumo de energia, baixa temperatura e preço final.
Agora quero ver as APUs mobile com 4/8 threads pra fazer o mercado de notebook ser interessante novamente, pois R$ 3000 em i7 Dual Core é uma piada muito sem graça.

Exibir mais comentários